Rússia testou a sua própria Internet (e quase ninguém reparou na diferença)

Sergei Karpukhin / POOL / EPA

O presidente da Rússia, Vladimir Putin

O governo russo anunciou que o país testou, com sucesso, a sua própria rede de Internet e que a maior parte dos utilizadores nem reparou na diferença.

O chefe do Ministério das Comunicações confirmou, de acordo com a agência de notícias Pravda, que os testes decorreram conforme o planeado. “Os resultados dos exercícios demonstraram que, em geral, tanto as autoridades como os operadores estão prontos para responder eficazmente a riscos e ameaças e a assegurar o funcionamento estável da Internet e da rede de telecomunicações”, disse Alexey Sokolov.

A Rússia segue, assim, o exemplo de países como a China — em que o acesso aos serviços de muitos países estrangeiros está bloqueado — e o Irão, onde a Rede Nacional de Informação controla todo o conteúdo e limita a informação exterior.

Esta segunda-feira, a Rússia anunciou que concluiu um conjunto de testes durante os quais se desconectou com sucesso o país da Internet mundial. O Governo russo não revelou detalhes técnicos sobre os testes, adiantando apenas que testou vários cenários de desconexão, incluindo um cenário que simulava um ciberataque de um país estrangeiro.

Estes testes bem-sucedidos são o culminar de vários anos de planeamento, elaboração de leis pelo Governo russo e modificações físicas na infraestrutura de Internet local. Inicialmente, os testes foram agendados para abril deste ano, mas foram adiados até agora para dar ao Kremlin mais tempo para aprovar uma lei que os acompanha – a lei da soberania da Internet.

Esta lei concede ao Governo o poder de desconectar o país do resto da Internet com poucas explicações, apenas com base no argumento de “segurança nacional”. A lei determina que todos os provedores locais de serviços de Internet devem redirecionar o tráfego por meio de pontos de obstrução estratégicos sob a administração do Ministério das Comunicações da Rússia.

De acordo com a BBC, alguns especialistas estão preocupados com a tendência de desmantelamento da rede global da Internet.

“Infelizmente, a decisão russa é mais um passo para a destruição da Internet“, disse Alan Woodward, professor e cientista de computação na Universidade de Surrey. “Os países autoritários que querem controlar os que os cidadãos visualizam, já o fazem”, continuou, acrescentando ainda que estas medidas limitam o “acesso ao diálogo sobre o que se passa na própria nação” e que os mantém “na sua própria bolha”. A nova política pode vir mesmo a condicionar a liberdade de expressão.

Por outro lado, de acordo com um especialista em cibersegurança, os técnicos russos depararam-se com alguns problemas. “O governo russo teve alguns desafios técnicos na tentativa de aumentar o controlo online, sendo que foi incapaz de descodificar a encriptação da aplicação de mensagens Telegram”, garantiu Justin Sherman.

Ainda assim, o sucesso do teste russo pode ter implicações mundiais: outros países podem sentir-se tentados a seguir o mesmo caminho, fragmentando o acesso à Internet e acabando assim com a ideia de uma rede livre e mundial – que, desde sempre, foi o objetivo da existência da Internet.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Como todos os ditadores, querem o “controlo total” de tudo.
    O problema – para esta gente – é que não há forma de controlar o pensamento nem a inteligência nem a criatividade.
    A internet recompõe-se. Será talvez mais lenta, mas só isso.
    Os radioamadores têm alternativas e mesmo que se regresse à velha tecnologia dos modems, haverá sempre forma de ligar-se a alguém que está ligado a alguém que está ligado à internet.

  2. Situação delicada de analisar.
    Quem assistiu o filme de Eduard Snowden?
    De fato os americanos controlam o mundo com a rede mundial e informações priveligiadas.
    Isto é correto?
    Putin estaria errado?

RESPONDER

Pessoas que enfrentam bem a manhã são mais saudáveis (e trabalham melhor)

Vários estudos têm demonstrado que algumas pessoas enfrentam as manhãs de forma naturalmente melhor, o que faz com que tenham um conjunto de diferenças cerebrais que as tornam mais felizes quando acordam. Por outro lado, as …

Cavalos, elefantes e peixes. Circo alemão substitui animais por hologramas gigantes

Após muitas críticas e polémicas à volta do uso de animais em circos, o Circo Roncalli decidiu substituí-los por hologramas, tornando-se o pioneiro nesta abordagem futurista. Os circos têm uma história polémica devido ao facto de …

FC Porto 2-3 SC Braga | Vitória no Dragão leva Braga à final da Taça

O Sporting de Braga venceu hoje o FC Porto por 3-2, em jogo da segunda mão da meia-final da Taça da Portugal de futebol, e garantiu um lugar na final da competição. Depois do empate (1-1) …

Mona Lisa: a cadeira escondida que transforma o significado da obra de Da Vinci

O quadro da autoria de Leonardo Da Vinci é a obra de arte mais famosa do mundo. Contudo, há um detalhe que tem passado despercebido: a cadeira onde a misteriosa mulher está sentada. Escondida, mas …

"Projeto Xueliang". O plano chinês para fiscalizar 100% do espaço público

O "Projeto Xueliang" da China tem como objetivo fiscalizar a totalidade do espaço público, transformando vizinhos em agentes de vigilância do Estado. Em 2016, o município de Pingyi, localizado sete horas a norte de Shangai, tinha …

Há quem tome medicamento para cavalos para tratar covid-19, podendo envenenar-se acidentalmente

A pandemia de covid-19 gerou uma série de desinformações, algumas levando as pessoas a tomar medicamentos não prescritos para tratamento da doença, colocando em risco a sua saúde. Quando a cloroquina, medicamento para tratar a malária, …

Parece o "Batmóvel", é movido a energia solar e pode ser produzido em massa

A Aptera Motors está a preparar-se para lançar o primeiro automóvel movido a energia solar a ser produzido em massa até ao final do ano. A Aptera Motors, uma empresa norte-americana, apresentou recentemente o primeiro carro …

George Floyd. Minneapolis ia contratar influencers para combater desinformação durante julgamento de Derek Chauvin

A cidade de Minneapolis, nos Estados Unidos, planeava contratar seis influencers para ajudar a partilhar informações durante o julgamento de Derek Chauvin, o ex-polícia acusado de assassinar George Floyd. De acordo com a CNN, o plano …

Imagens revelam que a Coreia do Norte oculta local onde armazena armas nucleares. EUA planeiam agir

As imagens de satélite mostram que a Coreia do Norte tomou medidas para ocultar uma instalação, que as agências de inteligência dos EUA acreditam estar a ser usada para armazenar armas nucleares. A situação fez …

Antigo primeiro-ministro italiano Matteo Renzi recebeu envelope com duas balas

O antigo chefe do governo italiano Matteo Renzi recebeu, esta quarta-feira, um envelope com duas balas no interior, uma ameaça imediatamente denunciada por toda a classe política. O envelope foi entregue diretamente na sede do Senado, …