Salgado acrescenta nova versão sobre pagamentos a Zeinal Bava

Manuel De Almeida / Lusa

Ricardo Salgado , ex-presidente do BES, à saída do Tribunal Central de Instrução Criminal

O antigo presidente do Banco Espírito Santo (BES) Ricardo Salgado apresentou ao juiz de instrução criminal da Operação Marquês Ivo Rosa uma nova versão sobre os pagamentos feitos ao então presidente da PT Zeinal Bava. 

De acordo com o jornal Observador, que avança a notícia esta terça-feira, Salgado disse que a transferência de 6,7 milhões de euros feita em dezembro de 2007 visava financiar a entrada de Bava no capital da PT, que era na altura a maior empresa portuguesa.

Anteriormente, recorda o diário, o banqueiro tinha dito que as transferências para Bava tinham como objetivo convencê-lo a não se transferir para a concorrência depois de ter ido para o Brasil em 2013 para liderar a operadora Oi em representação da PT.

Estes 6,7 milhões de euros fazem parte de uma de três tranches que foram transferidas entre 2007 e 2011 para Bava. Ao todo, o antigo líder da PT recebeu 25,2 milhões de euros do Grupo Espírito Santo. O primeiro pagamento foi de 6,7 milhões (2007), o segundo de 8,5 milhões (2010) e o terceiro de 10 milhões (2011).

Durante a audição desta segunda-feira, Ricardo Salgado explicou pela primeira vez a primeira tranche transferida, alegando que quando foi constituído arguido, em janeiro de 2007, não se lembrava o pagamento em causa tivesse sido feito.

Perante Ivo Rosa, escreve ainda o Observador, Salgado negou que receasse vir a ser envolvido em investigações criminais por ter feito transferências para Bava. “Isso foram adiantamentos de pagamentos fiduciários”, afirmou. Na prática, os fundos pertenciam ao GES mas estavam à guarda de Bava numa conta bancária propositadamente aberta para o efeito na Union des Banque Suisses (UBS), em Singapura, em nome de uma sociedade offshore controlada pelo gestor da PT.

Quando Salgado foi constituído arguido, em janeiro de 2017, ligou as transferências de 18,5 milhões de euros à ida de Zeinal Bava ao Brasil. Agora, alterou a versão, dizendo que a transferência de 6,7 milhões de euros realizada nada tem a ver com a ida de Bava para o Brasil. Essa transferência visava sim garantir que Bava continuava na PT ao financiar a entrada de Bava no capital da empresa.

Esta mesma versão foi apresentava por Bava quando foi ouvido há cerca de duas semanas. O antigo líder da PT disse a Ivo Rosa que queria ser um acionista de revelo da PT, pretensão que transmitiu a Salgado, que se disponibilizou, segundo contou, para lhe emprestar o dinheiro. “Todo o dinheiro utilizado serviu para comprar ações da empresa”.

Salgado revelou ainda que Bava queria um valor a rondar os 15 milhões de euros mas o ex-líder do BES disse-lhe que a disponibilidade daquele momento apenas permitiria transferir um valor entre 5 e os 7 milhões de euros.

À saída do tribunal, Salgado garantiu ontem que foi chamado para falar sobre estas transferências, dizendo não ter sido interrogado sobre José Sócrates. Após o interrogatório, que durou cerca de uma hora e meia, o antigo banqueiro disse ainda que “não há discrepâncias”  entre o seu depoimento e o de Bava.

Nunca na minha vida corrompi ninguém”, afirmou à saída, citado pela agência Lusa.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O Ricardo tem sérios problemas de memória. Há um tempo esqueceu-se de declarar uma prenda de 14 milhões. Agora afinal lembou-se da “verdadeira” razão pela qual fez estas transferências. Como contribuinte sinto-me “encornado” com tamanhas e tão frequentes faltas de memória…

Responder a sousa Cancelar resposta

Descoberto primeiro animal que não precisa de oxigénio para viver

Respirar oxigénio é uma característica fundamental dos animais multicelulares, mas os cientistas acabam de descobrir, pelo menos, um que não precisa de o fazer para sobreviver. É muito provável que tenha aprendido que todos os organismos …

"Marte está vivo". Sonda InSight regista mais de 170 eventos sísmicos no Planeta Vermelho

Resultados dos primeiros dez meses de exploração da sonda InSight da NASA revelaram que o Planeta Vermelho é um mundo com atividade sísmica ativa. "Marte está vivo e a cada diz que passa começo a ter …

Um planeta pode ter sido "roubado" do Sistema Solar

Uma nova análise de astrónomos da Universidade Stony Brook, em Nova Iorque, revelou que as estrelas "roubam" planetas umas às outras - e isso também poderá ter acontecido no nosso próprio Sistema Solar. Quase tudo o …

Netflix passa a mostrar "top 10" diário de séries e filmes

A Netflix disponibiliza, desde esta segunda-feira (24), uma nova feature para os utilizadores do serviço de streaming: uma lista com os 10 filmes e as 10 séries mais vistas no país em cada dia. Esta nova …

A Realidade Virtual pode ser a próxima terapia para tratar pânico, fobias e distúrbios

A Oxford VR, empresa britânica de realidade virtual, acaba de acumular mais de 13 milhões de euros para investir na terapia com a tecnologia do futuro. A companhia surgiu a partir do departamento de psiquiatria da …

Apple não deixa que vilões de filmes usem iPhones

A Apple não deixa que os vilões dos filmes de Hollywood usem os telemóveis iPhone no grande ecrã. Esta é apenas uma das empresas que não permite este tipo de coisa. Os filmes podem ter uma …

O coronavírus pode ser a "doença X" temida pelos especialistas

O coronavírus, que já matou 2.700 pessoas e infetou mais de 80 mil desde dezembro, está a tornar-se "rapidamente" no primeiro grande desafio pandémico do mundo, enquadrando-se nos moldes da "doença X" temida por especialistas. O …

Media Capital passou de lucros a prejuízos de 54,7 milhões

A Media Capital registou prejuízos de 54,7 milhões de euros no ano passado, contra lucros de 21,6 milhões de euros um ano antes, anunciou hoje a dona da TVI, que está em processo de compra …

Camas na classe económica dos aviões podem vir a tornar-se uma realidade

A companhia aérea neozelandesa Air New Zealand está a pensar incluir camas na classe económica de alguns dos seus voos mais longos. A ideia deverá avançar dentro de um ano. A companhia aérea neozelandesa Air New …

Temperatura do planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões de anos

A temperatura no planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões a cinco milhões de anos, caso a humanidade consiga estancar as emissões de gases com efeito de estufa até 2030, diz a especialista …