Reguengos. Afinal, o relatório da Segurança Social enviado ao MP foi feito antes do início da pandemia

Rodrigo Antunes / Lusa

A Segurança Social esteve no lar de Reguengos em março, antes do estado de emergência ser declarado e da covid-19 ser um problema. Um documento que Ana Mendes Godinho enviou para o Ministério Público, revela que apenas houve um relatório onde foram detetadas pequenas falhas e onde foi registado que o lar cumpria os requisitos legais.

O tema que tem dado que falar nos últimos meses, regressa ao Parlamento esta quarta-feira, com as ministras do Trabalho e da Saúde a explicarem aos deputados o que correu mal no lar de Reguengos, cujo surto causou 18 mortes.

Com a polémica instalada perante um dos maiores surtos em lares de idosos, a ministra da Solidariedade e da Segurança Social requereu toda a informação existente nos seus serviços sobre a instituição.

A 14 de julho – altura em que já haviam 17 mortos – Ana Mendes Godinho recebeu um relatório, dois dias depois, que decidiu enviar para o Ministério Público. O jornal Expresso teve acesso ao documento que tem por base a última “visita de acompanhamento” à instituição feita pelos serviços da Segurança Social. A data remonta a 11 de março de 2020, altura em que ainda não tinha sido declarado o estado de emergência em Portugal.

No relatório de março não foi detetada nenhuma irregularidade, nem consta qualquer matéria de natureza criminal. O resultado da fiscalização de rotina foi positivo para o lar de Reguengos, apenas se assinalava um “défice de ajudantes de cozinha”.

Este é um dos documentos que, esta quarta-feira, estará em cima da mesa da comissão parlamentar do Trabalho e Segurança Social que contará com a presença das ministras Ana Mendes Godinho e Marta Temido, que deverão explicar o que correu mal no lar.

A iniciativa de convocar as duas responsáveis governamentais, partiu do CDS, PSD e PAN que acusam o Governo de uma “gravíssima incapacidade em prevenir e combater a recorrente ocorrência de surtos em lares”.

De acordo com o Expresso, o relatório da Segurança Social sobre o lar é anódino. Está escrito que “a Estrutura Residencial funciona num equipamento social adaptado à resposta social, numa antiga casa senhorial”, mas ainda assim é certo que “alguns espaços, como alguns quartos, carecem de requalificação para melhorar as condições de conforto dos idosos”.

No relatório – agora entregue ao Parlamento – o que se considerava “recomendável” era apenas a troca de algum mobiliário “como de algumas camas que se encontram em mau estado, por camas articuladas”.

Em março, os técnicos registaram ainda que o lar dispunha de assistência médica e de serviços de enfermagem, o que depois veio a confirmar-se deficiente. No documento, estavam ainda “identificados os responsáveis pela supervisão dos cuidados de saúde de cada cliente”, garantido apoio psicossocial aos utentes e até existia um plano de atuação para situações de emergência no lar.

No final da visita, a ficha que diz respeito à “descrição das irregularidades” detetadas no lar ficou em branco – revela o Expresso.

O relatório apresentado à ministra da Segurança Social inclui ainda uma cronologia dos acontecimentos entre o dia 9 de março – altura do “envio do email à Fundação com o toolkit IPSS, elaborado pela Direção-Geral Saúde, relativa ao no Coronavírus” – e dia 13 de julho, véspera da entrega do documento ao gabinete da Praça de Londres.

O documento sublinha que, para fazer face à pandemia da covid-19 foram distribuídos no lar 30 329 equipamentos de proteção individual, “não se tendo registado, em nenhum momento, situações de rutura”, garante-se. O lar tinha um plano de contingência “desde março 2020” que previa, “em caso de rutura ou comprometimento do estabelecimento, a afetação dos trabalhadores de outras respostas sociais da própria instituição”.

As falhas detetadas quando o surto atingiu o estabelecimento são explicadas pelos técnicos da Segurança Social na documentação anexa por uma “fragilidade” que os próprios responsáveis distritais não acautelaram. “Não estava prevista a substituição das lideranças técnicas e de recursos humanos”, diz o relatório, explicando que, quando a diretora técnica e a diretora de recursos humanos testaram positivo, a situação complicou-se.

A conclusão, em “termos analíticos” é que “o cumprimento integral do Plano de Contingência em matéria de Recursos Humanos ficou prejudicado pelo elevado número de colaboradores que testaram positivo, pela quantidade de outros colocados em situação de quarenta ou isolamento profilático, mas também pelo inusitado número de colaboradores que apresentaram CIT – Certificado de Incapacidade para o Trabalho”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

E agora, Portugal? Depois do Grupo da Morte... Bélgica, Itália, França e Espanha no quadro

Teoricamente, desta vez a seleção nacional ficou claramente do lado mais forte na fase a eliminar do Europeu. Haverá um "escaldante" Inglaterra-Alemanha nos oitavos-de-final. Muitos adeptos portugueses ainda se lembram do golo tardio, noutro jogo, que …

Parlamento Europeu aprova novo estatuto do Provedor de Justiça

O Parlamento Europeu aprovou o novo estatuto do Provedor de Justiça Europeu que vai passar a trabalhar com novas regras, podendo avançar com os próprios inquéritos, prevendo-se também no novo regulamento medidas de proteção para …

Fernando Santos: "Estava a dizer à equipa para se chegar à frente"

Explicação do selecionador nacional, que esteve muito agitado durante os últimos minutos do Portugal-França. Uma primeira parte "excelente" e uma decisão duvidosa da equipa de arbitragem que alterou o resultado perto do intervalo. Fernando Santos começou …

Alemanha 2-2 Hungria | Goretzka salva germânicos no fim

Uma Alemanha impiedosa ao atrevimento da Hungria rendeu hoje um empate a duas bolas, selando a qualificação germânica para os ‘oitavos’ do Euro2020 e a despedida dos magiares no quarto e último lugar do Grupo …

Quase 900 funcionários dos Serviços Secretos dos EUA contraíram covid-19

Aproximadamente 900 funcionários dos Serviços Secretos dos Estados Unidos (EUA) testaram positivo para o coronavírus, de acordo com registos do governo obtidos por um grupo de vigilância. De acordo com os registos, obtidos pela Citizens for …

Portugal 2-2 França | Jogo louco vale empate com sabor a oitavos

A seleção portuguesa de futebol qualificou-se hoje para os oitavos de final do Euro2020, ao empatar 2-2 com a campeã mundial França, em encontro da terceira jornada do Grupo F do Euro2020, na Puskás Arena, …

Em 2020, mais de 8.500 crianças foram usadas como soldados

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), no ano passado, mais de 8.500 crianças foram usadas como soldados e quase 2.700 foram mortas devido à proximidade com vários conflitos existentes em todo o …

Portugal vs França: seleção empata 2-2 e está nos oitavos do Euro!

A seleção de Portugal jogou esta quarta-feira contra a França, num encontro que podia significar o apuramento para os Oitavos de Final do Euro 2020 ou o regresso a casa mais cedo e sem glória. …

Rússia nega investimento em IA para criação de microchips cerebrais

A Rússia negou as alegações de que estaria a investir em Inteligência Artificial que permitiria aos humanos controlar carros, aviões e usinas nucleares através de microchips implantados nos seus cérebros. O diário Kommersant relatou na terça-feira …

Bombeiro que socorreu a princesa Diana após o acidente revela as suas últimas palavras

Quase 24 anos depois da morte da princesa Diana, o chefe dos bombeiros que esteve no local na noite do acidente em Paris, revelou as suas últimas palavras. Amada por todo o mundo, a princesa do …