Protestos em Madrid e Bruxelas contra uso de máscara e medidas anti-covid

Este domingo, tiveram lugar em Madrid e Bruxelas dois protestos contra o uso de máscara e contra outras medidas sanitárias impostas para impedir contágio.

Cerca de 2.500 pessoas protestaram este domingo na Praça de Colón, em Madrid, contra o uso obrigatório de máscaras e outras medidas de combate à pandemia impostas pelo Governo espanhol, segundo a estimativa avançada pela polícia à agência EFE.

Para os manifestantes que se reuniram hoje na emblemática praça madrilena, as medidas impostas pelo executivo espanhol atentam “contra os direitos humanos”, já que “as pessoas saudáveis não deveriam usar máscara”, um ato que consideram “uma autêntica tortura”, cita a agência espanhola.

As críticas atingem as mais altas autoridades, como a Organização Mundial de Saúde, que acusam de ter criado “uma falsa pandemia”.

De acordo com os dados que a polícia espanhola avançou à EFE, a manifestação convocada através das redes sociais terá agregado “entre 2.500 e 3.000” pessoas, sendo que muitas delas não usaram máscara.

Ainda este domingo, centenas de pessoas concentraram-se no centro de Bruxelas para protestar contra as medidas de saúde para impedir a propagação do novo coronavírus na Bélgica, por considerarem desproporcionais à ameaça da doença.

A organização tinha solicitado aos participantes que comparecessem num horário específico, dependendo da primeira letra do sobrenome, para evitar aglomerações e respeitar o limite de 200 pessoas em atividades ao ar livre, e para que desta forma o número total de manifestantes pudesse ser maior no final da jornada.

Os manifestantes exigiram o fim da máscara obrigatória, que entrou em vigor esta semana na capital belga, e a demissão de especialistas em saúde pública que assessoram o governo belga sobre medidas para prevenir a propagação da Covid-19.

Em declarações à rede LN24, um dos organizadores do evento fez um apelo para que se deixe de orientar as decisões de saúde pública tendo em conta os conselhos do virologista Marc Van Ranst e do epidemiologista Yves Van Laethem, por considerar que estão “do lado de Bill Gates”.

Em declarações à rádio pública RTBF, outros participantes afirmaram que esses especialistas “recebem envelopes das grandes empresas farmacêuticas” e que o vírus foi “criado para esconder um colapso dos mercados”.

Num manifesto publicado antes do início do protesto os organizadores rejeitam que as suas alegações sejam conspiratórias e afirmam acreditar na existência da doença, embora questionem o seu alcance.

“Acreditamos que as medidas tomadas pelo governo são desproporcionais à escala e ameaça da doença. Esta crise é pequena se comparada à gripe espanhola de há um século”, afirmam.

Os organizadores, que criticam especialmente a obrigação de usar máscara e argumentam que a vizinha Holanda não a impôs aos seus cidadãos, incitaram os manifestantes a cumprir o regulamento e a cobrir o nariz e a boca para protestar.

No entanto, as fotos que circularam nas redes sociais mostram grupos de pessoas sem máscara ou com ela cobrindo apenas o queixo, o que atualmente é ilegal na Bélgica, exceto para menores de 12 anos ou para os que fazem intenso esforço físico.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

EUA venderam álbum único dos Wu-Tang Clan (que pertencia a Martin Shkreli)

O álbum do grupo Wu-Tang Clan, confiscado em 2018 ao antigo gestor de fundos Martin Shkreli, também conhecido como "o empresário mais odiado do mundo", foi agora vendido pelo Governo norte-americano. Num comunicado divulgado esta terça-feira, …

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …

Israel cria "task force" para reverter boicote da Ben & Jerry's na Cisjordânia

Israel criou uma task force para pressionar a empresa de gelados norte-americana Ben & Jerry's e a sua proprietária, Unilever, a reverterem a decisão de boicotar a ocupação israelita na Cisjordânia. "Precisamos de aproveitar os 18 …

Violência armada. 430 mortos na última semana nos EUA e 2021 pode ser dos piores anos de sempre

Só na semana passada registaram-se cerca de 430 mortos e mais de 1000 feridos associados a tiroteios, num ano que está a ser marcado pelo aumento da violência armada nos Estados Unidos. O ano passado foi …

Principais indicadores da crise climática estão a atingir "ponto de inflexão", revela estudo

Um novo estudo sobre os sinais vitais do planeta revelou que muitos dos principais indicadores da crise climática estão a piorar e a aproximar-se ou ultrapassar os pontos de inflexão, à medida que as temperaturas …

Biden acusa a Rússia de tentar intervir nas eleições de 2022 para o Congresso

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, acusou na terça-feira o seu homólogo russo, Vladimir Putin, de tentar interferir nas eleições para o Congresso de 2022, espalhando "desinformação". "Veja o que a Rússia já está …

Polícias rejeitam proposta do MAI para o subsídio de risco e prometem novos protestos

Os sindicatos da PSP e as associações socioprofissionais da GNR rejeitaram, esta quarta-feira, a proposta apresentada pelo Governo para o subsídio de risco e prometem novos protestos até que seja atribuído "um valor justo". "Saímos completamente …

Desta vez, van Vleuten ganhou mesmo (aos 38 anos)

Ficou para trás o episódio caricato do último domingo. Annemiek van Vleuten é a nova campeã olímpica de ciclismo, contrarrelógio. Annemiek van Vleuten iria ficar ligada a um dos momentos mais insólitos, ou mesmo o mais …