Protestos em Madrid e Bruxelas contra uso de máscara e medidas anti-covid

Este domingo, tiveram lugar em Madrid e Bruxelas dois protestos contra o uso de máscara e contra outras medidas sanitárias impostas para impedir contágio.

Cerca de 2.500 pessoas protestaram este domingo na Praça de Colón, em Madrid, contra o uso obrigatório de máscaras e outras medidas de combate à pandemia impostas pelo Governo espanhol, segundo a estimativa avançada pela polícia à agência EFE.

Para os manifestantes que se reuniram hoje na emblemática praça madrilena, as medidas impostas pelo executivo espanhol atentam “contra os direitos humanos”, já que “as pessoas saudáveis não deveriam usar máscara”, um ato que consideram “uma autêntica tortura”, cita a agência espanhola.

As críticas atingem as mais altas autoridades, como a Organização Mundial de Saúde, que acusam de ter criado “uma falsa pandemia”.

De acordo com os dados que a polícia espanhola avançou à EFE, a manifestação convocada através das redes sociais terá agregado “entre 2.500 e 3.000” pessoas, sendo que muitas delas não usaram máscara.

Ainda este domingo, centenas de pessoas concentraram-se no centro de Bruxelas para protestar contra as medidas de saúde para impedir a propagação do novo coronavírus na Bélgica, por considerarem desproporcionais à ameaça da doença.

A organização tinha solicitado aos participantes que comparecessem num horário específico, dependendo da primeira letra do sobrenome, para evitar aglomerações e respeitar o limite de 200 pessoas em atividades ao ar livre, e para que desta forma o número total de manifestantes pudesse ser maior no final da jornada.

Os manifestantes exigiram o fim da máscara obrigatória, que entrou em vigor esta semana na capital belga, e a demissão de especialistas em saúde pública que assessoram o governo belga sobre medidas para prevenir a propagação da Covid-19.

Em declarações à rede LN24, um dos organizadores do evento fez um apelo para que se deixe de orientar as decisões de saúde pública tendo em conta os conselhos do virologista Marc Van Ranst e do epidemiologista Yves Van Laethem, por considerar que estão “do lado de Bill Gates”.

Em declarações à rádio pública RTBF, outros participantes afirmaram que esses especialistas “recebem envelopes das grandes empresas farmacêuticas” e que o vírus foi “criado para esconder um colapso dos mercados”.

Num manifesto publicado antes do início do protesto os organizadores rejeitam que as suas alegações sejam conspiratórias e afirmam acreditar na existência da doença, embora questionem o seu alcance.

“Acreditamos que as medidas tomadas pelo governo são desproporcionais à escala e ameaça da doença. Esta crise é pequena se comparada à gripe espanhola de há um século”, afirmam.

Os organizadores, que criticam especialmente a obrigação de usar máscara e argumentam que a vizinha Holanda não a impôs aos seus cidadãos, incitaram os manifestantes a cumprir o regulamento e a cobrir o nariz e a boca para protestar.

No entanto, as fotos que circularam nas redes sociais mostram grupos de pessoas sem máscara ou com ela cobrindo apenas o queixo, o que atualmente é ilegal na Bélgica, exceto para menores de 12 anos ou para os que fazem intenso esforço físico.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Consumo excessivo de álcool afeta o sistema nervoso (e aumenta a ansiedade)

Investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde concluíram que o consumo repetitivo de álcool afeta diretamente células imunes do sistema nervoso central, que eliminam parte da comunicação entre os neurónios, e provoca o …

Afinal, os tubarões-baleia macho não são os maiores peixes dos oceanos

Um novo estudo revela que, afinal, os tubarões-baleia machos não são os maiores peixes do oceano. As fêmeas crescem continuamente muito depois de os machos pararem, atingindo tamanhos maiores - ainda que demorem mais tempo …

Exército norte-americano usou fundos de emergência covid-19 para comprar armas

O exército dos Estados Unidos utilizou fundos de emergência aprovados pelo Congresso especificamente para combater a covid-19 para comprar armas, denuncia esta semana o jornal norte-americano The Washington Post. O caso remonta a março passado, …

Carpinteiros usam técnica medieval na reconstrução de Notre Dame

A reconstrução de Notre Dame - que se prevê estar concluída no prazo de cinco anos - continua a avançar e os carpinteiros usaram técnicas medievais para erguer uma estrutura na fachada do monumento. A Catedral …

Durante um ano e meio, uma aldeia inteira perdeu a Internet todos os dias à mesma hora (e já se sabe porquê)

Durante 18 meses, os residentes de uma vila no País de Gales perderam a Internet todos os dias à mesma hora. Agora, engenheiros identificaram o motivo: uma televisão em segunda mão que emitia um sinal …

Gado na UE produz 704 milhões de toneladas de CO2 (mais do que todos os transportes juntos)

De acordo com uma nova análise da Greenpeace, animais de criação como vacas, porcos e outros, estão a emitir mais gases com efeito de estufa na Europa do que todos os transportes juntos. Na última década, …

É distraído e está sempre a perder a carteira? A Cashew Smart Wallet é para si

Uma simples carteira pode vir a melhorar os seus dias. A Cashew Smart Wallet é dotada de uma tecnologia de bluetooth que permite proteger os seus bens e ainda o ajuda caso a perca por …

Desportivo das Aves SAD desiste do Campeonato de Portugal

O Desportivo das Aves SAD vai abdicar da participação no Campeonato de Portugal (CdP), após ter falhado as negociações com o Perafita para utilizar as instalações do clube de Matosinhos. "As inscrições fechavam ontem [terça-feira] e …

Celebridades doam dinheiro para pagar dívidas a ex-presos impedidos de votar nos EUA

O bilionário Michael Bloomberg, o cantor John Legend e o basquetebolista LeBron James são algumas das celebridades que estão a doar dinheiro para pagar dívidas de ex-presidiários da Florida, impedidos de votar nas próximas eleições …

No debate sobre o Plano de Recuperação, evocou-se Sócrates e Passos

O líder do PSD questionou o primeiro-ministro se pretende "fomentar o desemprego" com o aumento do salário mínimo. O chefe do Governo manifestou-se "completamente perplexo". Na abertura do debate sobre o Plano de Recuperação e Resiliência, …