Ryanair volta a mudar regras de embarque

A partir de 13 de junho, quem não tiver bilhete prioritário só poderá fazer check-in 48 horas antes do voo.

A Ryanair vai voltar a mudar as regras para viajar. As mudanças abrangem sobretudo o check-in online e vão afetar quem comprou viagens sem pagar pelo suplemento de reserva de lugar.

A alterações da companhia aérea irlandesa vão entrar em vigor no dia 13 de junho. A que mais se destaca relaciona-se com o check-in online: quem tiver um bilhete normal, só poderá fazer o check-in pela Internet com 48 horas de antecedência.

Esta medida já é praticada por várias companhias aéreas, mesmo nas de baixo custo, adianta o Irish Independent. Até 2016, o check-in online poderia ser feito uma semana antes da viagem e, até agora, os passageiros poderiam proceder ao registo online quatro dias antes.

Em comunicado, citado pelo Dinheiro Vivo, a companhia aérea explica que “o check-in online (para clientes que não adquiriram assentos reservados) estará disponível a partir de 48 horas antes do voo e até 2 horas da partida em todos os voos a partir de 13 de junho”.

“Esta pequena alteração irá permitir aos clientes que desejem reservar assentos mais tempo para escolher o seu lugar preferido antes da partida do voo”, refere a Ryanair.

Se o passageiro quiser pagar pelo check-in prioritário (€4 por voo, mais a escolha de lugares cujo preço varia), pode fazer o check-in e reservar os lugares até 60 dias antes.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. E passará a ser possível, numa lógica de rentabilização da aeronave, viajar atado às asas ou debaixo do porão.

  2. Já agora coloquem os bilhetes a 0,01€, e check-in a 100€… tudo fazem para sacar a massa ao passageiro… Livra mas os idiotas… desculpem, digo ideias…

  3. Não há milagres, com os preços dos combustiveís a subir, a companhia tem que fazer ajustes.
    Eu utilizo quase de quinze em quinze dias um voo Porto Lisboa, porque me fica mais barato que a segunda classe no Alfa Pendular.

RESPONDER

Polícias de elite da PSP convocados para trabalhar nas obras

Operacionais da Unidade Especial de Polícia (UEP) da PSP estão a ser chamados para colaborarem como voluntários nas obras de remodelação da messe localizada na Quinta das Águas Livres, em Belas, Sintra. Segundo o Correio da …

Portugueses são dos que menos gastam em viagens turísticas

Os portugueses são dos cidadãos europeus que menos gastam em deslocações de turismo, ao desembolsar em média 136 euros por viagem turística, menos de metade da média da União Europeia, de 336 euros, revelam dados …

Ex-diretor da CIA admite recorrer à Justiça contra Donald Trump

O ex-diretor da CIA John Brennan admitiu neste domingo recorrer à Justiça, depois de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lhe ter cancelado o acesso a informação confidencial e à Casa Branca. “Se esse é …

Trabalhadores da CGD em greve contra a perda de privilégios

O novo Acordo de Empresa que a Administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD) pretende implementar está a gerar revolta entre os trabalhadores e já levou à convocação de uma greve para sexta-feira, 24 de …

Asia Argento terá pago a jovem ator que a acusou de assédio sexual

A atriz e realizadora italiana terá pago 380 mil dólares para silenciar um jovem ator e músico que a acusa de assédio sexual quando tinha apenas 17 anos. Asia Argento foi uma das primeiras mulheres da …

Governo está a preparar descida dos impostos e aumento das pensões

São cinco as prioridades do Governo para o próximo Orçamento do Estado, segundo revela Marques Mendes no seu habitual espaço de comentário na SIC, nomeando o aumento das pensões, o alívio no IRS, a descida …

Bomba que matou 40 crianças no Iémen foi vendida pelos EUA em 2015

A bomba que matou de 40 crianças num autocarro escolar no Iémen, a 9 de agosto, foi fabricada pelos Estados Unidos e vendida à Arábia Saudita em 2015. De acordo com a CNN, que avança …

GNR "desfalcada" devido à transferência de mil militares para os incêndios

Nos últimos meses, mais de mil militares da GNR foram "reconvertidos" em bombeiros especialistas, membros do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), que atuam no combate a incêndios. Com esta alocação, a situação …

Em 17 anos, o número de inspetores na educação caiu 41%

Entre 2001 e 2017, o número de inspetores a Inspeção-Geral da Educação e Ciência (IGEC) passou de 304 funcionários a exercer essas funções para 179, registando assim uma queda de 41%. O Sindicato dos Inspetores da …

Mais de 400 mortos nas inundações em Kerala, no sul da Índia

Mais de 400 pessoas morreram na sequência das inundações que atingiram Kerala, na Índia, as mais graves em 100 anos naquele estado do sul do país, de acordo com um balanço feito nesta segunda-feira pelas …