Ryanair cobra 4 euros por check in antecipado. “É ilegal”

A cobrança pela Ryanair de 4 euros aos passageiros com voos marcados para esta quarta e quinta-feira e que, por indisponibilidade dos serviços online da companhia, tiveram de fazer check in antecipado “é ilegal”, alerta a Deco.

De acordo com a associação de defesa do consumidor, que vai “denunciar a situação” junto da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC), os passageiros nestas condições a quem tiver sido cobrado pelo check in devem reclamar junto da Ryanair e reportar o sucedido através da plataforma “Queixas dos Transportes” da Deco.

Em causa está o anúncio feito na segunda-feira pela companhia aérea de que os seus serviços de reserva e check-in online estarão indisponíveis durante um período de 12 horas, entre as 17h00 desta quarta e as 05h00 de quinta-feira, para uma “atualização de sistema”.

A Ryanair disse ter contactado nesse dia “todos os passageiros com viagens marcadas para quarta-feira e quinta-feira por e-mail e por SMS, aconselhando-os a efetuaram o check in online para os seus voos na terça-feira, antes do referido encerramento“.

Contudo, segundo a Deco, “para fazer o check in antecipadamente o consumidor pode ser surpreendido com o pagamento de quatro euros pela escolha de lugar, a única possibilidade disponível para dar seguimento ao check-in naquele momento”.

“Na comunicação que a Ryanair enviou aos passageiros, a companhia alerta para a necessidade de fazer check-in online, sem concretizar a razão da urgência, e que o serviço está indisponível temporariamente”, diz a DECO, acrescentando que “os passageiros são apenas informados de que o check-in no aeroporto implica o pagamento de 55 euros“.

Para a associação de defesa do consumidor, “trata-se de mais uma política inaceitável” da Ryanair, que “penaliza os passageiros, apesar de o constrangimento ser da responsabilidade da companhia“. “A situação impõe informação individualizada e o check in sem custos associados”, remata a associação de defesa do consumidor.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. A Ryanair começou de pantufas a fazer os melhores preços low cost, agora vem de “tamancas” e aplicar custo em tudo que é possível e imaginario. O pessoal devido ás constantes greves já está a evitar esta companhia, daqui a nada nem a usa, depois vai sair de Portugal e depois certamente vai sobrar alguma coisa p/ os portugueses, a culpa de isto tudo ainda vai ser dos contribuintes.

  2. A Ryanair quer lá saber de legalidades ? Eles entendem que todos têm que se vergar ás suas regras. Podem ter sido baratos no começo, mas os extras que vão inventando começam a convencer cada vez menos gente.

  3. Mais uma!…
    Esta empresa mafiosa vem, mais uma vez, comprovar o seu principio de actuação no “mercado”:
    Preços baixos para “estourar” a concorrência, e depois é só começar a cobrar por tudo e mais alguma coisa!…

  4. Por mim já resolvi o problema, vou noutras companhias de low-cost ou em voos normais , que por vezes saem mais barato do que nas low-cost, principalmente quando se leva mais que a malinha de mão…. FAÇAM O MESMO……

  5. Há aqui qualquer coisa que não bate certo. No site da Ryanair consta a seguinte informação:

    “Caso optes por não adquirir um assento, poderás efetuar o check-in 48 horas antes de cada voo de partida e, neste caso, ser-te-á atribuído um lugar aleatório (gratuitamente). Importa recordar que tanto o voo de ida como o voo de regresso devem ocorrer 48 horas antes da partida seguinte para que possas beneficiar de um assento selecionado aleatoriamente. Tens sempre a opção de adquirir um lugar para efetuares o Check-in fora desta janela de 48 horas. O check-in online encerra 2 horas antes da partida prevista do voo.” – https://www.ryanair.com/pt/pt/informacao-util/centro-de-apoio/perguntas-frequentes/Check-in-no-aeroporto-e-on-line#0-3

    Como é que agora uma interrupção de 12h no serviço online vai forçar a compra de um lugar? Isto já parece aquela falsa notícia dos tripulantes que dormiram no chão, que entretanto foi descoberto que foi tudo encenado.
    Nem tudo o que se lê na internet é pura verdade…

Responder a kit Cancelar resposta

Governo vai integrar nos quadros quase 3.000 profissionais de saúde

O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que permite integrar nos quadros quase três mil profissionais do Serviço Nacional de Saúde. Em comunicado, o Governo explica que a conversão do vínculo laboral de 2.995 …

Quatro defensores dos direitos humanos, indígenas e ambientais recebem "Nobel Alternativo"

Duas advogadas, do Irão e da Nicarágua, um advogado dos Estados Unidos (EUA) e um ativista da Bielorrússia foram esta quinta-feira distinguidos, em Estocolmo, com o "prémio Nobel Alternativo" que pretende "impulsionar mudanças sociais urgentes …

PJ diz que há “condições” para alargar colaboração com Rui Pinto

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu a possibilidade de a colaboração com Rui Pinto poder “ir além” da abertura dos discos encriptados e apreendidos ao criador do Football Leaks, reconheceu esta quinta-feira o inspetor José Amador. "Temos …

Netanyahu avisa que confinamento em Israel pode durar um ano

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse esta quinta-feira que o confinamento no país pode prolongar-se durante meses ou mesmo "um ano" após uma reunião em que foram debatidas novas restrições contra a propagação da …

FC Porto com City na Champions. Ronaldo volta a encontrar Messi

O FC Porto vai defrontar os ingleses do Manchester City, os gregos do Olympiacos e os franceses do Marselha no Grupo C da fase de grupos da Liga dos Campeões em futebol, ditou esta quinta-feira …

Cabrita pede abertura de inquérito a fuga de 17 migrantes. Cinco já terão sido apanhados

O ministro da Administração Interna pediu a abertura de um inquérito à fuga de 17 migrantes do norte de África que desembarcaram em setembro no Algarve e fugiram, durante a madrugada, do quartel em Tavira …

Governo chega a acordo com Madrid para alargar restrições a toda a comunidade

O Governo espanhol anunciou, esta quarta-feira, um acordo que estende medidas para combater a covid-19, já em vigor em partes da Comunidade Autónoma de Madrid, a toda a capital e várias localidades da periferia onde …

Ciclista suspenso por defender Trump

Quinn Simmons respondeu no Twitter a uma jornalista e a sua equipa suspendeu o atleta. Um "adeus" e uma mão negra na origem da polémica. Quinn Simmons foi campeão do mundo de ciclismo no ano passado, …

Bolsonaro considera "lamentável" discurso de Biden que apela ao país que pare de destruir a Amazónia

Jair Bolsonaro classificou como “lamentável” o comentário de Joe Biden durante  o debate presidencial que ocorreu na madrugada de terça-feira. O candidato democrata mostrou-se preocupado com o facto das florestas tropicais no Brasil estarem a …

Ex-responsável militar acusado de fazer compras pessoais e cobrar ao Exército

Um antigo responsável militar mandou cobrar ao Exército compras pessoais no valor de 7.600 euros, feitas ao longo de seis meses. Um antigo responsável militar no Porto mandou cobrar ao Exército compras pessoais no valor de …