PSD-Lisboa provoca Passos

PSD / Flickr

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho

Passos Coelho ainda não definiu quem vai ser o candidato do PSD à Câmara de Lisboa, nas eleições autárquicas do próximo ano, mas a concelhia do partido já escolheu quem vai coordenar o programa político e é um crítico do líder social-democrata.

José Eduardo Martins, ex-secretário de Estado de um governo PSD e uma das vozes mais críticas de Passos Coelho, nos últimos tempos, foi a figura escolhida pelo PSD-Lisboa para a coordenação do programa eleitoral para a capital nas próximas autárquicas.

Uma decisão que está a ser encarada como uma “provocação” a Passos Coelho, avança o Diário de Notícias, lembrando que José Eduardo Martins é um “crítico do líder social-democrata”.

Eduardo Martins chegou a ser “desafiado” a candidatar-se à autarquia lisboeta por Aguiar-Branco, ex-ministro da Defesa, durante o congresso do partido, em Abril passado, após ter tecido duras críticas a Passos Coelho, segundo lembra o jornal.

Mas ele recusa a ideia de poder vir a ser candidato e diz que vai apenas “coordenar o programa do PSD”, conforme declarações ao DN.

É um desafio não para ter protagonismo, mas para ajudar o PSD numa tarefa muito importante”, frisa Eduardo Martins no diário, admitindo ainda que gostaria de ver Pedro Santana Lopes à frente da candidatura social-democrata.

Maria Luís Albuquerque e Jorge Moreira da Silva têm sido anunciados como possíveis segundas escolhas, caso Santana Lopes não avance.

E perante o impasse na saída de uma decisão do PSD quanto ao seu candidato a Lisboa, tanto mais depois de o CDS-PP ter divulgado a aposta em Assunção Cristas, a atitude da concelhia social-democrata na capital está a ser vista como uma forma de pressionar Passos a tomar uma decisão.

O líder da concelhia, Mauro Xavier, recusa a ideia e diz apenas que “faz parte da estratégia do PSD Lisboa, discutir primeiro o projecto e depois os nomes“, em consonância com aquilo que Passos Coelho tem dito, conforme transcreve o DN.

Uma fonte descrita no DN como “próxima do líder do PSD” também afasta polémicas e salienta que o partido manterá a estratégia definida para as autárquicas, realçando que “as secções têm autonomia para implementar os seus próprios planos de acção” e que Passos “não tem que se pronunciar sobre esses planos”.

Mas no CDS, um vice-presidente considera ao DN que a candidatura de Assunção Cristas a Lisboa veio agravar o “nervosismo” no PSD e o “vazio” quanto à falta de um candidato forte.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Santana não vai ser apoiado. Passos não gosta dele, é elemento a queimar. Mas,..Sim senhor,… uma rabuda avantajada contra uma dona de casa sedutora. Vai ser uma folia.

RESPONDER

A guerra contra o plástico está a distrair-nos da poluição invisível

O atual foco na poluição de plástico está a fazer com que as pessoas descurem o tipo de poluição que não é possível ver, alerta uma equipa de investigadores. O plástico é um material incrivelmente útil …

A pandemia veio interromper as touradas no Peru. Mas há quem não esteja muito satisfeito com isso

Em poucos meses a pandemia do novo coronavírus conseguiu um feito há muito desejado por ativistas de todo o mundo: interrompeu as touradas. O cancelamento dos espetáculos - criticados pela sua violência para com os …

Dezenas de sites franceses com propaganda islâmica após pirataria informática

Várias dezenas de pequenos websites franceses foram afetados por uma onda de pirataria informática, publicando mensagens de propaganda islâmica, indica hoje a agência noticiosa France-Press (AFP). Mensagens como “Vitória para Maomé, vitória para o Islão e …

Jogos Olímpicos em 2021 vão mostrar que "humanidade derrotou o vírus"

O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, disse esta segunda-feira que o país está "determinado" em organizar os Jogos Olímpicos no verão de 2021 e declarou que o evento servirá "como prova de que a humanidade derrotou …

Herdeiro da Samsung assume as rédeas da empresa depois da morte do pai

Lee Jae-Yong, filho do presidente da Samsung, assumiu a liderança da empresa depois do seu pai ter falecido este domingo. O herdeiro assume as rédeas numa altura em que a gigante da tecnologia procura evoluir. Sob …

Vídeos de suicídios, abortos ou abusos sexuais. Ex-moderadora do YouTube descreve pesadelo (e processa plataforma)

Uma ex-moderadora do YouTube apresentou uma queixa contra a plataforma na segunda-feira, acusando-a de não proteger os funcionários que são sujeitos a uma análise e remoção de vídeos violentos publicados na página. O processo contra o …

Resultados nos Açores levam PS a pensar em eleições antecipadas

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo 39,13% dos votos, o que não garante a maioria absoluta. Os resultados levam o partido a pensar já em eleições antecipadas. "[O governo regional] está …

"Ainda não sei bem o que fiz". João Almeida e Rúben Guerreiro de volta a Portugal

João Almeida e Rúben Guerreiro foram duas das maiores figuras desta edição do Giro, a volta a Itália em bicicleta. Os dois ciclistas aterraram esta segunda-feira, em Lisboa, e parece que ainda não perceberam a …

Autarca de Pedrógão Grande critica "péssima investigação" sobre reconstrução de casas

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande acusou o Ministério Público e a Polícia Judiciária de terem feito uma "péssima investigação" no processo sobre a reconstrução das casas, cujo julgamento se iniciou esta segunda-feira. "[As acusações] …

Novo Banco e TAP são "riscos não negligenciáveis" para o défice

A TAP e o Novo Banco podem ter um efeito orçamental maior que o estimado pelo Governo em 2021, constituindo "riscos não negligenciáveis" para o défice, segundo uma avaliação do Conselho das Finanças Públicas (CFP) …