Professores portugueses agredidos em Timor. São acusados de serem transmissores de Covid-19

Professores portugueses em Timor-Leste foram agredidos e ameaçados e estão, desde a madrugada de domingo, num hotel em Díli. Os profissionais são acusados por alguns residentes de terem levado a Covid-19 para aquele país.

Os professores, agredidos na cidade de Baucau, encontram-se agora na capital timorense e já pediram ao Ministério dos Negócios Estrangeiros português o repatriamento urgente.

De acordo com o Público, um timorense entrou na casa dos professores e agrediu uma professora no sábado e foram também atiradas pedras à habitação onde viviam. Há ainda relatos de agressões verbais, com os portugueses a serem apelidados de “coronas” nas ruas.

No mesmo dia, os professores saíram de Baucau por ordem da embaixada de Portugal na ilha, e, pelas 4h da madrugada de domingo, chegaram ao hotel onde se encontram desde então, em Díli. Apesar de nenhum dos professores estar ferido, todos eles se encontram muito apreensivos com a situação.

Os 12 professores, que chegaram a Timor a 28 de fevereiro, fazem parte de um grupo de 140 docentes portugueses que dão aulas no país, ao abrigo de um protocolo entre os Governos dos dois países.

O filho de uma das professores disse ao diário que, em Díli, “foram colocados num hotel, sendo que hoje lhes disseram que a embaixada não tinha dinheiro para suportar o custo e que poderiam ficar num resort por conta própria, pagando as despesas de 800 dólares mensais para duas pessoas. Os professores protestaram e foi-lhes dada a hipótese de serem colocados num convento, tendo-lhe sido transmitido que a hipótese de repatriamento não estava em cima da mesa”.

Uma parte dos docentes optou por ir para o convento assim que lhes seja possível, enquanto outros optaram por ficarem em hotéis na capital timorense.

“A única coisa que eles pedem é para serem repatriados rapidamente, porque temem que aconteçam atos mais graves”, acrescentou o filho da docente, adiantado que os professores têm receio da contaminação pelo novo coronavírus, devido ao “débil sistema de saúde” de Timor-Leste.

Questionado pelo Público, o Ministério dos Negócios Estrangeiros diz estar a acompanhar a situação “desde a primeira hora”, através da embaixada em Díli e dos serviços centrais em Lisboa, em articulação com Ministério da Educação.

“Foi aliás por essa via [embaixada] que nos chegou informação sobre o caso mencionado, de agressões a professores portugueses em Baucau. Tratou-se de um episódio pontual, que aparentemente se deveu a notícias falsas e rumores que circularam esta semana, que tentaram relacionar o primeiro caso confirmado de Covid-19 em Timor-Leste com outro caso suspeito em Baucau”, refere.

“Entretanto, e por indicação da nossa embaixada em Díli, os professores destacados em Baucau viajaram para Díli, onde já se encontram. As condições de segurança dos professores e outros cooperantes portugueses em Timor-Leste estão a ser analisadas, assim como a evolução da situação em termos de saúde pública e de funcionamento do sistema educativo nesse país, para ajuizar da necessidade e possibilidade de operações de apoio ao regresso a Portugal”, rematou o MNE.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente da República prepara-se para renovar estado de emergência

O Presidente da República decide, esta quarta-feira, sobre o prolongamento do estado de emergência por novo período de 15 dias, com parecer do Governo que reunirá o Conselho de Ministros para esse efeito. A reunião do …

Fisco não se compromete com reembolsos rápidos do IRS

O prazo de entrega da declaração de IRS relativa a 2019 arranca esta quarta-feira e prolonga-se até 30 de junho. Neste momento, a Autoridade Tributária e Aduaneira não se compromete com reembolsos rápidos. De acordo com …

ASAE abre processos crime por preços de álcool, luvas e máscaras inflacionados em 400%

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) abriu nove processos crime após encontrar situações em que os preços praticados de álcool, luvas e máscaras estavam inflacionados em 300% ou 400%. Estes são produtos maioritariamente usados …

Animais terrestres começaram a morrer muito antes da vida marinha no Permiano

Uma equipa internacional de geólogos e paleobiólogos descobriu evidências que poderão redefinir a linha do tempo estabelecida quando a vida começou a desaparecer na extinção do Permiano-Triássico. Há cerca de 252 milhões de anos, a grande …

Num clima de incerteza, Orçamento do Estado entra em vigor

O Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) entra em vigor esta quarta-feira, depois de ter sido publicado ontem em Diário da República.  O documento foi promulgado, a 23 de março, pelo Presidente da República, depois de ter …

DGS admite 9.500 infetados, pico pode já ter ocorrido e Costa não descarta reabertura gradual das escolas

Na terça-feira, decorreu uma reunião à porta fechada que juntou o núcleo de especialistas da Direção-Geral de Saúde e do Instituto Ricardo Jorge com a elite política e os parceiros sociais. Alguns ficaram "otimistas", outros …

Os seus dentes podem contar a história da sua vida

Um novo estudo mostrou a forma como os nossos dentes podem ter sinais de eventos de vida e do nosso estilo de vida, desde o nascimento e dieta até tempos difíceis e a menopausa. A investigação …

Não há pautas. Notas do 2.º período vão ser enviadas diretamente aos alunos

As notas do 2.º período vão ser comunicadas diretamente aos alunos para salvaguardar a proteção de dados, uma vez que não se podem deslocar às escolas para consultar as pautas. O anúncio foi feito esta terça-feira …

“Terrorismo e pirataria”. Maduro acusa navio cruzeiro português de afundar barco da Marinha da Venezuela

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou o cruzeiro de bandeira portuguesa "Resolute" de ter realizado um ato de "terrorismo e pirataria" contra um barco da Marinha venezuelana que se afundou segunda-feira, após colidirem. Nicolás Maduro …

O tratamento para a covid-19 pode já existir em medicamentos antigos

O tratamento para a covid-19 pode já existir em medicamentos antigos usados para outras doenças. Os cientistas estão a usar partes do coronavírus para encontrá-los. Um pouco por todo o mundo, equipas de investigadores estão já …