“O medo vai sempre existir”. Um dos poucos países sem covid-19 autoriza regresso de 143 cidadãos

Palau, que tem mais de 500 ilhas e cerca de 18 mil habitantes, é um dos poucos lugares do mundo onde não foram registados casos de covid-19. Agora, o país vai permitir que 143 cidadãos que estão no estrangeiro regressem a casa.

Palau encerrou as suas fornteiras a 22 de março, o que terá ajudado a travar a propagação de covid-19 que, até hoje, não foi registava no país. No entanto, há 143 cidadãos que ainda se encontram no estrangeiro e que não podem regressar até se voltarem a abrir as fronteiras.

O Presidente de Palau, Tommy Rememgesau, avançou com a decisão de autorizar o regresso dos cidadãos, uma decisão que não foi pacífica entre a população do país. Várias pessoas questionaram a decisão do presidente, argumentando que isto põe em causa a vida das 18 mil pessoas que vivem em Palau, em comparação com apenas 143 cidadãos presos no exterior.

De acordo com o jornal Tapei Times, Rememgesau disse aos deputados que o país tem a responsabilidade de o fazer. “É uma questão de minimizar o risco e fazer um esforço concertado, e, espero, apoiado por todos em Palau, embora tenhamos medo”, admitiu. “Não me vou iludir e dizer que vou esperar até não haver medo em Palau. Podemos nunca ver esse dia chegar”.

“O medo vai sempre existir”, explicou Remengesau. “Mas temos de perguntar: o que fazemos com os cidadãos em dificuldades? Simplesmente fechamos a porta e dizemos: ‘Vocês não podem entrar no país?'”.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, o senador Stevenson Kuartei, médico, disse que, embora esteja sob a autoridade do Presidente fazer uma convocação para repatriações, é preciso haver uma avaliação cuidadosa do risco.

“Os cidadãos podem voltar para casa com segurança e isso foi feito com os 10 pacientes que foram repatriados de Taiwan. Mas isso estava sob uma situação muito controlada. Uma estratégia meticulosamente planeada e executada deve acontecer e requer quarentena em Guam e Palau com testes oportunos”, disse.

Tomada a decisão, o regresso vai acontecer a partir da próxima quinta-feira. O regresso será efetuado em três grupos separados de 50 pessoas e processar-se-á em três fases.

Primeiro haverá duas semanas de quarentena num hotel em Guam, um território dos Estados Unidos no Pacífico. De seguida, os cidadãos estarão outras duas semanas noutro hotel, em Palau, sob guarda policial. Por fim, os regressados terão de se autoisolar durante mais duas semanas. Ao longo de todo esse período, irão ser testados.

ZAP //

 

 

 

 

 

PARTILHAR

RESPONDER

Há cada vez mais cidades chinesas com cortes de energia — e isso poderá ter consequências globais

Embora o problema já se tenha começado a sentir em julho, na última semana deixou de atingir apenas as zonas industriais para se estender aos bairros residenciais. População foi desaconselhada a não usar dispositivos com …

Barack Obama: "Taxem os ricos, como eu," para financiar proposta de Biden

Apelo está relacionado com a aprovação de um grande plano legislativo proposto por Joe Biden e que deverá ser negociado nas duas câmaras do Congresso norte-americano ao longo das próximas semanas. Numa semana decisiva da governação …

As origens dos antigos Etruscos foram finalmente reveladas

Vestígios de ADN encerraram, finalmente, o debate sobre a origem dos Etruscos,  uma antiga civilização cujos restos mortais foram encontrados em Itália. De acordo com quase dois mil anos de dados genómicos, recolhidos de 12 locais …

Rússia acusa Navalny e aliados de extremismo em novo processo

A Rússia intensificou a campanha contra o opositor do governo Alexei Navalny, abrindo esta terça-feira um novo processo judicial, que poderá levá-lo a cumprir uma pena de prisão de mais uma década. Navalny cumpre dois anos …

Governo demite Chefe do Estado-Maior da Armada. Gouveia e Melo provável sucessor

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, vai propor ao Presidente da República a demissão do Chefe do Estado-Maior da Armada, confirmaram hoje à Lusa fontes ligadas à Defesa. O Governo propôs ao Presidente da …

Borussia Dortmund 1-0 Sporting | Um Mal(en) que veio só… e foi suficiente

O “bicho papão Haaland não jogou, mas nem assim os “leões” conseguiram contrariar o maior poderio germânico. O Sporting saiu de Dortmund com uma derrota, apesar da excelente réplica no Signal Iduna Park, e muito por …

FC Porto 1-5 Liverpool | Dragão atropelado em casa

O Liverpool é uma espécie de “besta” em tons de “red” para o FC Porto. Em nove jogos oficiais, os “azuis-e-brancos” nunca venceram, somando 3 empates e 6 derrotas, a mais recente foi pesadíssima e …

China desenvolve arma invisível capaz de destruir redes de comunicação em dez segundos

Uma equipa de cientistas chineses está a desenvolver uma arma sónica, que gera um intenso pulso eletromagnético, capaz de destruir redes de comunicação e de fornecimento de energia elétrica. A arma poderá ter um alcance …

Dezenas de mulheres abusadas por funcionários da OMS na República Democrática do Congo

Dezenas de mulheres e meninas foram abusadas sexualmente por voluntários da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacados para enfrentar o Ébola na República Democrática do Congo (RDC), entre 2018 e 2020, concluiu um inquérito independente …

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …