PSD e CDS querem esclarecer contratação, gestão e saída de Domingues

João Relvas / Lusa

António Domingues, o novo presidente da Caixa Geral de Depósitos

António Domingues

O PSD e o CDS-PP entregaram esta sexta-feira um requerimento para a nova comissão de inquérito em torno da Caixa Geral de Depósitos.

O objeto da nova comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos, anunciada esta sexta-feira por PSD e CDS-PP, será apreciar a contratação, gestão e saída do anterior presidente do banco e as negociações com o Governo.

De acordo com o requerimento, são três as alíneas que os deputados querem ver esclarecidas, todas em torno da anterior administração da CGD, sem referência direta à troca de SMS entre António Domingues e o ministro das Finanças Mário Centeno.

“Apreciar as negociações, direta ou indiretamente conduzidas pelo Governo, as condições e os termos de contratação da administração do dr. António Domingues para a CGD” é a primeira alínea do objeto hoje entregue.

PSD e CDS querem ainda “apreciar a intervenção e responsabilidade do XXI Governo pela gestão da administração liderada pelo dr. António Domingues”.

Finalmente, os dois partidos pretendem “apreciar os factos que conduziram à demissão do dr. António Domingues e à saída efetiva da administração por si liderada”.

Numa conferência de imprensa, o líder parlamentar dos sociais-democratas, Luís Montenegro, deixou bastante claro que “apurar a verdade não é bisbilhotice”.

Já o líder parlamentar do CDS, Nuno Magalhães, diz que esta comissão de inquérito é essencial para a descoberta da verdade, coisa que para nós não é menor, é essencial. Não é uma trica, não é uma coscuvilhice saber se temos um Governo e um ministro das Finanças que fala verdade ao Parlamento numa Comissão de Inquérito que tem poderes judiciais”, afirmou.

Lembrando que o líder parlamentar do PS, Carlos César, chegou a sugerir em declarações públicas que criassem uma nova comissão de inquérito com esse objeto específico, PSD e CDS-PP pedem que esta nova comissão seja constituída e que possa “funcionar pelo prazo mais curto”, não ultrapassando os 120 dias.

Os dois partidos tinham anunciado que iriam usar o direito potestativo para tornar obrigatória a constituição de uma nova comissão de inquérito, depois de os partidos da esquerda terem rejeitado o acesso às comunicações trocadas entre o ministro e o ex-presidente do banco público.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Ele é preciso uma santa paciencia para desmamar meninos mimados. Habituaram-se ao Cavaco, e agora estranham, e não querem outra coisa. Meus queridos, …. vão para Boliqueime.

  2. Como cidadão deste País fico deveras apreensivo quando verifico que existem pessoas como o Sr. Dr. António Domingos que se dão ao luxo de dizer ao governo ” não entrego a declaração de rendimentos ” coitado então pode-se considerar que o Dr. António Domingos é uma vítima deste processo.
    O Sr. Dr. António Domingos iria presidir á CGD ou seja, ficava com poderes para usar bem ou mal os dinheiros que não são dele e mesmo assim ele pensa que não deve ser controlado, não entendo porquê.
    Depois tenho os jornalistas e os políticos deste País que só querem ver se o Sr. Ministro das Finanças mentiu na comissão de inquérito se mentiu morte ao ministro mas o Sr. Dr. António Domingos continua impávido e sereno a assistir a isto tudo como se não tivesse nada a ver com este processo, meu Deus como vai a Democracia neste País em que as pessoas que consideramos importantes já negam as suas obrigações, porque o Sr. António Domingos se não fosse controlado já era o Presidente da CGD isto é muito triste.
    É por estas e por outras situações que temos assistido durante estes anos de Democracia que julgamos que quem está no poder tem aumentado brutalmente o património sem ter de dar satisfações ao País que eles tem andado a sugar. Já agora coloquem tudo em nome dos filhos e netos para que não tenham de devolver o que tem retirado ilicitamente em proveito próprio.
    Fico com a sensação de ter sido enganado por todos os que se têm engordado o seu património sem serem controlados pelo Estado porque até existem os que fazem acordos para não o serem.

  3. O domingues tem medo de mostrar o património. Mas quem não deve não teme… E os outros fizeram leis à medida para cumprir as exigencies dele. Só que as coisas correram mal. Agora até andam a esconder a correpondência que foi trocada para cozinhar a marosca e as mentiras que estão pelo meio. . Mas que grandes FDP!!

  4. Já toda a gente percebeu que o senhor Domingues exigiu a não apresentação da declaração de rendimentos mas já todos perceberam também que o governo cedeu e fez um acordo à margem da lei, portanto se alguém estará mal nesta situação será o governo que em vez de recusar a proposta a aceitou, agora procuram bodes expiatórios na oposição por esta exigir a verdade, fazem todas as manobras para impedir o esclarecimento do acordo e por seu lado quanto a mim o senhor Domingues só terá que desvendar toda a verdade uma vez que já nada mais tem a perder e dessa forma evitará que a esquerda carregue sobre ele toda a responsabilidade do sucedido.

Vítimas do franquismo pedem investigação à origem das jóias que a família Franco vai leiloar

A Associação para a Recuperação da Memória Histórica (ARMH), que inclui familiares das vítimas do franquismo, pediu ao Governo espanhol que investigue a origem das jóias que a família Franco vai leiloar. De acordo com …

"Sem dúvida". Montenegro diz que era capaz de derrotar Costa

O antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro, que é agora candidato à liderança do partido, afirmou, em entrevista ao jornal Público e à Rádio Renascença, que era capaz de derrotar António Costa.  "Acho que era …

Rússia quer legalizar comércio de 'diamantes de sangue' africanos

Os diamantes exportados da República Centro-Africana estão associados à corrupção, à violência, à guerra civil, a violações e assassinatos. Agora, Moscovo anunciou que quer o fim do embargo internacional, buscando legalizar na totalidade a sua …

Economia abrandou, mas ainda é possível cumprir meta de crescimento

O Produto Interno Bruto cresceu 0,3% no terceiro trimestre, face aos três meses anteriores, metade do registado no segundo trimestre, mantendo o ritmo de crescimento, de 1,9%, na comparação com o mesmo período de 2018. Segundo …

Sporting vai avançar com ação de despejo das claques

A SAD leonina vai avançar com uma ação de despejo para que as claques Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI deixem os espaços que ocupam no Estádio José Alvalade, avança A Bola esta quarta-feira. De …

"Ninguém quer trabalhar" na Casa Pia. Pais em protesto devido à falta de pessoal

Os pais e encarregados de educação do Centro Educativo e Desenvolvimento D. Maria Pia, em Lisboa, vão entregar na segunda-feira um abaixo-assinado à tutela para pedir a abertura de concursos externos para reforço de pessoal …

Trump elogiou Erdogan, depois de uma reunião que descreveu como "maravilhosa e produtiva"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, elogiou na quarta-feira o seu relacionamento com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan. Os dois líderes encontraram-se para tentar superar várias diferenças, incluindo a situação na Síria e a compra …

MH17. Novas provas revelam contactos frequentes entre a Rússia e separatistas ucranianos

A equipa internacional que conduziu a investigação sobre a queda do voo MH17 em 2014 no leste da Ucrânia divulgou novas provas que apontam para contactos muito frequentes entre a Rússia e os rebeldes separatistas …

Imunidade diplomática deixa em liberdade suspeito de tentar matar com ácido sulfúrico

O suspeito de homicídio, na forma tentada, ficou em liberdade depois de ter apresentado o passaporte diplomático às autoridades, que impede que seja detido ou constituído arguido. De acordo com a TVI24, um alto responsável da …

Zivkovic quer rescindir contrato com o Benfica

O extremo sérvio quer chegar a acordo com o Benfica para ficar livre a ano e meio do final do seu contrato mas, pelos vistos, a SAD encarnada nem quer ouvir falar dessa hipótese. De acordo …