Salgado transferiu fortuna para a mulher e os filhos

José Sena Goulão / Lusa

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

Ricardo Salgado passou quase todas as propriedades para a mulher e os três filhos em março de 2014, poucos meses antes do colapso do Banco Espírito Santo.

De acordo com o Sol, apenas quatro dos mais de 600 imóveis arrestados pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) estão no nome do banqueiro, sendo que são propriedades que pertencem aos irmãos Espírito Santo Silva Salgado e a um dos seus filhos.

Ricardo Salgado, em prisão domiciliária desde 24 de julho, transferiu a gestão de grande parte do seu património – e os bens de maior valor – para a esposa e três filhos, cinco meses antes do colapso do BES.

O Sol refere documentos que comprovam que, em março do ano passado, 273 prédios e 346 frações deixaram de estar no nome de Ricardo Salgado e passaram para os nomes da esposa, Maria João Bastos Salgado – com quem casou por separação de bens -, e dos filhos Catarina, Ricardo e José Salgado.

Foi também em março de 2014 que o contabilista da Espírito Santo International, Machado da Cruz, assumiu que a dívida da ESI teria sido ocultada com o conhecimento de Salgado e de outros membros da família, pelo menos desde 2008.

A transferência de propriedade foi feita através da Pedra da Nau, sociedade de administração de bens criada em 2000 para administrar os bens da família Salgado, podendo “adquirir, alienar ou arrendar quaisquer prédios rústicos ou urbanos”, refere o semanário.

Presidida pelo ex-banqueiro e tendo como vogais a sua esposa e o filho Ricardo até 2 de junho do ano passado, a sociedade passou nessa altura para a gestão de Maria João Salgado, então eleita presidente do conselho de administração, e o número de administradores reduzido para dois: Maria João e Ricardo, o filho do meio do casal.

Ainda assim a Justiça conseguiu em maio deste ano o arresto preventivo de centena de imóveis da sociedade, partindo do pressuposto de que os bens pertencem de facto a Salgado.

O arresto visa “impedir uma eventual dissipação de bens que ponha em causa, em caso de condenação, o pagamento de quaisquer quantias associadas à prática de crime, nomeadamente a indemnização de lesados ou a perda a favor do Estado das vantagens obtidas a com atividade criminosa” – indemnizações estimadas em 1,8 mil milhões de euros.

Salgado nega

Entretanto, um comunicado enviado às redações pela assessoria de imprensa de Ricardo Salgado nega a notícia avançada pelo Sol.

“Esta notícia é falsa. Confunde alterações na composição do Conselho de Administração de uma sociedade com transferência de bens, refere 273 prédios e 346 frações que passaram para a esposa de Salgado, o que é uma pura falsidade e fantasia. Atribui aos bens arrestados à sociedade Pedra da Nau, S.A. um valor de 1,8 mil milhões de euros que é, igualmente, mais uma pura fantasia”, lê-se no comunicado.

“A única transferência de ações da sociedade Pedra da Nau, S.A. efetuada pelo Dr. Ricardo Salgado foi de uma posição minoritária sem relevância significativa, dando execução a uma decisão há muito tomada e com total transparência”, sublinha.

ZAP

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. E então…. está mais que visto que foi um acto premeditado, para que os seus bens não possam ser arrestados. Se a lei funcionar da mesma forma para ricos, pobres e assim assim,… esse acto pode ser anulado e os bens considerados como propriedade do Sr. Dono disto tudo…

    Se assim não for… não percebo nada das leis deste país. São interpretadas para os pobres de uma maneira e para os ricos …. alguém enche os bolsos.

  2. Mas ninguém prende para sempre este vígaro, que fez todos estas manobras com o dinheiro de quem trabalhou a sério e confiou no malandro?

  3. Não sei se os inteligentíssimos comentadores leram noticia, mas, muito desse património que mudou de nome, foi arrestado pela justiça.
    A vontade de comentar é tanta que nem interessa que saiam só disparates…

  4. Estão à espera de quê para prender essa cambada de ladrões? essa fortuna foi roubada aos pobres, aqueles que lutaram a vida inteira para juntar o chamado pé de meia e agora estão na miseria

    • Ah?!
      Que confusão para aí vai…
      Quem é que ficou na miséria?!!
      Nenhum depositante do BES ficou sem qualquer tostão!!
      É melhor informar-se antes de escrever (mais) barbaridades…

Responder a Eu Cancelar resposta

O Flamengo de Jorge Jesus foi "um mero acidente de percurso"

2019 foi uma exceção para a equipa brasileira que, depois de ter vencido (quase) tudo, neste ano já foi afastado da Taça do Brasil e da Libertadores: "O português foi embora e com ele toda …

Concorrência condena MEO a pagar 84 milhões por combinar preços com a NOWO

A Autoridade da Concorrência (AdC) aplicou uma coima de 84 milhões de euros à MEO por combinar preços e repartir mercados com a operadora NOWO nos serviços de comunicações móveis e fixas. “A Autoridade da Concorrência …

PEV quer reverter privatização dos CTT. PS admite todos os cenários

O Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV) defendeu hoje, no parlamento, a “reversão da nacionalização” dos CTT, e ouviu o PS admitir “todos os cenários”. Numa declaração política no parlamento, o deputado José Luís Ferreira afirmou que, …

Voltar à normalidade "não está longe, mas não é já", avisa Pfizer

O administrador executivo da Pfizer, Albert Bourla, apelou na quarta-feira para que os governos de todo o mundo não reabram as suas economias demasiado depressa devido ao otimismo gerado pelas vacinas de covid-19. Bourla, de 59 …

Biden quer retomar acordo nuclear com o Irão, embora reconheça que será "difícil"

O vencedor das eleições presidenciais norte-americanas, Joe Biden, pretende retomar o acordo nuclear com Irão antes mesmo de novas negociações, assumiu o democrata numa entrevista ao New York Times. Joe Biden afirmou, durante a campanha eleitoral, …

Processo de reprivaticação da Efacec atrasado devido à discussão do OE2021

Apesar de as avaliações no âmbito do processo de nacionalização e futura reprivatização da Efacec já estarem concluídas, o processo esteve condicionado pela discussão do Orçamento de Estado para 2021 (OE2021). De acordo com o Jornal …

Costa sobre vacinação: “Há uma luz ao fundo do túnel, mas o túnel é muito comprido e penoso”

O primeiro-ministro, António Costa, advertiu esta quinta-feira que o processo de vacinação terá imponderabilidades externas a Portugal, sendo também complexo ao nível interno, com as dificuldades a aumentarem quanto maior for o universo de cidadãos …

Alterações climáticas podem colapsar os sistemas de saúde, alertam especialistas

O quinto relatório anual da Lancet sobre saúde e clima revelou que todos os países enfrentam ameaças à saúde humana, "que se multiplicam e se intensificam" à medida que as alterações climáticas originam novas pandemias …

Obama, Bush e Clinton vão vacinar-se publicamente para encorajar os norte-americanos

Os ex-presidentes dos EUA Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton disseram que estão prontos para serem vacinados publicamente contra a covid-19, a fim de encorajar os seus concidadãos a fazer o mesmo. Obama disse …

Retenção na fonte mensal reduzida em cerca de 2%. Salários terão um "ligeiro aumento"

As retenções na fonte em 2021 sobre salários de trabalho dependente vão reduzir-se em cerca de 2% face às praticadas este ano e irão permitir um “ligeiro aumento” do rendimento líquido mensal, segundo simulações da …