Cientistas descobriram o inesperado culpado dos “ataques sónicos” em Cuba

Rolando Pujol / EPA

Embaixada dos EUA em Havana, Cuba

Cientistas da Universidade da Califórnia em Berkeley, nos Estados Unidos, e da Universidade de Lincoln, no Reino Unido, analisaram uma gravação do ruído utilizado alegadamente para os “ataques acústicos” contra diplomatas norte-americanos em Cuba, e chegaram a uma conclusão completamente inesperada.

Há mais de dois anos que o ruído misterioso e possivelmente prejudicial, registado na embaixada dos Estados Unidos em Cuba, confunde as autoridades.

Depois de serem surpreendidos por um ruído agudo e persistente, vários diplomatas norte-americanos adoeceram, apresentando sintomas enigmáticos que incluíam dores de cabeça, dores de ouvidos, vertigens, náuseas e perda auditiva.

Na altura, os investigadores suspeitaram de que o chamado “ataque sónico” pudesse ter vindo de algum tipo de arma ultrassónica, que fazia explodir ondas sonoras ou microondas. No entanto, esta gravação bizarra pode, afinal, ter sido produzida por nada mais do que chilrear de grilos.

“Na comunidade médica há muitas controvérsias sobre que tipo de dano físico, se é que há algum, pode ter sido sofrido pelas pessoas afetadas. Tudo o que posso dizer é que o registo publicado pela agência A.P. é de um grilo, e achamos que sabemos a que espécie pertence”, assinalou um investigador.

Segundo Alexander Stubbs, da Universidade da Califórnia, e Fernando Montealegre-Z, da Universidade de Lincoln, os ruídos pertenciam ao grilo de cauda curta (Anurogryllus celerinictus), um inseto muito famoso pelos seus grunhidos durante o acasalamento. As conclusões dos cientistas foram apresentadas no decorrer de uma reunião anual da Sociedade para Biologia Integrativa e Comparativa (SICB).

Quando as tais gravações bizarras eram comparadas aos chilros habituais deste grilo, os dois sons combinavam “em detalhes com nuances” e partilhavam a mesma taxa de frequência.

As únicas discrepâncias observadas eram, porém, facilmente explicadas: enquanto os biólogos registam o som dos grilos na natureza, os diplomatas faziam as gravações dentro de uma casa.

Esta conclusão não significa que não houve qualquer ataque sónico, nem tampouco que os sintomas dos diplomatas eram inteiramente psicossomáticos. Os cientistas defendem que pode ter havido algum tipo de interferência catastrófica que causou todo o evento que afetou 26 diplomatas norte-americanos. No entanto, a gravação pouco ou nada teve a ver com isso.

Aliás, mesmo que os grilos possam ter causado distúrbio, emitindo um ruído contínuo e perturbador, estes animais não têm o poder de causar danos aos seres humanos.

LM, ZAP // ScienceAlert

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Os grilos são f%&$#%
    Qualquer dia ainda vêm os de sempre… aqueles das teorias da conspiração… dizer que os grilos querem tomar conta desta merda toda.

RESPONDER

Empresa portuguesa quer produzir alface em câmaras frigoríficas (e podem ser levadas para Marte)

A empresa Grow to Green promete que vai produzir alimentos indoor. É possível gastar menos 98% de água na produção de alface, o que permite cultivá-lo diretamente no supermercado, no deserto ou, quem sabe um …

May rejeita novo referendo, apresenta Plano B do Brexit e pede ajuda à oposição

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, rejeitou esta segunda-feira convocar um segundo referendo sobre o Brexit e afirmou que espera voltar a debater com a União Europeia o controverso plano de salvaguarda elaborado para …

Porto vende 35 mil francesinhas por dia (e os turistas adoram)

O Porto vende pelo menos 35 mil francesinhas por dia nos mais de 700 cafés e restaurantes da cidade, o que significa que por mês há cerca de um milhão daquelas sanduíches especiais a serem …

China limita número de alpinistas autorizados a escalar Everest

O número total de alpinistas que tentam alcançar o topo do Everest, a 8.850 metros de altitude, a partir do norte, serão limitados a menos de 300, e a temporada de escalada será restringida à …

Rede francesa de solidariedade acolhe brasileiros que queiram fugir de Bolsonaro

Solidarité Brésil é o nome da iniciativa, lançada esta sexta-feira, em Paris, que tem como objetivo ajudar estudantes, artistas ou intelectuais que se sintam ameaçados no Brasil de Jair Bolsonaro. Podem ser estudantes, investigadores, artistas, professores, …

Todos os dias cinco portugueses tornam-se britânicos

Todos os dias, em média, cinco emigrantes portugueses tornam-se britânicos. Só entre janeiro de 2017 e setembro de 2018, 2.655 emigrantes no Reino Unido conseguiram obter cidadania britânica, número que supera o total de autorizações …

O maior encontro religioso do mundo leva 150 milhões de pessoas à Índia

Até 04 de março, são esperados na cidade indiana Allahabad cerca de 150 milhões de peregrinos, que buscam proteção e purificação nas águas que cruzam os rios sagrados Ganges, Yamuna e Saraswati, durante aquele que é …

Ciclistas indignados com anúncio que mostra bicicleta a ser abalroada

Um anúncio de publicidade do Continente em que um ciclista é abalroado por um automóvel está a gerar indignação. A Federação Portuguesa de Ciclismo já pediu a retirada do anúncio e apresentou queixa à Entidade …

Hoje, Wall Street parou. É dia de Martin Luther King Jr

Desde 1986 que se realiza, nos EUA, na terceira segunda-feira de janeiro, o dia de Martin Luther King Jr., um feriado federal. A bolsa de Nova York estará encerrada, assim como a maior parte das …

Vaticano acusado de conhecer má conduta de bispo argentino desde 2015

O Vaticano recebeu informações entre 2015 e 2017 de que um bispo argentino próximo do papa exibia um comportamento "obsceno" e foi acusado de má conduta com seminaristas, segundo um religioso citado pela Associated Press. As …