Investigação conclui: voo MH17 foi abatido por sistema de mísseis russos

Há mais provas. Uma investigação sugere que o voo MH17 entre Amesterdão e Kuala Lumpur foi abatido por mísseis militares russos aos sobrevoar a Ucrânia em 2014.

O Boeing 777 da Malaysia Airlines que caiu na viagem entre Amesterdão e Kuala Lumpur em julho de 2014 foi abatido por um sistema de mísseis militares russos. Esta é a conclusão de uma investigação levada a cabo por uma equipa internacional que investiga a tragédia do voo MH17.

Esta desconfiança existe já desde 2016 quando a investigação holandesa encontrou sinais de que o sistema 9K37 Buk, um sistema de defesa antiaéreo com mísseis terra-ar inventado pela União Soviética para interceptar aeronaves, tinha sido usado por altura da queda do voo.

A investigação revelou agora, pela primeira vez esta quinta-feira, que o míssil utilizado para derrubar o avião foi transportado por uma brigada militar russa. O sistema terá saído da Rússia e atravessado a fronteira com a Ucrânia para depois ser instalado no leste do país. Após o avião ter sido abatido, o sistema regressou à Rússia, conclui.

A Equipa de Investigação Conjunta “chegou à conclusão de que o BUK-TELAR que derrubou o voo MH17 veio da 53.ª Brigada de Mísseis Antiaéreos com base em Kursk, Rússia”, afirmou o investigador holandês Wilbert Paulissen. “A 53.ª Brigada integra as Forças Armadas da Rússia”, disse numa conferência na Holanda.

Segundo o Observador, os investigadores mostraram fotografias e vídeos que acreditam ser a prova da culpa russa. “Temos agora provas legais e convincentes que vão ser levadas à justiça”, disseram os holandeses envolvidos na pesquisa.

Estas provas constituem uma espécie de “impressão digital” do aparelho, explicam os investigadores. “Esta impressão digital foi comparada com várias imagens de BUK-TELARS, tanto ucranianos como russos. O único em que esta combinação de características foi encontrada, foi um BUK que foi filmado várias vezes quando se juntou ao contingente da 53.ª Brigada entre 23 e 25 de Junho de 2014”.

A Rússia nega qualquer envolvimento ou responsabilidade pela queda do avião e aponta o dedo à Ucrânia. Apesar disso, usou o veto adquirido através das Nações Unidas para não ser presente a um tribunal internacional.

Estas conclusões promete piorar as relações entre a União Europeia e a Rússia, pouco tempo depois do envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal no Reino Unido, que motivou a maior expulsão de diplomatas russos de países ocidentais desde a Guerra Fria.

Próximo passo

A equipa quer agora identificar os participantes diretos no lançamento do míssil. Segundo o Público, os investigadores deixaram um apelo público para que lhes façam chegar as informações necessárias sobre a identidade dos operadores do sistema.

“Quem fez parte da tripulação? Com que instruções é que o ativaram? Quem foi responsável pela instalação operacional deste BUK-TELAR a 17 de Julho de 2014? Estamos convencidos de que há muita gente que tem estas informações”, afirmou Paulissen.

O avião do voo MH17 fazia a rota entre Amesterdão e Kuala Lumpur com 298 pessoas a bordo, incluindo 173 holandeses, quando foi derrubado a 17 de julho de 2014. Em 2014, a companhia malaia Malaysia Airlines perdeu dois aviões.

Além do Boeing 777 – voo MH17 – abatido a 17 de julho por um míssil na zona de conflito do leste da Ucrânia, onde combatem as forças governamentais e os rebeldes pró-russos, a empresa perdeu também o avião que operava o voo MH370. O voo MH370 desapareceu a 8 de março, quando fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim, com 239 pessoas a bordo.

Uma semana depois do acidente confirmou-se que o último sinal foi recebido sete horas depois da partida, quando o aparelho sobrevoava o oceano Indico.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mais seis mortes, 325 novos casos e 237 recuperados

Portugal regista esta quinta-fira mais seis mortes por covid-19, 325 novos casos de infeção e mais 237 pessoas dadas como recuperadas em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …

"Filme fantástico". Novo livro revela cartas entre Kim Jong-un e Donald Trump

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, qualificou o seu relacionamento com o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, como um “filme fantástico”, segundo os editores de um livro a ser publicado, que revela a correspondência entre …

Grupo avisa Bruxelas que Portugal pode tornar-se ilha ferroviária na Europa

Um grupo de portugueses ligados ao setor ferroviário alertou a comissária europeia dos Transportes para a possibilidade de Portugal se tornar uma ilha ferroviária na Europa devido ao atraso em adotar "a bitola europeia" nas …

China encontra traços do coronavírus em asas de frango importadas do Brasil

Traços do novo coronavírus foram encontrados em asas de frango importadas do Brasil, na cidade de Shenzhen, no sul da China, noticiou, esta quinta-feira, um jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC). Os traços foram detetados …

Denúncia de Rui Pinto leva a congelamento de conta bancária da Doyen

Oito milhões de euros que estavam numa conta bancária do fundo de investimento Doyen foram congelados pelas autoridades portuguesas. Uma denúncia do whistleblower português Rui Pinto levou o fundo a ser investigado por suspeitas de fraude …

Preocupado com a Bielorrúsia, Macron ligou a Putin (e aproveitaram para falar da vacina russa)

O Presidente francês, Emmanuel Macron, manifestou esta quarta-feira ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, "uma preocupação muito grande" quanto à situação na Bielorrússia após a reeleição do chefe de Estado autoritário bielorrusso, Alexander Lukashenko. Segundo indicou …

Obras do Hospital Militar de Belém custaram mais do triplo do valor estimado

As obras no Hospital Militar de Belém, em Lisboa, custaram mais do valor inicialmente estimado, avançou o Diário de Notícias esta quarta-feira. De acordo com o jornal, estava inicialmente previsto que a reabilitação de três …

Autópsia a Valentina revela descolamento do crânio

A autópsia a Valentina, a menina de 9 anos encontrada morta na serra D’el Rei, em Peniche, distrito de Leiria, em meados de maio, revela descolamento do crânio, avança esta quinta-feira o Correio da Manhã. …

Rio pede "coerência" na lotação do Avante e faz comparação com estádios

O líder do PSD pronunciou-se sobre a lotação da festa do Avante, lembrando que, se for reduzida para metade, isso é o mesmo que os estádios do FC Porto ou do Sporting estarem cheios. Na sua …

Juiz Carlos Alexandre desiste de queixa contra Rui Pinto

A proposta do Ministério Público (MP) para que o pirata informático não continuasse a ser investigado dependia da autorização do "super-juiz", avança o Correio da Manhã. De acordo com o Correio da Manhã, o juiz Carlos …