Relatório sobre Tancos é tão secreto que ninguém sabe quem o fez

Paulo Vaz Henriques / Portugal.gov.pt

O Primeiro-Ministro António Costa, e o Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa

O primeiro-ministro, António Costa, reiterou esta noite desconhecer o relatório noticiado pelo Expresso sobre o furto de armas em Tancos, sublinhando que o documento não pertence a “nenhum organismo oficial” do Estado.

“Não sei a que documento se refere o Expresso. Sei que não é de nenhum organismo oficial do Estado português”, disse António Costa, em declarações à RTP em Almancil, no concelho de Loulé, à margem de uma iniciativa de apoio aos candidatos locais nas autárquicas de outubro.

O semanário Expresso divulgou hoje um relatório, que atribuiu aos serviços de informações militares, com cenários “muito prováveis” de roubo de armamento em Tancos e com duras críticas à atuação do ministro da Defesa Nacional, na sequência do caso conhecido em 29 de junho.

O relatório de 63 páginas citado pelo Expresso foi elaborado cerca de um mês depois do anúncio do furto na Base de Tancos, de onde foi levado diverso material de guerra.

Classificando o caso de “extrema gravidade” e notando que deve ser “investigado e definidas todas as consequências”, o relatório aponta a actuação do ministro da Defesa, Azeredo Lopes, como de uma “arrogância quase cínica” e de “ligeireza, quase imprudente”.

Também o Chefe de Estado-Maior do Exército, o General Rovisco Duarte, é criticado porque, embora tenha assumido as suas responsabilidades, “não terá tirado consequências” das mesmas.

O primeiro-ministro sublinhou que o Estado-Maior-General das Forças Armadas já “desmentiu a autenticidade desse documento”, tal como o secretário-geral dos Serviços de Informações.

Para o líder do executivo do PS, sai fragilizada a “credibilidade da informação” e dos que “comentam notícias sem verificar a veracidade dos documentos”, aludindo ao presidente do PSD, Pedro Passos Coelho.

“Acho absolutamente lamentável que Passos Coelho tenha feito comentários com base numa notícia sem primeiro sequer confirmar se esse documento era autêntico”, sublinhou António Costa.

Receio muito que estejamos a falar sobre algo fabricado e não sobre um documento autêntico. Um documento autêntico já sabemos que não é”.

Em declarações ao DN, o porta-voz do Estado-Maior General das Forças Armadas, tenente-coronel Hélder Perdigão, por sua vez, diz desconhecer existência de qualquer documento feito sobre Tancos pelo seu Centro de informações militares.

O EMGFA “desmente categoricamente” que o Centro de Informações e Segurança Mlitares tenha feito qualquer relatório sobre o furto de material em Tancos, realça o seu porta-voz, e “desconhece qualquer outro documento com o teor das afirmações publicadas no artigo em causa”.

Em declarações prestadas na Festa do Outono em Serralves, no Porto, também o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa diz que não leu o relatório, nem sequer “a notícia sobre o relatório”.

Ninguém esperaria que o Presidente da República comentasse uma notícia sobre um relatório secreto, de um serviço secreto”, disse Marcelo, reforçando a necessidade de se perceber se “houve ou não houve crime”. Caso tenha havido, é preciso saber “como é que aconteceu e quem são os responsáveis”.

Entretanto, em nota divulgada às 18:00, o Expresso garante que “o documento existe e é verdadeiro”, e que a credibilidade do documento foi confirmada pelo jornal “junto de várias fontes.

As fontes humanas citadas pelo relatório, que contém informação de cariz militar e também ao nível da segurança interna, “são militares no ativo e também na reserva”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …