Os portugueses não precisam de agradecer a António Costa (a menos que seja com votos)

Mário Cruz / Lusa

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou esta quinta-feira que os eleitores não lhe precisam de agradecer pelas medidas adotas pelo Governo, pedindo antes que os eleitores lhe deem força com o seu voto para defender os direitos conquistados durante a legislatura.

“Não têm que agradecer nada ao Governo, não têm que agradecer nada ao António Costa. Têm de dar força ao Governo, têm de dar força ao PS e têm de dar força ao António Costa para defender os direitos conquistados e os direitos que não podemos voltar a perder”, afirmou esta quinta-feira num comício em Santarém.

Costa contou que durante a noite desta quinta-feira, quando estava a entrar na Casa do Campino, encontrou uma senhora que lhe agradeceu por o Governo “ter devolvido” a sua reforma. Um episódio que, de acordo com o líder socialista, também já tinha acontecido consigo esta manhã, mas em Moscavide, no concelho de Loures.

“Mas eu quero dizer o seguinte: Os direitos não se agradecem, os direitos defendem-se, porque os direitos são próprios, ninguém dá nada”, contrapôs o secretário-geral do PS, recebendo uma prolongada salva de palmas.

António Costa recordou depois que o que está em jogo nas eleições no dia 6 de outubro.

Tal como fizera na quarta-feira à noite no comício socialista de Loulé, António Costa procurou deixar duas garantias aos eleitores: “Connosco o diabo não vem, mas connosco também não vamos andar para trás, porque o caminho é para a frente”.

No seu discurso, como nos anteriores, António Costa salientou as ideias de que o seu Governo “cumpriu todos os compromissos”, de que houve estabilidade política nos últimos quatro anos e, mais importante, que “acabou o tempo do sobressalto” para as pessoas – aqui, numa crítica ao executivo PSD/CDS-PP entre 2011 e 2015.

Em relação aos próximos quatro anos, o secretário-geral do PS defendeu que, se os eleitores “derem força” aos socialistas “continuarão a ser reduzidos os níveis de pobreza e diminuídas as desigualdades no país”.

Se o PS formar novamente Governo, segundo António Costa, além da continuação do aumento do salário mínimo nacional, procurar-se-á celebrar um acordo de rendimentos na concertação social para melhorar os salários em geral, sobretudo os dos mais jovens.

Também em relação à próxima legislatura, o líder socialista prometeu uma redução dos custos no acesso à saúde e uma melhoria dos serviços públicos prestados aos utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

“Vamos progressivamente reduzir as taxas moderadoras no SNS nos cuidados de saúde primários e vamos alargar o cheque dentista, que passará a abranger todas as crianças a partir dos dois anos. Quanto mais cedo as crianças puderem tratar a sua saúde oral, melhor saúde futura elas terão assegurada”, considerou.

António Costa referiu-se ainda a outra medida do programa eleitoral do PS no capítulo da saúde, dizendo que pretende introduzir um vale para os óculos – um vale que beneficiará jovens e crianças até aos 18 anos e todos os idosos com rendimento social de inserção.

“É essencial assegurar a boa qualidade visual a quem estuda e a quem já atingiu uma idade em que precisa de ser apoiado”, justificou.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O Partido Socialista (PS) precisa durante esta campanha eleitoral e daí para a frente de voltar à suas verdadeiras cores, o vermelho, amarelo (símbolo e nome do partido), verde e vermelho (cores da República), intercalando com o vermelho, branco, e azul (cores do Trabalhismo).

    Deve acabar de vez com aquela propaganda e bandeiras de cores branca, cor-de-rosa, verde alface, que para além de ser ridículo e parolo, dá má imagem ao Partido Socialista (PS).

RESPONDER

PSD e CDS dão as mãos para ganhar a Madeira (e fecham a porta ao Chega)

Esta quarta-feira, o PSD e o CDS fecharam a porta ao Chega no acordo de coligação autárquica na Madeira, que ambos os partidos assinaram no Funchal. No início deste mês, o líder do PSD/Madeira Miguel Albuquerque …

"Milagre da multiplicação". Cientistas conseguiram tornar a luz ainda mais brilhante

Uma equipa de cientistas descobriu um fenómeno que aumenta a intensidade da luz emitida por um componente em nanoescala em mais de mil vezes, em relação ao que a teoria afirma ser possível. Os cientistas observaram …

Revelados novos segredos sobre o exoplaneta mais quente já descoberto

Um estudo revela novos segredos sobre o exoplaneta mais quente já descoberto, que supera os 4.700ºC e é considerado um "Júpiter quente". Descoberto em 2016, o longínquo Kelt-9 b, situado a 650 anos-luz da Terra, é …

Comer muitas refeições takeaway pode aumentar a probabilidade de morte

Comer demasiadas vezes refeições takeaway pode afetar negativamente a saúde das pessoas. Isto porque, muitas vezes, a comida em causa é fast food. A pandemia de covid-19 veio intensificar a adoração das pessoas pelas refeições takeaway. …

Fezes de morcego ajudam a decifrar o passado da humanidade

Uma equipa de investigadores australianos usou fezes de morcego para ajudar a entender uma parte do passado dos nossos ancestrais. Para perceber melhor como é que artefactos antigos são alterados pelo sedimento em que estão enterrados …

"É como fogo". Dezenas de pessoas morreram na República Dominicana após ingestão de álcool ilegal

Depois de dezenas de pessoas morreram por intoxicação nas últimas semanas, as autoridades da República Dominicana acabaram por fechar várias lojas de bebidas alcoólicas. As lojas de bebidas clandestinas situavam-se sobretudo na capital, Santo Domingo, mas …

Eis AlphaDog, a resposta da China para o cão-robô norte-americano Spot

A empresa de tecnologia Weilan, sediada em Nanjing, na China, desenvolveu o AlphaDog, um cão-robô que usa sensores e inteligência artificial (IA) para realizar uma série de aplicações, incluindo entrega de encomendas e orientação para …

E se a vacina contra a covid-19 se chamasse Trumpcine? O "sir" sugeriu e Donald Trump gostou

No fim de semana passado, durante um encontro do Comité Nacional Republicano, o ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que alguém sugeriu que as vacinas disponíveis contra a covid-19 deveriam receber o seu nome. …

O custo da paz mundial é bastante inferior ao custo da guerra

Um recente relatório do Instituto de Economia e Paz (IEP) conclui que o custo dos países com a violência é bem superior ao custo com a paz mundial. O Instituto de Economia e Paz estima que, …

Malta vai pagar aos turistas que visitarem a ilha durante o verão

Numa altura em que pandemia não tem dado tréguas ao setor do turismo, Malta anunciou um conjunto de medidas com o objetivo de encorajar os viajantes a visitarem o país e a ficarem hospedados nos …