Rússia não assume responsabilidades no abate do MH17

(cv) Euronews / YouTube

A Rússia rejeitou os pedidos dos membros do Conselho de Segurança da ONU para assumir responsabilidades no caso do abate do voo MH17.

Esta terça-fera, a Rússia rejeitou os pedidos dos membros do Conselho de Segurança da ONU para assumir responsabilidades no caso do abate do voo MH17, quando sobrevoava a Ucrânia, em 2014.

Stef Blok, ministro dos Negócios Estrangeiros, pediu a Moscovo que aceitasse as conclusões de uma investigação, segundo a qual o avião foi abatido por um míssil Buk da 53.ª brigada antiaérea baseada em Koursk, na Rússia.

“Com base nas conclusões das equipas internacionais, a Holanda e a Austrália estão agora convencidas de que a Rússia é responsável pela instalação do sistema de mísseis Buk, usados para abater o MH17”, declarou, na semana passada, o chefe da diplomacia holandesa.

Vassily Nebenzia, embaixador russo na ONU, rejeitou os pedidos, sublinhando que a “linguagem dos ultimatos não é algo que qualquer um pode usar quando se dirige à Rússia”. “Não podemos aceitar a conclusão sem fundamento” da equipa de investigadores liderada pela Holanda, diss.

O ministro holandês desvalorizou os comentários do embaixador russo, “que não são novidade”, e instou mais uma vez a Rússia a trabalhar com a Holanda e a Austrália para identificar os responsáveis.

O voo MH17 saiu de Amesterdão, na Holanda, com destino a Kuala Lumpur, na Malásia, quando foi atingido por um míssil a leste da Ucrânia, a 17 de julho de 2014. Todos os 298 passageiros e tripulantes morreram no acidente.

A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, expressou apoio aos pedidos para que a Rússia reconheça o papel “na tragédia” e ajude os responsáveis a prestarem contas. Apesar das negações, “não há dúvida de que a Rússia está por trás do conflito ucraniano”, disse Nikki Haley.

Para o ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Pavlo Klimkin, a negação russa às conclusões da investigação não é “minimamente surpreendente”.

A Ucrânia irá apresentar documentos ao Tribunal Internacional de Justiça, no próximo mês, para mostrar que a Rússia está a quebrar as convenções sobre o antiterrorismo, garantiu o ministro ucraniano.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Meteoritos desconhecidos podem estar a "bombardear" a atmosfera da Terra à velocidade da luz

Não é segredo que a Terra ocasionalmente recebe rochas do Espaço que explodem na atmosfera ou causam impacto na superfície. A Terra também vê chuvas de meteoros regularmente sempre que passa por nuvens de detritos …

Descoberto o ingrediente secreto para desenvolver um escudo contra radiação espacial mortal

Investigadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte desenvolveram uma nova técnica para proteger eletrónicos da tecnologia de exploração militar e espacial da radiação ionizante. A nova abordagem é mais económica do que as técnicas …

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …