PP ganha eleições em Espanha e reclama direito de governar

Juan Carlos Cardenas / EPA

Mariano Rajoy, primeiro-ministro e líder do Partido Popular espanhol

Mariano Rajoy, primeiro-ministro e líder do Partido Popular espanhol

O Partido Popular espanhol, liderado pelo chefe do governo de gestão, Mariano Rajoy, é o vencedor das eleições em Espanha, anunciou a comissão eleitoral.

O Partido Popular de Mariano Rajoy venceu novamente as eleições legislativas em Espanha, agora com 137 deputados eleitos – um aumento de 14 lugares face aos 123 deputados conseguidos nas eleições de dezembro.

O Partido Socialista, PSOE, ficou em segundo lugar, com 85 lugares no congresso espanhol, enquanto a aliança de esquerda Unidos Podemos elegeu 71 deputados e o partido de centro-direita Ciudadanos conseguiu 32 assentos.

Mariano Rajoy reclamou “o direito de governar” e prometeu estar “à altura das circunstâncias”, afirmando que o objetivo principal é “ser útil a 100% dos espanhóis”.

Ganhámos as eleições, reclamamos o direito de governar”, declarou Mariano Rajoy, num discurso a partir de um palanque onde se lia em letras garrafais “Gracias” (obrigado).

“Agora o que se trata é de ser 100% útil a todos os espanhóis, os que votaram em nós e os que não votaram. Estamos à disposição de todos”, acrescentou Rajoy.

O líder conservador foi recebido aos gritos de “Presidente, Presidente” (presidente do Governo) e começou o seu discurso com a expressão “Sim, é possível”, mensagem repetida pelos milhares de apoiantes.

Podemos reconhece resultado insatisfatório

O candidato da coligação de esquerda Unidos Podemos à chefia do governo espanhol, Pablo Iglesias, admitiu hoje que os resultados eleitorais não são satisfatórios e não cumprem as expetativas criadas.

Sob os aplausos dos membros da comissão executiva da coligação, Iglesias pediu uma reflexão sobre o aumento do voto no conservador Partido Popular (PP).

O líder da Unidos Podemos reconheceu estar preocupado com o aumento do voto no PP e afirmou que as forças progressistas devem começar a dialogar a partir dos espaços que as unem.

 Socialistas culpam Podemos pela vitória do Partido Popular

O líder do PSOE, Pedro Sánchez, admitiu não estar satisfeito com o resultado das eleições legislativas realizadas hoje e responsabilizou o líder do Podemos, Pablo Iglesias, pela vitória do conservador Partido Popular.

“Espero que Iglesias reflita sobre estes resultados. Teve a possibilidade de por fim ao Governo de Mariano Rajoy”, disse Pedro Sánchez à comunicação social, na sede do PSOE em Madrid.

“Mas a intransigência e o interesse pessoal acima do interesse público permitiu melhorar os resultados do PP”, acrescentou Sanchéz.

Impasse, mas menos

Após as eleições de dezembro, que o PP venceu sem maioria, não foi possível formar governo em Espanha. O PP obteve na altura 123 dos 350 lugares do parlamento espanhol.

O PSOE – Partido Socialista Operário Espanhol conseguiu 90, o partido de esquerda radical e anti-austeridade Podemos obteve 69, e o centrista Ciudadanos, 40.

Esta distribuição inviabilizou a formação de uma maioria no parlamento espanhol com apenas 2 partidos, e todas as negociações para envolver 3 partidos numa solução governativa fracassaram.

Nas eleições deste domingo, o PP sobe 14 deputados, o PSOE perde 5, o Podemos ganha 2 e o Ciudadanos perde 8.

Ainda assim, só uma coligação de 2 partidos entre o PP e o PSOE obtém os 176 deputados necessários para uma maioria absoluta.

No entanto, um governo PP-Ciudadanos teria 169 assentos, a apenas 7 da maioria absoluta, podendo negociar o apoio de alguns dos 25 deputados eleitos pelas  formações regionais que conseguiram representação no parlamento

AJB, ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mau…
    Se depois de tudo, o partido dos corruptos (e do galego rafeiro) ganhou as eleições, a Espanha também está com pouca sorte…

  2. Por cá ainda não se ouviu o PS e o BE a comentar as eleições em Espanha, sempre tão atentos ás mudanças noutros países estão tão caladinhos!

RESPONDER

"Solução razoável". Marcelo promulga já aumento do salário mínimo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai promulgar já esta sexta-feira o diploma que estabelece um aumento do salário mínimo nacional para 635 euros em 2020, que considera "uma solução razoável, a pensar …

Filósofo francês diz aos homens para violarem mulheres. "Eu violo a minha todas as noites"

O filósofo e escritor francês Alain Finkielkraut afimrou na quarta-feira, durante um programa da TF1 sobre casos de violação divulgados pelos media, que diz aos homens para violarem as suas mulheres. "Eu violo a minha …

Ex-administrador da TAP Luís Rodrigues é o novo presidente da SATA

O antigo administrador da TAP Luís Rodrigues é o novo presidente da transportadora aérea açoriana SATA, informou hoje o executivo regional. "O presidente do Governo [Regional], Vasco Cordeiro, comunicou à Assembleia Legislativa o nome de Luís …

Mãe que deixou recém-nascido no caixote do lixo não quis abortar

A jovem cabo-verdiana, em prisão preventiva por suspeitas de ter abandonado o seu filho recém-nascido no lixo, teve a oportunidade de abortar, mas não quis. O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou, esta quinta-feira, o pedido de …

Face Oculta. MP pede 12 anos e 10 meses para Manuel Godinho

O Ministério Público (MP) defendeu esta sexta-feira a aplicação de uma pena única de 12 anos e 10 meses de prisão para o sucateiro Manuel Godinho, principal arguido do processo Face Oculta, durante a audiência …

Maioria acredita que Governo vai durar quatro anos

Uma sondagem da Aximage revela que a maioria das pessoas entrevistadas acredita que António Costa vai concluir a sua legislatura, mesmo com um Governo que consideram de "estrutura exagerada". Uma sondagem da Aximage para o Jornal …

Tecnologia usada em Marte ajuda a detectar fugas de água em Gaia

Um sistema "pioneiro em Portugal" que recorre a tecnologia usada em Marte, para detectar água, está a ser utilizada pela empresa municipal Águas de Gaia, em Vila Nova de Gaia, para detectar fugas no sistema …

É segredo de Estado e custou mais de 100 milhões. "Máquina do Fisco" analisa 600 mil facturas por hora

O sistema informático que sustenta a "máquina do Fisco" já custou ao Estado mais de 100 milhões de euros e é tão secreto que nem a localização física dos servidores que o sustentam é conhecida. …

Empresário alemão investigado por suspeitas de orgias com menores em Cascais

O empresário alemão Matthias Schmelz, representante em Portugal dos aspiradores da marca Rainbow, está a ser investigado por suspeitas de lenocínio e pagar por orgias com menores na sua casa na zona de Cascais, avançou …

A nova fábrica da Tesla não vai ser no Reino Unido por causa do Brexit

O presidente executivo da Tesla admitiu que as incertezas à volta do Brexit tiveram peso na decisão de abrir a primeira fábrica da empresa na Europa antes em Berlim. A Tesla anunciou, esta terça-feira, que vai …