Ricardo Salgado usou perdões fiscais para legalizar 34 milhões de euros

Nisopedia / Wikimedia

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

Ricardo Salgado beneficiou de três perdões fiscais que lhe permitiram recuperar para contas em Portugal mais de 34 milhões de euros que estavam na Suíça.

Dados avançados pelo jornal Correio da Manhã revelam que Ricardo Salgado, ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES), declarou mais de 34 milhões de euros no âmbito do RERT, o Regime Excepcional de Regularização Tributária, que permitiu recuperar para as contas nacionais elevadas quantias que estavam depositadas no estrangeiro.

Ricardo Salgado terá beneficiado de perdões fiscais nos anos de 2005, 2010 e 2012, argumentando sempre que estes valores, que se encontravam na Suíça, eram provenientes de trabalho feito exclusivamente no estrangeiro.

Além de Ricardo Salgado, outros elementos do universo BES terão usufruído também de perdões fiscais, adianta o Correio da Manhã.

O jornal cita os casos de António Ricciardi, pai de José Maria Ricciardi, de José Manuel Espírito Santo, Manuel Fernando Espírito Santo e de três filhos de Mário Mosqueira do Amaral.

O CM nota que, em conjunto, os membros da família de Salgado declararam às Finanças mais de 54 milhões de euros que estariam em contas na Suíça.

A legalização desta avultada quantia terá rendido ao Fisco 3,42 milhões de euros em impostos.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. 54 milhões de euros terão rendido ao Estado 3,42 milhões de euros em impostos. Parece porreiro, pá! mas eu desconto muito menos a título de IRS, mas a que corresponde uma percentagem muito superior. Obviamente, sou um ilustre desconhecido, não tenho amigos na política. Mas, será que para os partidos socialistas e sociais-democrata esta repartição de taxas observa os princípios da justiça social? Não estarei com os meus poucos milhares de impostos pagos, a contribuir com muito mais esforço?
    Do que os partidos têm dado sinais, é que nada disso está para alterar, é que a lei fiscal tem sido feita para beneficio dos poderosos, do que resulta, o Estado e as instituições (Salgado era uma instituição, pelo que distribuía pelos partidos) não terem estado a cumprir com a Constituição, com os princípios da moral, nem terem mostrado qualquer preocupação com o Interesse Público e o bem comum, quando estão envolvidos os poderosos cá do jardim. É de chancas que tomam decisões

RESPONDER

YouTube remove vídeos que vinculam falsamente a Covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a engenheiros. Agora, o YouTube está a reprimir essa desinformação. O YouTube informou que removerá …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …

Viseiras de Leiria despertam cobiça. Bélgica e EUA queriam comprar toda a produção

Várias empresas de moldes e plásticos da região de Leiria estão a fabricar viseiras de protecção contra a Covid-19. Uma adaptação em tempos de pandemia que está a levantar atenção no estrangeiro, com EUA e …

Apple vai começar a produzir um milhão de máscaras por semana

O presidente da Apple, Tim Cook, anunciou que a empresa poderá produzir um milhão de máscaras por semana a partir do próximo fim de semana. Tim Cook explicou, na sua conta da rede social Twitter, que …

Robert Weighton é o homem mais velho do mundo. Tem 112 anos

Com 112 anos completados no dia 29 de março, o britânico Robert Weighton tornou-se o homem mais velho do mundo. Robert Weighton nasceu no dia 29 de março de 1908, em Kingston-Upon-Hull, no Yorkshire. Ao longo …