Primeiras vacinas devem chegar na primavera de 2021, diz Agência Europeia de Medicamentos

Apesar de admitir que as primeiras vacinas possam chegar na primavera de 2021, o diretor da Agência Europeia de Medicamentos sublinhou que “a chegada da vacina será o início do fim da pandemia, mas não o fim”.

As primeiras vacinas contra o coronavírus devem chegar na primavera do próximo ano, “se tudo correr bem”, previu esta sexta-feira o diretor-executivo da Agência Europeia de Medicamentos (EMA), o italiano Guido Rasi.

“É muito difícil, quase impossível, ter a vacina até 2020. Se tudo correr bem, nos primeiros meses de 2021 poderá haver três vacinas aprovadas pela EMA”, adiantou Rasi ao canal de televisão de informação “Skytg24”, citado pela agência noticiosa espanhola EFE.

Rasi esclareceu que “as primeiras doses para as populações de risco devem chegar na primavera de 2021, com um início significativo da vacinação” e que “a disponibilidade de doses aumentará muito rapidamente, após a aprovação. Julgo que, se tivermos sorte, muitos dos que desejam ser vacinados podem fazê-lo até o verão de 2021”, anteviu ainda.

O diretor do EMA vincou que “a chegada da vacina será o início do fim da pandemia, mas não o fim“, e “que só depois de um ano de vacina disponível, se saberá se a pandemia diminuirá significativamente”.

Questionado sobre se as máscaras podem ser dispensadas quando a vacina chegar, Rasi considerou que “em princípio, certamente que não“, acrescentando que só será possível “dispensar o distanciamento e as máscaras quando existirem os primeiros dados sobre a eficácia da vacina”.

Esses dados, disse ainda, serão “a relação entre eficácia e desempenho na prática, altura em que se verá quantas pessoas respondem à vacina, a sua intensidade e quanto tempo dura”. Em sua opinião, esse período “vai demorar pelo menos seis meses”.

Sobre o uso de diferentes medicamentos no tratamento da doença, o diretor da EMA lembrou que “há pelo menos dois ou três medicamentos ou abordagens que, com alguma certeza, são eficazes, como por exemplo usar a cortisona na hora certa, nem muito cedo nem muito tarde, ou usar diluentes de sangue”

“Agora a possibilidade de começar a usar anticorpos monoclonais, que parecem ter sido usados na Casa Branca (para o tratamento do presidente norte-americano Donald Trump), está muito próxima”, acrescentou Rasi.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e noventa e três mil mortos e mais de 38,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …

Com as fronteiras fechadas, companhia aérea australiana lança "voos mistério"

A companhia aérea australiana Qantas anunciou “voos mistério”, nos quais os passageiros não fazem ideia para onde vão, numa tentativa de atrair mais clientes. As fronteiras internacionais da Austrália estão atualmente fechadas e parece improvável que …

Açores e Madeira acusam DGS de não usar dados verdadeiros nos boletins

A Direção Regional da Saúde (DRS) da Madeira garantiu que os números reportados no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) esta sexta-feira não correspondem à realidade. A DRS dos Açores também assume a existência …

Resorts do Reino Unido criaram uma lista de "hóspedes indesejáveis" (com nomes irlandeses)

Uma rede de resorts da Grã-Bretanha tinha uma lista de "hóspedes indesejáveis" com apelidos irlandeses numa tentativa de impedir a entrada de membros da comunidade de viajantes irlandeses (Pavee). Esta notícia foi avançada por uma investigação …

Tensão entre China e Austrália pode beneficiar Portugal na exportação de vinho

Em novembro, a China impôs tarifas paralisantes sobre o vinho australiano. Portugal pode ser o beneficiado desta "guerra" alfandegária. O presidente da Associação Comercial Internacional para os Mercados Lusófonos (ACIML) disse, este sábado, à Lusa que …

Índice de transmissibilidade sobe. É de 0,71 em Portugal Continental (e acima de 1 nas ilhas)

O índice de transmissibilidade da covid-19 subiu ligeiramente a nível nacional nas últimas duas semanas. Entre 24 e 28 de fevereiro, o índice foi de 0,71. O índice médio de transmissibilidade (Rt) do vírus SARS-CoV-2 está …

Museu Neandertal responde a Joe Biden. "Eram mais espertos do que pensa"

O Museu Neandertal, na Alemanha, endereçou um convite ao Presidente norte-americano Joe Biden, depois de o governante ter considerado a decisão do governador do Texas de acabar com a obrigatoriedade de utilização de máscara um …