Reino Unido ultrapassa número de óbitos da China. Itália ainda não conseguiu inverter a curva

Jean-Christophe Bott / EPA

O Reino Unido regista agora um número de óbitos superior ao número registado na China. Em Itália, embora o pico já possa ter sido ultrapassado, o país ainda não conseguiu inverter a curva epidemiológica.

Nas últimas 24 horas, morreram mais 684 pessoas no Reino Unido devido ao novo coronavírus. Agora, o total de mortos é 3.605, um número superior ao da China, que regista 3.322 vítimas.

Na quinta-feira, o aumento de mortos tinha sido de 569 pessoas. Atualmente, o país tem 38.168 casos confirmados de pessoas infetadas com covid-19, o oitavo país do mundo com mais ocorrências.

Destes, incluem-se o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e o herdeiro do trono, o príncipe Carlos, que são casos confirmados de Covid-19.

Boris Johnson utilizou o Instagram para avisar a população do Reino Unido para ficar em casa. No vídeo, o político diz que “ainda tem febre”, mas “já cumpriu os sete dias de isolamento”. No entando, continua a trabalhar.

No Twitter, a casa real do país revelou que a rainha Isabel II falará ao país no próximo domingo às 20h.

Esta será a quarta vez no seu trajeto que a rainha Isabel II partilha uma mensagem à população. Antes, só o fez durante a Guerra do Golfo (1991), depois do funeral da Princesa Diana (1997) e para agradecer aos britânicos o carinho depois da morte da rainha mãe (2002).

Itália ainda não conseguiu inverter curva

Nas últimas 24 horas, morreram 766 pessoas por covid-19 em Itália e registaram-se 4.585 novos casos de infeção. Os números totais em Itália, país europeu que se tornou no centro global da pandemia depois do pico na China, sobem para 119.827 casos confirmados, 14.681 mortes e 19.758 doentes recuperados.

Itália chegou a ter perto de mil mortes e seis mil casos novos num dia, altura em que se acredita que o país tenha atingido o pico do número de novas infeções.

Embora o pico já possa ter sido ultrapassado, Itália ainda não conseguiu inverter a curva epidemiológica e começar a reduzir o número de casos ativos a precisar de cuidados de saúde.

França com 588 mortes e Espanha com 809

O número de mortes provocadas pelo novo coronavírus nos hospitais franceses subiu para 5.091, mais 588.

No total, 6.507 pessoas morreram de Covid-19 desde que a pandemia entrou em França. Além das 5.091 baixas registadas nos hospitais, 1.416 pessoas morreram em lares e casas de repouso.

Nas últimas 24 horas, os hospitais franceses contabilizaram mais 5.333 casos confirmados, elevando o número total para 64.338.

Jérôme Salomon avisou ainda que o país está longe de chegar ao pico da curva desenhada pela pandemia.

Em busca de respostas sobre que terapêuticas devem ser usadas nestes pacientes, França anunciou o início de ensaios clínicos com mais de 600 doentes.

Enquanto isso, Espanha registou mais 809 mortos nas últimas 24 horas. O total de óbitos é de 11.744. Há mais 5.537 novos casos, subindo o total para 124.736 infetados.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Acabou-se o amor e as versões alteraram-se." Maria e Mariana julgadas pela morte de Diogo Gonçalves

O Tribunal de Portimão começou, esta quarta-feira, a julgar duas mulheres suspeitas de terem matado um jovem, em março do ano passado, no Algarve. As arguidas - uma enfermeira e uma segurança - estão acusadas pelo …

Dois anos depois, primeiro produto de canábis chega às farmácias em abril

Dois anos depois de aprovada a lei, as farmácias portuguesas já receberam "luz verde" para começar a vender o primeiro produto de canábis a partir de abril. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança …

"Sucesso completo". China declara (outra vez) que erradicou a pobreza extrema

O Presidente da China, Xi Jinping, declarou esta quinta-feira oficialmente que o país concluiu a "árdua tarefa" de erradicar a pobreza extrema, apontando que 98,99 milhões de pessoas saíram daquela condição nos últimos oito anos. "Hoje, …

Relatório acusa príncipe saudita de aprovar a morte de Khashoggi

Um relatório da inteligência norte-americana conclui que o príncipe herdeiro saudita aprovou o assassínio do jornalista Jamal Khashoggi, em 2018. O príncipe herdeiro e governante da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, aprovou o assassínio em 2018 …

Venda de barragens. Terra de Miranda acusa EDP de fraude fiscal

O Movimento Cultural da Terra de Miranda suspeita que o negócio das barragens da EDP foi arquitetado de forma a escapar ao pagamento de impostos. Em causa está o pagamento de 110 milhões de euros …

Entre acusações a um Governo "incompetente" que "saiu do armário", foi aprovado o estado de emergência até 16 de março

Esta quinta-feira foi aprovada, na Assembleia da República, a renovação do estado de emergência até 16 de março. O decreto passou com votos a favor do PS, PSD, CDS, PAN e deputada não inscrita Cristina …

Alterações climáticas geram mais de 12 mil milhões de euros de perdas anuais na UE

Na apresentação da nova estratégia de Bruxelas para fazer face à crise ambiental, o vice-presidente executivo da Comissão Europeia, Frans Timmermans, afirmou que o combate às alterações climáticas já não passa apenas pela redução das …

Finalizada vacina da Moderna para combater variante sul-africana da covid-19

A vacina da Moderna, alterada para combater também a variante sul-africana da covid-19, está pronta e foi enviada, na quarta-feira, a vários institutos de saúde norte-americanos para o início dos testes clínicos. Como lembrou a TSF, …

Ex-agente sírio condenado na Alemanha por cumplicidade em crimes contra a Humanidade

A justiça alemã condenou, esta quarta-feira, um ex-membro dos serviços secretos sírios a quatro anos e meio de prisão por "cumplicidade em crimes contra a Humanidade" no primeiro julgamento no mundo ligado aos abusos atribuídos …

França pondera passaporte de vacinação e códigos QR para regresso à "normalidade"

O governo do Presidente francês Emmanuel Macron está a estudar formas de recuperar alguma normalidade, admitindo a implementação de passaporte de vacinação e soluções com código QR para cruzar fronteiras e ter acesso a restaurantes, …