Os problemas no SNS não estarão resolvidos em 2019

Estela Silva / Lusa

O Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes

Faltam “muitas centenas de milhões de euros” para o Serviço Nacional de Saúde estar bem, assume Adalberto Campos Fernandes, adiantando que “os problemas no SNS não estarão resolvidos em 2019”.

Adalberto Campos Fernandes, considerou serem necessárias duas legislaturas para recuperar do desinvestimento no setor. “Desde 2010 que não tínhamos tantos recursos financeiros” atribuídos à Saúde, “mas é verdade que o país precisa de muito mais”.

O ministro da Saúde afirmou sentir-se “chocado” quando vê “aqueles que levaram o país a um quadro de exaustão extrema” quererem que em dois anos se faça “o que nem numa legislatura será possível fazer”.

Em entrevista ao Público e à Renascença, Campos Fernandes frisou que “não se reconstroem serviços públicos em dois anos. É necessário prosseguir este esforço numa legislatura seguinte”.

Na opinião do ministro, não é possível ter um bom SNS “sem ter um Estado forte e capaz de o sustentar”. Os partidos, à esquerda e à direita, terão de perceber esta premissa para que não “iludam os portugueses”, disse.

Questionado sobre a proposta do Bloco de Esquerda em acabar com as taxas moderadoras, o ministro afirmou que as mesmas “nunca foram um mecanismo de financiamento, mas de indução de uma procura mais inteligente ou adequada“. “Podemos avançar no sentido de reduzir as taxas nos cuidados de saúde primários, em detrimento dos cuidados hospitalares”, retorquiu.

“Sou desfavorável à legalização da eutanásia”

Na mesma entrevista, o ministro afirmou ser “desfavorável à legalização da eutanásia” por questões de “consciência, pessoais e individuais”, mas sublinhou que respeitará a decisão dos deputados.

“Eu, em termos políticos, enquanto ministro da Saúde, agirei no Governo de acordo com o que for o resultado da votação parlamentar e da decisão maioritária dos representantes do povo”, disse.

Adalberto Campos Fernandes afirmou ter consciência de que é necessário separar a sua posição pessoal da posição política, frisando que a posição da pessoa, em concreto, não é relevante para o debate político, “uma vez que tenho que manter o necessário distanciamento em relação a essa questão”.

Questionado sobre se o SNS está preparado para aplicar esta lei, o governante afirmou que “terá que estar”, como esteve para outras situações como a Procriação Medicamente Assistida ou a Interrupção Voluntária da Gravidez.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

João Félix coloca Benfica nas meias-finais da Taça

Um golo de João Félix, aos 14 minutos, bastou para o Benfica garantir hoje o apuramento para as meias-finais da Taça de Portugal em futebol, no encontro dos quartos de final com o Vitória de …

Hernâni marca no final do prolongamento e apura FC Porto para as 'meias' da Taça

O FC Porto, da I Liga, apurou-se hoje para as meias-finais da Taça de Portugal em futebol, após derrotar no prolongamento o Leixões, da II Liga, por 2-1, com Hernâni a fazer o golo do …

Eleito o destino turístico mais barato para 2019 (e Portugal fica à espreita)

O complexo Sunny Beach, na Bulgária, foi eleito o destino mais barato para turistas em 2019, de acordo com um estudo levado a cabo pela British Post Office, que analisou preços dos 42 pontos turísticos mais …

Netflix está a ser processada por causa de "Bandersnatch"

O episódio interativo de Black Mirror, que estreou no final do ano passado, não agradou à Chooseco, a editora responsável pela série de livros Escolhe a tua Aventura. A 28 de dezembro estreou o mais recente …

Piloto belga "admitiu" ter assassinado o secretário-geral da ONU em 1961

Dag Hammarskjöld, secretário-geral da ONU, morreu na queda de um avião quando tentava negociar a paz no Congo, e o desastre continua a ser investigado até hoje É um mistério com mais de cinco décadas cujo …

Acordo para o Brexit chumbado. Plano de May esmagado no Parlamento

O Parlamento britânico chumbou, por uma esmagadora maioria, o acordo de saída da União Europeia negociado pela primeira-ministra Theresa May. O líder da oposição, o trabalhista Jeremy Corbyn, aproveitou a derrota histórica de May para …

Senador italiano chamou “orangotango” a antiga ministra e foi condenado a pena suspensa

A justiça italiana condenou esta segunda-feira o senador da extrema direita Roberto Calderoli a 18 meses de prisão, com pena suspensa, por comparar, em 2013, a ministra da Integração, Cécile Kyenge, com um "orangotango". O tribunal …

Num restaurante do Dubai, deixar comida no prato dá multa (e é mais cara que a refeição)

Com o Dubai a tornar-se mais consciente do desperdício de alimentos, um restaurante lembrou-se de uma maneira de fazer com que os clientes não deixem comida no prato. O restaurante Gulou Hotpot, em Al Barsha, uma …

Roma e a Igreja em guerra milionária por causa das moedas da Fontana di Trevi

As moedas que os turistas lançam à Fontana di Trevi, um dos rituais mais populares entre quem visita Roma, está a causar problemas na relação entre a Igreja e a capital italiana. A câmara de Roma …

Frente Comum marca greve nacional da função pública

Os sindicatos da Frente Comum da Administração Pública decidiram marcar uma greve nacional para o dia 15 de fevereiro, anunciou Ana Avoila no final de um plenário realizado esta terça-feira em Lisboa. “Foi decidido marcar um …