PP ganha eleições em Espanha e reclama direito de governar

Juan Carlos Cardenas / EPA

Mariano Rajoy, primeiro-ministro e líder do Partido Popular espanhol

Mariano Rajoy, primeiro-ministro e líder do Partido Popular espanhol

O Partido Popular espanhol, liderado pelo chefe do governo de gestão, Mariano Rajoy, é o vencedor das eleições em Espanha, anunciou a comissão eleitoral.

O Partido Popular de Mariano Rajoy venceu novamente as eleições legislativas em Espanha, agora com 137 deputados eleitos – um aumento de 14 lugares face aos 123 deputados conseguidos nas eleições de dezembro.

O Partido Socialista, PSOE, ficou em segundo lugar, com 85 lugares no congresso espanhol, enquanto a aliança de esquerda Unidos Podemos elegeu 71 deputados e o partido de centro-direita Ciudadanos conseguiu 32 assentos.

Mariano Rajoy reclamou “o direito de governar” e prometeu estar “à altura das circunstâncias”, afirmando que o objetivo principal é “ser útil a 100% dos espanhóis”.

Ganhámos as eleições, reclamamos o direito de governar”, declarou Mariano Rajoy, num discurso a partir de um palanque onde se lia em letras garrafais “Gracias” (obrigado).

“Agora o que se trata é de ser 100% útil a todos os espanhóis, os que votaram em nós e os que não votaram. Estamos à disposição de todos”, acrescentou Rajoy.

O líder conservador foi recebido aos gritos de “Presidente, Presidente” (presidente do Governo) e começou o seu discurso com a expressão “Sim, é possível”, mensagem repetida pelos milhares de apoiantes.

Podemos reconhece resultado insatisfatório

O candidato da coligação de esquerda Unidos Podemos à chefia do governo espanhol, Pablo Iglesias, admitiu hoje que os resultados eleitorais não são satisfatórios e não cumprem as expetativas criadas.

Sob os aplausos dos membros da comissão executiva da coligação, Iglesias pediu uma reflexão sobre o aumento do voto no conservador Partido Popular (PP).

O líder da Unidos Podemos reconheceu estar preocupado com o aumento do voto no PP e afirmou que as forças progressistas devem começar a dialogar a partir dos espaços que as unem.

 Socialistas culpam Podemos pela vitória do Partido Popular

O líder do PSOE, Pedro Sánchez, admitiu não estar satisfeito com o resultado das eleições legislativas realizadas hoje e responsabilizou o líder do Podemos, Pablo Iglesias, pela vitória do conservador Partido Popular.

“Espero que Iglesias reflita sobre estes resultados. Teve a possibilidade de por fim ao Governo de Mariano Rajoy”, disse Pedro Sánchez à comunicação social, na sede do PSOE em Madrid.

“Mas a intransigência e o interesse pessoal acima do interesse público permitiu melhorar os resultados do PP”, acrescentou Sanchéz.

Impasse, mas menos

Após as eleições de dezembro, que o PP venceu sem maioria, não foi possível formar governo em Espanha. O PP obteve na altura 123 dos 350 lugares do parlamento espanhol.

O PSOE – Partido Socialista Operário Espanhol conseguiu 90, o partido de esquerda radical e anti-austeridade Podemos obteve 69, e o centrista Ciudadanos, 40.

Esta distribuição inviabilizou a formação de uma maioria no parlamento espanhol com apenas 2 partidos, e todas as negociações para envolver 3 partidos numa solução governativa fracassaram.

Nas eleições deste domingo, o PP sobe 14 deputados, o PSOE perde 5, o Podemos ganha 2 e o Ciudadanos perde 8.

Ainda assim, só uma coligação de 2 partidos entre o PP e o PSOE obtém os 176 deputados necessários para uma maioria absoluta.

No entanto, um governo PP-Ciudadanos teria 169 assentos, a apenas 7 da maioria absoluta, podendo negociar o apoio de alguns dos 25 deputados eleitos pelas  formações regionais que conseguiram representação no parlamento

AJB, ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mau…
    Se depois de tudo, o partido dos corruptos (e do galego rafeiro) ganhou as eleições, a Espanha também está com pouca sorte…

  2. Por cá ainda não se ouviu o PS e o BE a comentar as eleições em Espanha, sempre tão atentos ás mudanças noutros países estão tão caladinhos!

RESPONDER

Praias, cafés e espetáculos. Países mais afetados pela pandemia começam a aliviar planos de emergência

Numa altura em que a pandemia parece começar a dar tréguas e com o verão a aproximar-se no hemisfério norte, dezenas de países reabrem esta segunda-feira atividades económicas, de lazer e culturais após as restrições …

Costa, Ferro, Medina e 85% dos socialistas querem que Marcelo continue em Belém

Cerca de 85% dos socialistas querem que Marcelo Rebelo de Sousa continue na Presidência da República para um segundo mandato, revela uma sondagem da Pitagórica para o Jornal de Notícias e TSF. A seis meses …

Um terço das mulheres europeias herdou um gene neandertal favorável à fertilidade

Um terço das mulheres europeias herdou um gene neandertal favorável à fertilidade, sugere uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Max Planck, na Alemanha, e do Instituto Karolinska, na Suécia. Em causa está …

Combater a pobreza energética até 2040 custa 384 milhões por ano

Pela primeira vez, o Governo sabe quanto seria preciso investir para combater a pobreza energética até 2040: 7.671 milhões de euros  – o equivalente a 384 milhões de euros por ano. De acordo com o jornal …

Trump classifica movimento antifascista como organização terrorista

O Presidente norte-americano anunciou que vai classificar o movimento ANTIFA (antifascistas) como organização terrorista, e culpou os média por “fomentarem o ódio e anarquia” na onda de protestos contra a violência policial. “Os Estados Unidos da …

Megaoperação em Loures. PSP e PJ cercam bairro da Quinta da Fonte e detém nove pessoas

A Unidade Especial da Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Polícia Judiciária (PJ) estão, esta segunda-feira, desde antes das 7h, a fazer uma megaoperação no Bairro Quinta da Fonte, em Loures. Segundo avança a TVI24, …

Cientistas podem ter descoberto onde vive o stress no cérebro humano

Onde é que os sentimentos negativos, como a pressão e a ansiedade, existem no nosso cérebro? Cientistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, tentaram encontrar a resposta. Estudos anteriores indicam que os sentimentos subjetivos ou …

A atmosfera de Marte está a escapar para o Espaço (e já se sabe quem é o culpado)

Marte pode já ter sido um planeta habitável mas, ao longo de milhares de milhões de anos, a sua atmosfera escapou para o Espaço. Os cientistas mapearam as correntes elétricas na atmosfera marciana que podem …

Júpiter é tão grande que o nosso Sistema Solar quase teve dois sóis

O nosso Sistema Solar tem apenas uma estrela e uma série de planetas relativamente pequenos. No entanto, Júpiter esteve muito perto de se tornar o irmão mais pequeno do Sol. Júpiter é, de longe, o maior …

O detetive a bordo do rover da NASA Perseverance

Marte está muito longe da famosa 221 Baker Street, mas um dos detetives mais conhecidos da ficção estará representado no Planeta Vermelho quando o rover Perseverance da NASA pousar no dia 18 de fevereiro de …