A Rússia desligou-se da Internet mundial com sucesso

O Governo russo anunciou, esta segunda-feira, que concluiu um conjunto de testes durante os quais desconectou com sucesso o país da Internet mundial.

Esta segunda-feira, a Rússia desligou a Internet de uma boa parte dos cidadãos do país para testar o controverso programa RuNet, que irá desmembrar a Rússia da rede mundial de computadores.

Os testes foram realizados durante vários dias, na semana passada, e envolveram agências governamentais russas, provedores locais de serviços de Internet e empresas russas locais.

De acordo com o ZDNet, o objetivo era testar se a infraestrutura nacional de Internet do país conseguiria funcionar sem acesso ao sistema DNS global e à internet externa. O tráfego foi redirecionado internamente, tornando o RuNet a maior Intranet do mundo.

O Governo russo não revelou detalhes técnicos sobre os testes, adiantando apenas que testou vários cenários de desconexão, incluindo um cenário que simulava um ciberataque de um país estrangeiro.

“As autoridades e as operadoras de telecomunicações estão prontas para responder a possíveis riscos e ameaças e garantir o funcionamento da Internet e da rede de telecomunicações unificada na Rússia”, garantiu Alexei Sokolov, responsável do Ministério de Desenvolvimento Digital, Comunicações e Meios de Comunicação da Rússia.

Sokolov disse ainda que os resultados promissores dos testes serão apresentados ao Presidente Vladimir Putin no próximo ano.

Estes testes bem-sucedidos são o culminar de vários anos de planeamento, elaboração de leis pelo Governo russo e modificações físicas na infraestrutura de Internet local. Inicialmente, os testes foram agendados para abril deste ano, mas foram adiados até agora para dar ao Kremlin mais tempo para aprovar uma lei que os acompanha – a lei da soberania da Internet.

Esta lei concede ao Governo o poder de desconectar o país do resto da Internet com poucas explicações, apenas com base no argumento de “segurança nacional”.

Para o fazer, a lei determina que todos os provedores locais de serviços de Internet devem redirecionar o tráfego por meio de pontos de obstrução estratégicos sob a administração do Ministério das Comunicações da Rússia.

No entanto, segundo o CanalTech, com uma ferramenta que permita ao país ter acesso a todos os dados que circulam pela sua Internet, seria possível identificar rapidamente uma ameaça – como um ciberataque -, mas também identificar o remetente daqueles dados.

Ou seja, ao mesmo tempo que pode servir para identificar o autor de um ataque ciberterrorista, pode também ser usada para identificar de que computador foi enviara uma crítica anónima ao Governo de Putin, por exemplo. Isto é extremamente perigoso num país onde os opositores do regime desaparecem depois de serem visitados pela polícia ou são encontrado mortos, vítimas de envenenamento.

Além disso, o sucesso do teste russo pode ter implicações mundiais: outros países podem sentir-se tentados a seguir o mesmo caminho, fragmentando o acesso à Internet e acabando assim com a ideia de uma rede livre e mundial – que, desde sempre, foi o objetivo da existência da Internet.

ZAP //

PARTILHAR

59 COMENTÁRIOS

  1. Estes pulhas andam declarar guerra ao mundo quando ninguém quer saber deles! Esta “história” nada é mais do que um pretexto para controlar a população à semelhança, do que faz o regime tenebroso da China! O mundo que deve ser aberto e livre, com as sua nações serem livres nos seus territórios. Com estes países com mentalidades de confrontação, jamais serão lugares onde os cidadãos – que são os verdadeiros donos dos Estados serão pessoas livres e, sem o paternalismo interesseiros de um canalha qualquer que se acha acima dos outros. Essas pessoas não podem livremente escolher o futuro e modo de vida que entenderem, sem obedecer a aos ditames desses canalhas, como Putin ou Xi Jinping, homens verdadeiramente perigosos -, Os povos com gente deste calibre nunca serão livres, sobretudo com povos habituados a sofrer a canga que os seus dirigentes lhes impõem! O put6in andou este Verão todo a anunciar tal como Hitler fazia “armas maravilha”, a semana passada estava com falta de ideias então “inventou” que a NATO se estava a preparara para uma operação em grande escala! Baboseiras que só têm ouvidos internamente pelos fanáticos – quer se atrever a contestar as opiniões destes monstros desaparece por “milagre” – e polos idiotas que, no Ocidente, fartos da boa vida, sonham com um brig Brother à semelhança do retratado por George Orwell. Morre tanta gente boa, menos estes monstros.

      • Como ainda pode não ver o que é tão evidente?? O Putin começou por ser um K.G.B. e curiosamente hoje é um espécie de Czar… Logo que os “seus” marinheiros agonisavam e morriam no Kursk enquanto ele estava (e permaneceu) de férias… Para mim, ficou logo tudo explicado. Mas enfim. Cada um obviamente tem todo o direito à sua opinião. Menos nesses países.

    • ” andam a declarar guerra ao mundo”
      Então diga-me qual o país que mais gasta em armas e que mais mete o nariz em assuntos internos de outros países?
      Diga-me qual o país mais expansionista(colonialista $$) dos últimos 100 anos?
      Preocupe-se o Sr com Portugal é deixe os outros e exterminarem-se que é um favor que fazem à humanidade.

    • Eu acho muito bem, ninguém tem de estar sempre sobre controlo dos imperialistas americanos, e da sua lingua horrivel, o mundo tem de se afastar aos poucos desse imperialismo maldito americano que quer controlar o mundo de qualquer jeito, a europa a muito que ja devia de ter construido uma rede propria de internet para não ter de depender desses yanques malditos que estão sempre a ameaçar os outros paises com sanções se não fizerem o que eles querem, a Rússia so está a mostrar que não precisa dos estados unidos para nada, e não estão despostos a lhe lamber o cu como fazem muitos outros paises.

    • E vc anjinho como é acredita que existem paises livres. Uns vigiam duma maneira e outros vigiam doutra.O Estado mais policial do Mundo, imagine, é o EUA. Tem polícias ate para policias.Deixe de ser anjinho.Vc entra na net e é super-vigiado

    • Totalmente de acordo, nós Portugueses não estamos longe disso, acções idênticas foram travadas a 25 de Novembro de 75, e fazem parte da agenda oculta comunista desde então, muito cuidado com essa escória.

    • Excelente comentário. Não diria melhor. Aqueles que trazem os EUA para esta conversa não sabem daquilo que falam, os EUA é um dos países do Mundo que mais respeita as liberdades individuais dos seus cidadãos.

    • Descrição típica daqueles que têm um cérebro lavado pela imprensa ocidental cujos donos são gente ligada aos criminosos gangues maçónicos judio /sionistas os crápulas que têm a economia dos EUA e UK, assim como de todo o mundo ocidental. Os mesmos responsáveis pelas recentes guerras no Médio Oriente que fez 2 milhões de mortos e 10 milhões de deslocados…. Os mesmos que desde ámuito borrifando-se nas leis e acordos internacionais andam a cercar a Rússia com tudo que é mísseis e armas pesadas, pois só com uma guerra de larga escala na Europa eles conseguiriam restaurar a economia falida dos EUA graças a todos os crimes económicos que esses canalhas têm feito. Assim não é de admirar que países que tenham tecnologia suficiente se queiram desligar da Internet pois como já sabemos este é o meio utilizado por governos centros do terrorismo internacional, (como é o caso de EUA, UK e IsraHell, tudo países dominados pelo criminoso Sionismo), para atacarem e destruírem empresas e infraestruturas eléctricas…. Tal como já aconteceu recentemente na Venezuela, Irão e mais tarde no Chile. Fazem-no em todos os países que querem submeter aos seus interesses….. e assim sendo fez muito bem a Rússia em isolar a sua rede de Net impedindo assim as acções criminosas destes canalhas.

  2. Desculpe que lhe diga, mas uma vez mais os russo tem razão. A história da internet livre e independente é o que se vê e está tudo bem quando os americanos controlam, se forem outros, aqui del rei.
    Explique lá porque razão o Trump quer taxar as importações francesas só porque eles lançaram impostos sobre as empresas americanas que tem lucros em França ?
    Agora se está tão preocupado com o controle fique a saber que o sr é mais do que controlado pelo seu telemóvel, pelos levantamentos bancários, pela via verde, etc, e não o vejo a reclamar !!!!
    Sabe que não pode pagar nas finanças mais do que 500 € em numerário, não pode levantar nu multibanco mais do que 400 € por dia, etc

    • Que grande confusão vai nessa cabeça. Só se esqueceu do aquecimento global e da Terra plana. No entanto, e respondendo apenas sobre a questão liberdade da Internet que todos usamos (a tal, dos “americanos”, segundo pensa você), o facto é que quem quiser criticá-los, criticar o Trump, ou criticar seja quem for, está na liberdade de o fazer, como o Sr. acabou de demonstrar. Nas Internets privadas da China e da Rússia acha mesmo que pode criticar e organizar campanhas contra o pensamento uniformizado estabelecido pelas entidades governamentais? Se acha que sim, das duas uma, ou é ignorante ou é um mentiroso cuja vontade maior é meter-nos de volta numa ditadura. Como o José disse, deve estar farto da boa vida.

      • Confusão ! A ignorância é atrevida …
        Eu não disse se é melhor ou pior o controlo feito por uns ou por outros, disse apenas que todos procuram controlar, não existem anjos e diabos e que todos tem aspectos muito negativos.
        Depois, do alto da sua sapiência explique lá como se furta aos controlos estabelecidos, só se for ruminar para um pasto no interior e mesmo assim se não lhe colocarem um chip na orelha.
        Aquilo que chama liberdade, fruto do pouco conhecimento que tem, outros chamam ditadura, ditadura do politicamente correcto, das ideias alinhadas, da AT.
        Como é um campeão da sapiência experimente andar com o emblema do PS na Madeira ou do PSD nos Açores e tente concorrer a um emprego público ? Tudo democrático e claro, sem qualquer confusão …
        Como diria o outro, atrás do teclado é um campeão mas compreenda que não vou gastar mais do meu tempo para dar pérolas a porcos …
        PS: já que não sabe mais, antes de insultar os outros pela incapacidade de leitura e interpretação vá pentear macacos … para não expressar de forma mais rude

    • – Sobre os telemóveis, só é espiado quem quer, existem alternativas além da Google e da Apple.
      – Via Verde só usa quem quer.
      – Sobre o dinheiro em numerário, é facilitador de corrupção e dado a roubos. Nos países mais avançados da Europa já nem se usa. Os limites que refere são perfeitamente naturais num pais que se quer desenvolvido.

      Tudo isto são coisas que podemos evitar usar (ou usar, no caso do numerário), mas regra geral facilita tanto a vida usarmos (ou não usarmos), que acabamos por ceder um pouco na privacidade. No entanto, a escolha é nossa. Na Rússia e na China, não só não tem escolha, como a privacidade é zero. E se no caso do telemóvel, via verde e cartões bancários estamos a partilhar dados com diferentes entidades que estão proibidas de partilhar dados entre si, no caso da China, é mesmo o governo que sabe tudo sobre si.
      Sinceramente, que razão pode o Asdrubal ter para querer viver em Ditadura?

    • Não é merda mas cagou o cão! Vai haver controlo a nível interno, a diferença é que o resto do mundo não vai ter acesso aos Russos, mais uma artimanha pra implementarem o comunismo e controlarem o cidadão, mais um ditador a crer governar o mundo, é por aí que começa! Boa jogada

    • O povo russo nunca viveu em liberdade, não sabe bem o que isso é e talvez por isso não a valorize, aceitando viver sob o jugo de déspotas.
      Claro que o principal objectivo é controlar todas as pessoas, detectando com oportunidade tudo o que possa ser entendido como ameaças.
      Putin tem um cerebro formado no KGB, a cujos quadros pertenceu.
      Os Gulags vão estar de volta.

    • Por amor de Deus, as caixas multibanco não deixam levantar mais de quatrocentos euros para não ficarem rotas no mesmo dia, nunca lhe aconteceu chegar a uma caixa e ela não ter dinheiro? Imagina um riquinho que põe todas as caixas rotas no mesmo dia kkkkkkk

  3. Só o facto de a Rússia de agora e a Rússia da URSS não serem realmente diferentes, devia de explicar algo de um país motivado e motorizada por uma bebida alcoólica

    • Tamanha ignorância este comentário, os russos não são motivados por essas bebidas “alcoólicas” antes pelo contrário, o que não falta são incentivos para deixarem de beber.
      Por algum motivo um país ou uma nação tão grande como a Rússia está apenas no 8 lugar de quem mais consome bebidas brancas e países menores que Portugal, como a Moldávia está em 4 lugar.
      Um enorme abraço!

      • “País tão grande e está apenas em 8º lugar”. Hehehehehehe
        Tamanha ignorância é não saber que os rankings são obviamente por milhar de habitantes.

  4. José, o que você diz está correcto mas o que diz o Asdrubal também está. A questão é mesmo essa: O problema está sempre em tudo o que vá contra a ideia de uma internet global e livre, com todos os defeitos e perigos de desinformação que ela apresenta.

    De facto, muita informação não é nem nunca foi sinónimo de maior sabedoria. A disponibilidade de informação implica um esforço ainda maior para destrinçar a informação verdadeira da falsa, e uma subsequente assimilação da informação para que se torne conhecimento. O conhecimento por usa vez tem ainda de passar por outro estado de maturação e assimilação para se transformar em sabedoria. Mas o acesso á informação, é um bom princípio e o começo de todo um processo (ainda que não o seu fim nem garantia de nada).

    Mas a ganância de poder (a maior ambição humana), é incompatível com isto já que importa manter um povo na ignorância, para o controlar. De facto EUA, China e Rússia são disso excelentes exemplos. Os EUA apenas tiveram a sofisticação de disfarçar o despotismo, de democracia.

  5. Eu acho muito bem, ninguém tem de estar sempre sobre controlo dos imperialistas americanos, e da sua lingua horrivel, o mundo tem de se afastar aos poucos desse imperialismo maldito americano que quer controlar o mundo de qualquer jeito, a europa a muito que ja devia de ter construido uma rede propria de internet para não ter de depender desses yanques malditos que estão sempre a ameaçar os outros paises com sanções se não fizerem o que eles querem, a Rússia so está a mostrar que não precisa dos estados unidos para nada, e não estão despostos a lhe lamber o cu como fazem muitos outros paises.

  6. O routeamento entre os países tem de ser controlado e tudo o que entra e sai também. A Internet é cada vez mais uma bomba prestes a explodir e tem de ser controlada. A capacidade de controlar remotamente sistemas em qualquer parte do mundo é uma falha de segurança brutal mesmo em sistemas encriptados ou que usem VPNs.
    O facto de haver capacidade de desligar do mundo para “fugir” a um eventual ataque deve ser algo que todos os países deviam fazer.
    A capacidade de disponibilizar uma intranet dentro de um país tem de ser algo inevitável para a segurança informática. E tem de ser incluída a Internet por satélite ou de provedores de VPNs com proxys.

    Em relação aos Russos… Que é de onde partem a maioria dos ataques é sem dúvida uma estratégia de ataque e defesa. Atacam e depois fecham tudo e ninguém entra.

  7. A mãe Rússia tem o direito de ser livre. Tudo que vem dos EUA só é livre até quando eles querem. Putin tomou a decisão acertada, não dando capacidade de reação aos imperialistas… Quando eles querem tu és livre… Quando eles não querem te oprimem…

  8. Eu acho muito bom.É uma boa maneira de proteger o país contra ataques e problemas ciberneticos.Eu apoiu a russia ás vezes e adoro a russsia.Sou caboverdiano(africano)

  9. Grande passo para a Rússia. Enquanto o tonto do Trump vai de parvoíce em parvoíce, a Rússia e China vão avançando com passos estratégicos.. Desconectarem-se da NET mundial quando necessário, mantendo o funcionamento interno é uma grande medida de auto defesa.

  10. E é aqui que entra em jogo a…. Starlink que ira permitir ter Internet ultrapassando essa barreira e as acções sobem.. Sobem.
    O mundo é divertido, não é

    • Caro leitor,
      Sem prejuízo de que “provedor” é sinónimo de “fornecedor”, no contexto da Internet (provavelmente por influência do inglês “ISP”) a expressão “provedor de serviço de internet” é comum e familiar — pelo menos para quem a usa há mais de 20 anos em Portugal.

  11. Tantos erros…
    Por exemplo, a história da “rede livre e mundial” que teria sido “desde sempre” o “objetivo da existência da Internet”: não é verdade. A Internet foi uma criação da DARPA, departamento do Ministério da Defesa dos EUA; e desde que foi “aberta” ao mundo tem servido aos EUA para disseminar a “sua” verdade, e eles mesmos há muito teem a capacidade de se “desligar”, tal como a Rússia agora, e desligar também o GPS.

    • Caro leitor,
      A Darpa não inventou a Internet. A DARPA inventou a ARPANET, uma rede de comunicação militar baseada no protocolo TCP/IP (simplificando, protocolo com pacotes de tráfego que quando encontram um caminho barrado procuram outro caminho para chegar ao destino) cujo objectivo era que o todo sobrevivesse sempre ao desaparecimento de uma das suas partes / células da rede. Tendo concluído que a gestão distribuída da ARPANET a tornava militarmente inútil, a DARPA entregou às universidades norte-americanas o projecto, e encarregou-as de o desenvolver, tornando-se este no que hoje conhecemos como a Internet.
      Esta mesma Internet, cujo backbone é gerido de forma descentralizada, foi até há pouco tempo tão livre quanto quanto nasceu e quanto poderíamos imaginá-la, liberdade essa ultimamente ameaçada pelas fúrias legisladoras que se levantaram nos dois lados do Atlântico.
      E na verdade, a Internet tem efectivamente servido aos EUA para disseminar a “sua” verdade, tal como tem servido a qualquer país, organização, religião, partido, empresa, ou pessoa, livremente, para disseminarem todas as “suas” verdades.
      E essa é provavelmente, ao mesmo tempo, a grande força e a grande fragilidade da Internet.
      Quanto ao GPS, os EUA não têm apenas a “capacidade” de o desligar. Têm o direito de o fazer. É deles.
      Para não estar dependentes do GPS dos americanos, quer a Europa quer a Rússia estão há anos a tentar desenvolver o seu próprio sistema de geoposicionamento por satélite. Lamentavelmente, o Galileu da UE e o GLONASS russo ficaram muito aquém das expectativas e muito abaixo da qualidade do GPS.

  12. Entretanto, a Fundação Geolíngua já possui um modelo, apresentado às universidades portuguesas, governo, PSP, GNR, RTP e, a imprensa em geral … entre outros, a partir de 1-1-1992 e, em 1996 ao Hotel Sheraton de Lisboa com apoio ideológico e material de dezenas de empresas multinacionais. – Está tudo muito bem documentado, incluindo o seu financiamento, totalmente a custo ZERO. – Entretanto, o Governo de Portugal aliado à falta de visão dos governos, povos e empresas da CPLP estão a ignorar e a bloquear o projeto da Fundação Geolíngua e que criou a GEONET. – Os GEOprojetos estão todos legalmente registrados nos órgãos competentes. – E, tudo será narrado em suporte livro, teatro e cinema, para que o mundo saiba o que acontece em Portugal, quando alguém que não seja “português” tem ideias brilhantes e, a custo, repito – ZERO!!! – Para quem tiver interesse, é só me contactar.

RESPONDER

Um terço das mulheres europeias herdou um gene neandertal favorável à fertilidade

Um terço das mulheres europeias herdou um gene neandertal favorável à fertilidade, sugere uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Max Planck, na Alemanha, e do Instituto Karolinska, na Suécia. Em causa está …

Combater a pobreza energética até 2040 custa 384 milhões por ano

Pela primeira vez, o Governo sabe quanto seria preciso investir para combater a pobreza energética até 2040: 7.671 milhões de euros  – o equivalente a 384 milhões de euros por ano. De acordo com o jornal …

Trump classifica movimento antifascista como organização terrorista

O Presidente norte-americano anunciou que vai classificar o movimento ANTIFA (antifascistas) como organização terrorista, e culpou os média por “fomentarem o ódio e anarquia” na onda de protestos contra a violência policial. “Os Estados Unidos da …

Megaoperação em Loures. PSP e PJ cercam bairro da Quinta da Fonte e detém nove pessoas

A Unidade Especial da Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Polícia Judiciária (PJ) estão, esta segunda-feira, desde antes das 7h, a fazer uma megaoperação no Bairro Quinta da Fonte, em Loures. Segundo avança a TVI24, …

Cientistas podem ter descoberto onde vive o stress no cérebro humano

Onde é que os sentimentos negativos, como a pressão e a ansiedade, existem no nosso cérebro? Cientistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, tentaram encontrar a resposta. Estudos anteriores indicam que os sentimentos subjetivos ou …

A atmosfera de Marte está a escapar para o Espaço (e já se sabe quem é o culpado)

Marte pode já ter sido um planeta habitável mas, ao longo de milhares de milhões de anos, a sua atmosfera escapou para o Espaço. Os cientistas mapearam as correntes elétricas na atmosfera marciana que podem …

Júpiter é tão grande que o nosso Sistema Solar quase teve dois sóis

O nosso Sistema Solar tem apenas uma estrela e uma série de planetas relativamente pequenos. No entanto, Júpiter esteve muito perto de se tornar o irmão mais pequeno do Sol. Júpiter é, de longe, o maior …

O detetive a bordo do rover da NASA Perseverance

Marte está muito longe da famosa 221 Baker Street, mas um dos detetives mais conhecidos da ficção estará representado no Planeta Vermelho quando o rover Perseverance da NASA pousar no dia 18 de fevereiro de …

Nem o mar profundo se safa das alterações climáticas

Um novo estudo mostra que as alterações climáticas já estão a bater à porta do mar profundo, e os seus habitantes poderão em breve estar em perigo. De acordo com o site IFLScience, a equipa de …

Príncipe belga pede desculpa por violar confinamento em festa ilegal em Espanha

O príncipe Joachim da Bélgica disse “lamentar profundamente” não ter respeitado “todas as medidas” do confinamento durante uma viagem a Espanha, onde participou numa festa ilegal em Córdoba que está a ser investigada pela polícia. Depois …