Ricciardi acusa Ricardo Salgado de infâmia

Isabelmariapinto / Wikimedia; D.R. / bes.pt

José Maria Ricciardi e Ricardo Salgado

José Maria Ricciardi e Ricardo Salgado

O presidente do Banco Espirito Santo de Investimento, José Maria Ricciardi, acusou hoje o antigo presidente do BES, Ricardo Salgado, de “infâmia” por este ter sugerido que o primo tinha tido uma “contrapartida” após “denúncia” ao Banco de Portugal.

“É uma verdadeira infâmia”, declarou Ricciardi na comissão de inquérito à gestão do Banco Espírito Santo (BES) e do Grupo Espírito Santo (GES).

Primeiro, sublinhou, o Banco de Portugal (BdP) ou “qualquer entidade reguladora não faz negociações com administrações de instituições bancárias” e, segundo, falar com o regulador e denunciar situações menos lícitas é uma obrigação de um qualquer membro de uma administração.

“Não basta não ter participado nos atos que eventualmente possam ser considerados eticamente reprováveis ou mesmo ilícitos. É obrigatório quando se tem conhecimento deles não só se opor, fazer exigências para as atas, mas também denunciar os factos que se consideram graves à entidade reguladora”, frisou.

Horas antes, Salgado havia dito na comissão parlamentar não querer atacar a sua família, mas realçou perante os deputados que José Maria Ricciardi, seu primo, teve um comportamento “muito curioso”.

“O dr. Ricciardi teve um comportamento no mínimo muito curioso em relação àquilo que deveria quanto a mim ter tido. Certamente se fez alguma denúncia ao BdP é capaz de ter alguma contrapartida por isso. Não sei qual, não quero fazer suposições, mas acho curioso que isso tenha acontecido”, realçou o histórico banqueiro do BES.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Matrículas poderão ser renovadas automaticamente nos anos de continuidade de ciclo

As matrículas para o próximo ano letivo dos alunos do ensino obrigatório poderão ser renovadas automaticamente nos anos de continuidade de ciclo, se não houver alterações substantivas, de acordo com um despacho publicado na quarta-feira. O …

NOS avança com providência cautelar contra alteração das regras do leilão 5G

A NOS vai avançar com uma providência cautelar contra a alteração das regras do leilão propostas pela ANACOM, no dia em que termina o prazo para as operadores responderem. Na última quinta-feira, no 60.º dia de …

França aprova lei que alarga poder da polícia apesar de críticas e manifestações

O parlamento francês aprovou hoje um projeto de lei sobre segurança que visa alargar os poderes da polícia, apesar das críticas de ativistas dos direitos civis, que temem que a legislação ameace os esforços para …

Bancos dos Emirados estão a congelar contas da família dos Santos

Os bancos dos Emirados Árabes Unidos estão a congelar os bens da família dos Santos e de pessoas a ela relacionadas, respondendo a um pedido da justiça angolana efetuado a 13 de abril, avançou a …

A pedido da Comissão Europeia, EMA volta a rever dados da vacina da AstraZeneca

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) anunciou esta quarta-feira que está a rever os dados sobre a vacina Vaxzevria a pedido da Comissão Europeia. Segundo um comunicado citado pelo Observador, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) …

João Leão prevê para este ano défice de 4,5%. Ministro afasta aumento de impostos e austeridade

A terceira vaga da pandemia forçou o Governo a rever em baixa a previsão de crescimento da economia portuguesa para este ano. Assim, o ministro das Finanças antecipa um défice de 4,5% e crescimento de …

Já não é preciso isolamento para idosos que saiam dos lares por mais de 24 horas

Os idosos que vivem nos lares e que saiam por períodos superiores a 24 horas já não precisam de fazer o isolamento de 14 dias, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Na orientação atualizada nesta quinta-feira, …

Mais duas mortes e 501 casos nas últimas 24 horas em Portugal

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) indica que Portugal registou, nas últimas 24 horas, 501 novos casos de covid-19. O relatório desta quinta-feira (15 de abril) dá também conta de mais duas mortes …

PCP quer criar crime de enriquecimento injustificado com pena agravada para políticos

O PCP propôs esta quinta-feira, no Parlamento, a criação do crime de enriquecimento injustificado, com penas até três anos, mas que é agravado para titulares de cargos políticos e públicos, até aos cinco. O projeto dos …

Câmara de Lisboa estende testagem gratuita a todos os moradores

A Câmara de Lisboa decidiu alargar, a partir de quinta-feira, a testagem gratuita nas farmácias à covid-19 a todos os moradores, deixando o programa de estar limitado às freguesias com maior incidência da doença, foi …