Plano de prevenção de fogos de Pedrógão violava lei e foi chumbado quatro vezes

Paulo Novais / Lusa

O Instituto da Conservação da Natureza e Floresta chumbou o Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios de Pedrógão Grande em quatro ocasiões diferentes.

O Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios de Pedrógão Grande foi aprovado há poucos dias, mas entre 2015 e 2019 foi chumbado quatro vezes pelo Instituto da Conservação da Natureza e Floresta (ICNF). O incêndio de junho de 2017 matou 66 pessoas e feriu mais de 200.

A TSF teve acesso aos documentos que provam que, de facto, Pedrógão Grande não tinha um plano de prevenção de fogos no dia do trágico incêndio. Apesar da gravidade da situação, os documentos estão arquivados e não constam na acusação do Ministério Público.

A primeira sugestão de um plano de prevenção foi apresentada em janeiro de 2015, mas foi imediatamente rejeitada pelo ICNF, uma vez que contrariava a legislação e tinha falhas inaceitáveis nos mapas de perigos e risco de incêndio.

A autarquia, na altura já presidida por Valdemar Alves, apresentou uma remodelação em que corrigia alguns dos erros, mas que foi novamente rejeitada — uma vez que continuava a apresentar falhas.

Os técnicos do ICNF teceram duras críticas ao plano, realçando que este não incluía no cálculo de perigosidade e risco de incêndio espaços florestais em zonas onde se pretendiam desenvolver operações urbanísticas. O mesmo foi alertado mais tarde, pelo chefe da Divisão de Gestão Operacional e Fiscalização do ICNF, mas desta vez em relação a todo o espaço rural de Pedrógão Grande.

Deste modo, a ICNF exigiu a reformulação das cartas de risco e perigosidade, já que continuavam a ter falhas na classificação em zonas de edificação com elevado risco de incêndios. “Devem as áreas de futuro incluir e respeitar a classificação da perigosidade definida em PMDFC, não podendo por isso ser excluídas”, lê-se no ofício do ICNF enviado à autarquia em 2015.

O presidente da câmara, Valdemar Alves, não concordou com a avaliação feita pelo ICNF e pediu uma reapreciação do plano proposto pela autarquia. Sem que tenham sido feitas alterações ao plano, o ICNF deu como chumbada a segunda versão do plano de proteção da floresta.

Já depois do incêndio devastador é que Pedrógão voltaria apresentar uma nova versão do plano, que, apesar de tudo, viria a ser rejeitada mais duas vezes a 16 de novembro de 2018 e 8 de janeiro de 2019. Finalmente, o plano acabou por ser aprovado — após várias alterações — no dia 28 de junho de 2019.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Toupeiras fêmeas desenvolvem testículos para lutar pela sobrevivência subterrânea

A evolução concedeu à toupeira fêmea uma dose de "fúria por esteróides" para a ajudar a lutar pela sobrevivência subterrânea, colocando alguns testículos nos ovários – um exemplo único de anatomia chamado ovotestis. "O desenvolvimento sexual …

"A situação está caótica": Hospital de Penafiel com vários profissionais infetados

Colaboradores de vários grupos profissionais do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, em Penafiel, estão infetados com o novo coronavírus, disse esta terça-feira a administração daquela unidade, sem precisar o número de casos. "Tal como em …

"Santo Graal". Cientistas criam o primeiro supercondutor a temperatura ambiente do mundo

Uma equipa de físicos criou o primeiro material capaz de supercondutividade em temperatura ambiente, desenvolvendo um processo que pode ajudar a "quebrar barreiras e abrir a porta a muitas potenciais aplicações". Desde a sua descoberta, há …

Planetas parecidos com a Terra costumam ter "guarda-costas"

Um grupo internacional de astrónomos, liderado por Martin Schlecker do Instituto Max Planck para Astronomia, descobriu que o arranjo de planetas rochosos, gasosos e gelados nos sistemas planetários aparentemente não é aleatório e depende apenas …

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …