Ryanair cobra 4 euros por check in antecipado. “É ilegal”

A cobrança pela Ryanair de 4 euros aos passageiros com voos marcados para esta quarta e quinta-feira e que, por indisponibilidade dos serviços online da companhia, tiveram de fazer check in antecipado “é ilegal”, alerta a Deco.

De acordo com a associação de defesa do consumidor, que vai “denunciar a situação” junto da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC), os passageiros nestas condições a quem tiver sido cobrado pelo check in devem reclamar junto da Ryanair e reportar o sucedido através da plataforma “Queixas dos Transportes” da Deco.

Em causa está o anúncio feito na segunda-feira pela companhia aérea de que os seus serviços de reserva e check-in online estarão indisponíveis durante um período de 12 horas, entre as 17h00 desta quarta e as 05h00 de quinta-feira, para uma “atualização de sistema”.

A Ryanair disse ter contactado nesse dia “todos os passageiros com viagens marcadas para quarta-feira e quinta-feira por e-mail e por SMS, aconselhando-os a efetuaram o check in online para os seus voos na terça-feira, antes do referido encerramento“.

Contudo, segundo a Deco, “para fazer o check in antecipadamente o consumidor pode ser surpreendido com o pagamento de quatro euros pela escolha de lugar, a única possibilidade disponível para dar seguimento ao check-in naquele momento”.

“Na comunicação que a Ryanair enviou aos passageiros, a companhia alerta para a necessidade de fazer check-in online, sem concretizar a razão da urgência, e que o serviço está indisponível temporariamente”, diz a DECO, acrescentando que “os passageiros são apenas informados de que o check-in no aeroporto implica o pagamento de 55 euros“.

Para a associação de defesa do consumidor, “trata-se de mais uma política inaceitável” da Ryanair, que “penaliza os passageiros, apesar de o constrangimento ser da responsabilidade da companhia“. “A situação impõe informação individualizada e o check in sem custos associados”, remata a associação de defesa do consumidor.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. A Ryanair começou de pantufas a fazer os melhores preços low cost, agora vem de “tamancas” e aplicar custo em tudo que é possível e imaginario. O pessoal devido ás constantes greves já está a evitar esta companhia, daqui a nada nem a usa, depois vai sair de Portugal e depois certamente vai sobrar alguma coisa p/ os portugueses, a culpa de isto tudo ainda vai ser dos contribuintes.

  2. A Ryanair quer lá saber de legalidades ? Eles entendem que todos têm que se vergar ás suas regras. Podem ter sido baratos no começo, mas os extras que vão inventando começam a convencer cada vez menos gente.

  3. Mais uma!…
    Esta empresa mafiosa vem, mais uma vez, comprovar o seu principio de actuação no “mercado”:
    Preços baixos para “estourar” a concorrência, e depois é só começar a cobrar por tudo e mais alguma coisa!…

  4. Por mim já resolvi o problema, vou noutras companhias de low-cost ou em voos normais , que por vezes saem mais barato do que nas low-cost, principalmente quando se leva mais que a malinha de mão…. FAÇAM O MESMO……

  5. Há aqui qualquer coisa que não bate certo. No site da Ryanair consta a seguinte informação:

    “Caso optes por não adquirir um assento, poderás efetuar o check-in 48 horas antes de cada voo de partida e, neste caso, ser-te-á atribuído um lugar aleatório (gratuitamente). Importa recordar que tanto o voo de ida como o voo de regresso devem ocorrer 48 horas antes da partida seguinte para que possas beneficiar de um assento selecionado aleatoriamente. Tens sempre a opção de adquirir um lugar para efetuares o Check-in fora desta janela de 48 horas. O check-in online encerra 2 horas antes da partida prevista do voo.” – https://www.ryanair.com/pt/pt/informacao-util/centro-de-apoio/perguntas-frequentes/Check-in-no-aeroporto-e-on-line#0-3

    Como é que agora uma interrupção de 12h no serviço online vai forçar a compra de um lugar? Isto já parece aquela falsa notícia dos tripulantes que dormiram no chão, que entretanto foi descoberto que foi tudo encenado.
    Nem tudo o que se lê na internet é pura verdade…

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …

Governo diz que prejuízo da TAP "não foi um desvio qualquer" e que já devia ter tido lucro em 2018 e 2019

O ministro das Infraestruturas disse, esta sexta-feira, que o orçamento que a comissão executiva da TAP apresentou ao Conselho de Administração para 2018 e 2019 previa lucro e que o prejuízo de 105,6 milhões "não …

João Lourenço duplica valor de subsídio de antigos Presidentes de Angola

O Presidente angolano, João Lourenço, duplicou o valor do subsídio de fim de mandato pago a antigos chefes de Estado, mas cortou outras regalias, nomeadamente a nível da segurança e quadro de pessoal. O decreto-presidencial 32/20, …

FC Porto castigado com um jogo à porta fechada

O FC Porto foi punido com um jogo à porta fechada, esta sexta-feira, devido a "um ato de ofensa corporal a agente desportivo" na final da Taça de Portugal. A punição aplicada pelo Conselho de Disciplina …

Cientistas condenam teorias da conspiração sobre a origem do surto do coronavírus

Um grupo de 27 cientistas da área de saúde pública condenou, através de um comunicado, o fluxo de histórias e um artigo científico que sigerem que um laboratório em Wuhan, na China, pode ser a …