Ryanair cobra 4 euros por check in antecipado. “É ilegal”

A cobrança pela Ryanair de 4 euros aos passageiros com voos marcados para esta quarta e quinta-feira e que, por indisponibilidade dos serviços online da companhia, tiveram de fazer check in antecipado “é ilegal”, alerta a Deco.

De acordo com a associação de defesa do consumidor, que vai “denunciar a situação” junto da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC), os passageiros nestas condições a quem tiver sido cobrado pelo check in devem reclamar junto da Ryanair e reportar o sucedido através da plataforma “Queixas dos Transportes” da Deco.

Em causa está o anúncio feito na segunda-feira pela companhia aérea de que os seus serviços de reserva e check-in online estarão indisponíveis durante um período de 12 horas, entre as 17h00 desta quarta e as 05h00 de quinta-feira, para uma “atualização de sistema”.

A Ryanair disse ter contactado nesse dia “todos os passageiros com viagens marcadas para quarta-feira e quinta-feira por e-mail e por SMS, aconselhando-os a efetuaram o check in online para os seus voos na terça-feira, antes do referido encerramento“.

Contudo, segundo a Deco, “para fazer o check in antecipadamente o consumidor pode ser surpreendido com o pagamento de quatro euros pela escolha de lugar, a única possibilidade disponível para dar seguimento ao check-in naquele momento”.

“Na comunicação que a Ryanair enviou aos passageiros, a companhia alerta para a necessidade de fazer check-in online, sem concretizar a razão da urgência, e que o serviço está indisponível temporariamente”, diz a DECO, acrescentando que “os passageiros são apenas informados de que o check-in no aeroporto implica o pagamento de 55 euros“.

Para a associação de defesa do consumidor, “trata-se de mais uma política inaceitável” da Ryanair, que “penaliza os passageiros, apesar de o constrangimento ser da responsabilidade da companhia“. “A situação impõe informação individualizada e o check in sem custos associados”, remata a associação de defesa do consumidor.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. A Ryanair começou de pantufas a fazer os melhores preços low cost, agora vem de “tamancas” e aplicar custo em tudo que é possível e imaginario. O pessoal devido ás constantes greves já está a evitar esta companhia, daqui a nada nem a usa, depois vai sair de Portugal e depois certamente vai sobrar alguma coisa p/ os portugueses, a culpa de isto tudo ainda vai ser dos contribuintes.

  2. A Ryanair quer lá saber de legalidades ? Eles entendem que todos têm que se vergar ás suas regras. Podem ter sido baratos no começo, mas os extras que vão inventando começam a convencer cada vez menos gente.

  3. Mais uma!…
    Esta empresa mafiosa vem, mais uma vez, comprovar o seu principio de actuação no “mercado”:
    Preços baixos para “estourar” a concorrência, e depois é só começar a cobrar por tudo e mais alguma coisa!…

  4. Por mim já resolvi o problema, vou noutras companhias de low-cost ou em voos normais , que por vezes saem mais barato do que nas low-cost, principalmente quando se leva mais que a malinha de mão…. FAÇAM O MESMO……

  5. Há aqui qualquer coisa que não bate certo. No site da Ryanair consta a seguinte informação:

    “Caso optes por não adquirir um assento, poderás efetuar o check-in 48 horas antes de cada voo de partida e, neste caso, ser-te-á atribuído um lugar aleatório (gratuitamente). Importa recordar que tanto o voo de ida como o voo de regresso devem ocorrer 48 horas antes da partida seguinte para que possas beneficiar de um assento selecionado aleatoriamente. Tens sempre a opção de adquirir um lugar para efetuares o Check-in fora desta janela de 48 horas. O check-in online encerra 2 horas antes da partida prevista do voo.” – https://www.ryanair.com/pt/pt/informacao-util/centro-de-apoio/perguntas-frequentes/Check-in-no-aeroporto-e-on-line#0-3

    Como é que agora uma interrupção de 12h no serviço online vai forçar a compra de um lugar? Isto já parece aquela falsa notícia dos tripulantes que dormiram no chão, que entretanto foi descoberto que foi tudo encenado.
    Nem tudo o que se lê na internet é pura verdade…

RESPONDER

Mortes nos Comandos. Recruta diz que colocaram um cateter em Hugo Abreu já depois de estar morto

Rodrigo Silvano, o último recruta no curso 127 de Comandos a sair da tenda de enfermaria onde morreu Hugo Abreu no primeiro dia da Prova Zero, relatou ao tribunal que viu o enfermeiro do INEM …

Rafa inegociável. Benfica só vende por 80 milhões de euros

Rafa é inegociável. O Benfica só deixar sair o extremo de 26 anos pelo valor da sua cláusula de rescisão, que está fixada nos 80 milhões de euros. A notícia é avançada esta sexta-feira pelo Correio …

França é esta sexta-feira novamente palco de greve geral contra reforma das pensões

Os sindicatos franceses voltam à rua no 51.º dia de greve contra a reforma das pensões que é apresentada esta sexta-feira no Conselho de Ministros. Durante esta sexta-feira, não se espera o nível de paralisação …

Marcelo nada diz sobre eventual candidatura de Ana Gomes à Presidência da República

O Presidente da República recusou esta quinta-feira comentar, em Israel, uma possível candidatura presidencial da ex-eurodeputada do PS Ana Gomes. "Eu não faço comentários sobre a vida política portuguesa", justificou Marcelo Rebelo de Sousa, quando questionado …

Defeito nos travões força Metro do Porto a andar devagar. Falha foi detetada há um ano

O descarrilamento de um metro na estação de Campanhã foi provocado por um defeito nos patins eletromagnéticos. A avaria afeta vários veículos da frota do Metro do Porto. No passado dia 2 de janeiro, uma falha …

Soares da Costa acusada de ajudar hotel-fantasma a "sacar" 1,2 milhões de euros ao Estado

A Soares da Costa e dois ex-responsáveis de um dos maiores grupos de construção civil portugueses estão acusados de fraude e de branqueamento de capitais num processo judicial que envolve um hotel-fantasma, que nunca foi …

Chega vai organizar angariação de fundos para a pediatria do S. João (mas hospital não sabe de nada)

O partido Chega, liderado por André Ventura, vai realizar um jantar no Mercado Ferreira Borges, no Porto, esta sexta-feira, e anunciou que parte da receita reverte para o serviço de Oncologia Pediátrica do S. João. …

Isabel dos Santos também sai da Efacec. Era "o negócio mais vulnerável" da empresária em Portugal

A Efacec anunciou, nesta sexta-feira, que Isabel dos Santos decidiu "sair da estrutura accionista" da empresa, "com efeitos definitivos". Uma decisão que surge no âmbito do "Luanda Leaks" que implica a empresária no desvio de …

Há pessoas a fingir serem funcionários da Segurança Social

A Segurança Social está a alertar para situações de fraude e roubo por pessoas que se fazem passar por funcionários que prometem prémios. Esta sexta-feira, o Instituto da Segurança Social alertou para situações de fraude e …

Já chegaram à Assembleia da República quase 600 propostas de alteração ao Orçamento

Nos serviços do Parlamento já deram entrada quase 600 propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2020. A esquerda domina a lista de mudanças. O PCP foi o partido que mais alterações colocou em cima …