Os problemas no SNS não estarão resolvidos em 2019

Estela Silva / Lusa

O Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes

Faltam “muitas centenas de milhões de euros” para o Serviço Nacional de Saúde estar bem, assume Adalberto Campos Fernandes, adiantando que “os problemas no SNS não estarão resolvidos em 2019”.

Adalberto Campos Fernandes, considerou serem necessárias duas legislaturas para recuperar do desinvestimento no setor. “Desde 2010 que não tínhamos tantos recursos financeiros” atribuídos à Saúde, “mas é verdade que o país precisa de muito mais”.

O ministro da Saúde afirmou sentir-se “chocado” quando vê “aqueles que levaram o país a um quadro de exaustão extrema” quererem que em dois anos se faça “o que nem numa legislatura será possível fazer”.

Em entrevista ao Público e à Renascença, Campos Fernandes frisou que “não se reconstroem serviços públicos em dois anos. É necessário prosseguir este esforço numa legislatura seguinte”.

Na opinião do ministro, não é possível ter um bom SNS “sem ter um Estado forte e capaz de o sustentar”. Os partidos, à esquerda e à direita, terão de perceber esta premissa para que não “iludam os portugueses”, disse.

Questionado sobre a proposta do Bloco de Esquerda em acabar com as taxas moderadoras, o ministro afirmou que as mesmas “nunca foram um mecanismo de financiamento, mas de indução de uma procura mais inteligente ou adequada“. “Podemos avançar no sentido de reduzir as taxas nos cuidados de saúde primários, em detrimento dos cuidados hospitalares”, retorquiu.

“Sou desfavorável à legalização da eutanásia”

Na mesma entrevista, o ministro afirmou ser “desfavorável à legalização da eutanásia” por questões de “consciência, pessoais e individuais”, mas sublinhou que respeitará a decisão dos deputados.

“Eu, em termos políticos, enquanto ministro da Saúde, agirei no Governo de acordo com o que for o resultado da votação parlamentar e da decisão maioritária dos representantes do povo”, disse.

Adalberto Campos Fernandes afirmou ter consciência de que é necessário separar a sua posição pessoal da posição política, frisando que a posição da pessoa, em concreto, não é relevante para o debate político, “uma vez que tenho que manter o necessário distanciamento em relação a essa questão”.

Questionado sobre se o SNS está preparado para aplicar esta lei, o governante afirmou que “terá que estar”, como esteve para outras situações como a Procriação Medicamente Assistida ou a Interrupção Voluntária da Gravidez.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Suécia pondera alterar estratégia e aplicar medidas mais drásticas em Estocolmo

Depois de um grande aumento de casos na capital do país durante a última semana, as autoridades suecas ponderam alterar toda a sua estratégia de combate à pandemia e adotar novas medidas. A Europa foi considerada …

"O PS não se pode calar." Líder parlamentar promete combate à extrema-direita

Para a líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes, os tempos atuais "não estão para brincadeiras ou para aventureirismos". A líder parlamentar do PS prometeu, esta terça-feira, o combate político aos "populismos" oriundos de correntes de …

"Nem fria, nem quente." China não quer nenhuma guerra

O Presidente chinês, Xi Jinping, assegurou que o país não quer nenhuma guerra e acredita que "a Humanidade vencerá a batalha" da covid-19. Xi Jinping assegurou, esta terça-feira, que a China não quer nenhuma guerra “nem …

Pegadas com 120 mil anos mostram como é que os humanos saíram de África

Uma equipa de investigadores encontrou centenas de pegadas na Arábia Saudita que podem retratar como é que os antigos humanos saíram de África para a Eurásia. Há cerca de 120 mil anos, naquilo que hoje é …

Nélson Semedo oficializado no Wolves de Nuno Espírito Santo

O Wolverhampton oficializou esta quarta-feira nas redes sociais a contratação do português Nélson Semedo, que terminou o vínculo com o Barcelona. Depois de três épocas ao serviço da equipa catalã, o jogador de 26 anos …

Líder da JSD propõe aliança entre PSD, CDS e IL nas autárquicas de 2021

O líder da JSD, Alexandre Poço, apelou aos presidentes do PSD, CDS-PP e Iniciativa Liberal para um acordo de centro-direita nas eleições autárquicas de 2021, sublinhando que o debate político está cada vez mais …

Jota não entra nas contas de Jesus. Florentino cada vez mais perto do Mónaco

Diogo Jota e Florentino Luís devem deixar a Luz nesta temporada por empréstimo, segundo escreve a imprensa desportiva esta quarta-feira. Jota deverá em breve deixar o Benfica e rumar a Inglaterra por empréstimo, avança o …

Se o próximo Orçamento for "mais do mesmo", PCP vota contra

Se o próximo Orçamento do Estado for mais do mesmo, Jerónimo de Sousa garante que o PCP vai votar contra. Esta manhã, em entrevista à Antena 1, Jerónimo de Sousa admitiu que o PCP poderá votar …

Cientistas desenvolvem adesivo para verificar (sem dor) níveis de glicose

Cientistas desenvolveram um sensor que dizem poder penetrar a pele, sem dor associada, para conduzir testes de diagnóstico para condições de saúde como pré-diabetes. De acordo com o site Science Alert, a equipa de cientistas investigou …

Governo está "preparado" para estender moratórias (e não só)

Esta terça-feira, em entrevista à TVI, o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital disse que o Governo está "preparado para estender as moratórias bancárias" e lançar novas linhas de crédito. Pedro Siza Vieira, …