Investigação conclui: voo MH17 foi abatido por sistema de mísseis russos

Há mais provas. Uma investigação sugere que o voo MH17 entre Amesterdão e Kuala Lumpur foi abatido por mísseis militares russos aos sobrevoar a Ucrânia em 2014.

O Boeing 777 da Malaysia Airlines que caiu na viagem entre Amesterdão e Kuala Lumpur em julho de 2014 foi abatido por um sistema de mísseis militares russos. Esta é a conclusão de uma investigação levada a cabo por uma equipa internacional que investiga a tragédia do voo MH17.

Esta desconfiança existe já desde 2016 quando a investigação holandesa encontrou sinais de que o sistema 9K37 Buk, um sistema de defesa antiaéreo com mísseis terra-ar inventado pela União Soviética para interceptar aeronaves, tinha sido usado por altura da queda do voo.

A investigação revelou agora, pela primeira vez esta quinta-feira, que o míssil utilizado para derrubar o avião foi transportado por uma brigada militar russa. O sistema terá saído da Rússia e atravessado a fronteira com a Ucrânia para depois ser instalado no leste do país. Após o avião ter sido abatido, o sistema regressou à Rússia, conclui.

A Equipa de Investigação Conjunta “chegou à conclusão de que o BUK-TELAR que derrubou o voo MH17 veio da 53.ª Brigada de Mísseis Antiaéreos com base em Kursk, Rússia”, afirmou o investigador holandês Wilbert Paulissen. “A 53.ª Brigada integra as Forças Armadas da Rússia”, disse numa conferência na Holanda.

Segundo o Observador, os investigadores mostraram fotografias e vídeos que acreditam ser a prova da culpa russa. “Temos agora provas legais e convincentes que vão ser levadas à justiça”, disseram os holandeses envolvidos na pesquisa.

Estas provas constituem uma espécie de “impressão digital” do aparelho, explicam os investigadores. “Esta impressão digital foi comparada com várias imagens de BUK-TELARS, tanto ucranianos como russos. O único em que esta combinação de características foi encontrada, foi um BUK que foi filmado várias vezes quando se juntou ao contingente da 53.ª Brigada entre 23 e 25 de Junho de 2014”.

A Rússia nega qualquer envolvimento ou responsabilidade pela queda do avião e aponta o dedo à Ucrânia. Apesar disso, usou o veto adquirido através das Nações Unidas para não ser presente a um tribunal internacional.

Estas conclusões promete piorar as relações entre a União Europeia e a Rússia, pouco tempo depois do envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal no Reino Unido, que motivou a maior expulsão de diplomatas russos de países ocidentais desde a Guerra Fria.

Próximo passo

A equipa quer agora identificar os participantes diretos no lançamento do míssil. Segundo o Público, os investigadores deixaram um apelo público para que lhes façam chegar as informações necessárias sobre a identidade dos operadores do sistema.

“Quem fez parte da tripulação? Com que instruções é que o ativaram? Quem foi responsável pela instalação operacional deste BUK-TELAR a 17 de Julho de 2014? Estamos convencidos de que há muita gente que tem estas informações”, afirmou Paulissen.

O avião do voo MH17 fazia a rota entre Amesterdão e Kuala Lumpur com 298 pessoas a bordo, incluindo 173 holandeses, quando foi derrubado a 17 de julho de 2014. Em 2014, a companhia malaia Malaysia Airlines perdeu dois aviões.

Além do Boeing 777 – voo MH17 – abatido a 17 de julho por um míssil na zona de conflito do leste da Ucrânia, onde combatem as forças governamentais e os rebeldes pró-russos, a empresa perdeu também o avião que operava o voo MH370. O voo MH370 desapareceu a 8 de março, quando fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim, com 239 pessoas a bordo.

Uma semana depois do acidente confirmou-se que o último sinal foi recebido sete horas depois da partida, quando o aparelho sobrevoava o oceano Indico.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Buracos negros minúsculos podem estar a "esconder-se" dentro de estrelas (e a devorá-las por dentro)

Uma equipa de investigadores tem um novo palpite sobre onde procurar a misteriosa matéria escura: esta pode estar a assumir a forma de buracos negros endoparasitários. De acordo com o ScienceAlert, buracos negros primordiais minúsculos, quase …

Maionese está a salvar tartarugas após derrame de petróleo em Israel

Membros do Centro Nacional de Resgate de Tartarugas Marinhas de Israel estão a usar maionese para limpar as vias respiratórias de tartarugas que inalaram petróleo em alto-mar. Israel fechou este domingo as praias mediterrânicas dias após …

Itália investiga empresas de entrega de comida. Há estafetas tratados "como escravos"

Itália está a investigar as empresas de entrega de comida online, com um promotor a lamentar que os estafetas que fazem as entregas, muitos deles imigrantes, são praticamente tratados "como escravos". Procuradores de Milão avançaram que …

O IONIQ 5 é o novo carro elétrico da Hyundai (e é enorme entre eixos)

O ano 2021 vai ser promissor na apresentação e lançamento de carros elétricos no mercado mundial. Algumas marcas, como a Hyundai, têm produtos prontos para serem comercializados. Agora, a marca sul-coreana apresenta o IONIQ 5. Com …

Em Moscovo, qualquer um pode ser vacinado contra a covid-19 (e até ganha um gelado)

Em Moscovo, capital da Rússia, a vacina Sputnik V está disponível gratuitamente a qualquer pessoa que queira ser vacinada desde 18 de janeiro. Os interessados não precisam de agendar a toma e até ganham um …

As abelhas convenceram-nos de que sabiam matemática. Mas mentiram-nos

O novo estudo não significa necessariamente que as abelhas não entendam números, mas sugere que os animais usam propriedades não numéricas para resolver problemas matemáticos. Vários estudos convenceram-nos de que as abelhas são pequenos génios matemáticos: …

Liam Thorpe era prioritário na vacinação contra a covid-19 por ter 6,2 cm. Foi um erro

Liam Thorp, um homem de 32 anos sem comorbilidades, foi incorporado na lista de cidadãos prioritários para a vacinação contra a covid-19 no Reino Unido. Tudo por causa de um erro no sistema, que o registou …

Decisão de Lyon de retirar carne das ementas escolares gera protestos em França

A decisão temporária do presidente da Câmara de Lyon, membro do partido Europa Ecologia - Os Verdes, está a ser recebida com protestos em França. De acordo com o jornal The Guardian, Grégory Doucet decidiu retirar …

Roma 3-1 SC Braga | Minhotos despedem-se na Cidade Eterna

Portugal está sem equipas na Liga Europa 2020/21. O Sporting de Braga deslocou-se a Roma e perdeu por 3-1, terminando a eliminatória dos 16 avos-de-final com um agregado de 5-1, após a derrota por 2-0 …

Desenhe o seu próprio icebergue. Um site diz-lhe se flutua ou se vira

Joshua Tauberer criou um simulador de icebergues com o objetivo de demonstrar que a glacióloga Megan Thompson-Munson estava certa. "Um icebergue alongado não flutuaria de cabeça, mas de lado", disse a especialista na semana passada. A …