Portugueses estão a esgotar testes à covid-19 (para estarem com a família no Natal)

Ennio Leanza / EPA

Muitos portugueses estão a marcar testes à covid-19 para os dias que antecedem o Natal para poderem reunir-se com a família, segundo a Unilabs Portugal, que só para o dia 22 de dezembro tem mais de 1.500 marcações.

“Desde a comunicação do primeiro-ministro relativamente a como será o Natal, nomeadamente a partir de segunda e terça-feira, tivemos um incremento muito grande de pedidos de testagem, nomeadamente testes de PCR e também testes de antigénio, para os dias 21, 22, e 23 de dezembro”, disse à agência Lusa o presidente da rede de diagnóstico clínico.

Para Luís Menezes, esta situação demonstra que “as pessoas veem na testagem uma forma de criarem uma salvaguarda adicional”, além das medidas apontadas pelo Governo.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, apelou, numa conferência de imprensa recente sobre a covid-19, para que a população não faça testes por iniciativa própria, devendo esperar por uma requisição ou por um conselho médico.

Uma posição sustentada por Luís Menezes, afirmando que os centros de diagnóstico “estão disponíveis para apoiar as autoridades públicas e as pessoas de forma individual neste pedido, mas é preciso lembrar que tudo aquilo que está a ser dito pelas autoridades de saúde pública deve ser tido em conta”.

“A testagem pode ser vista como mais uma salvaguarda”, mas a ceia de Natal deve ser realizada com um número reduzido de pessoas, com distanciamento físico e com o uso de máscaras sempre que possível.

Luís Menezes adiantou que esta situação não foi surpreendente porque já havia algumas perguntas nesse sentido, mas disse não ser “nada normal” as pessoas marcarem os testes com duas semanas de antecedência e perguntarem se têm os resultados até dia 22 ou 24 de dezembro.

Os testes de deteção da covid-19 (PCR) são os mais procurados, não necessitam de prescrição médica, ao contrário dos testes rápidos, que estão “claramente contraindicados” porque tem muito baixa sensibilidade para os indivíduos assintomáticos, disse, salientando que “é importante as pessoas terem noção de que o teste não é uma certeza absoluta de que estão negativos”.

O presidente Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, disse à Lusa que “é importante que pessoas tenham a perceção de que as diversas medidas e cautelas que podem ter em relação a evitar a disseminação da doença são complementares” e considerou “uma estratégia interessante” a utilização de testes para identificar pessoas que podem estar infetadas, mas são assintomáticas.

“É uma medida que me parece interessante e que pode ajudar também a reduzir o risco de uma exposição que é previsível venha a acontecer no período das festividades”, afirmou Ricardo Mexia, ressalvando que a testagem “não é para permitir reduzir as outras medidas” que contribuem para a redução do risco, mas para as complementar.

Apontou como condicionante o custo da realização de testes e disse que eventualmente poderá haver um problema de oferta, questionando “até que ponto vai haver capacidade para tanta gente poder fazer o teste num período de tempo bastante curto”. Para Ricardo Mexia, este é “mais um exemplo” de que as pessoas estão preocupadas e querem proteger-se e proteger quem gostam.

A rede de laboratórios SYNLAB também tem estado a registar muitas marcações de testes RT-PCR para este período, mas associadas a viagens. “Os clientes começaram a contactar muito cedo (desde o início de dezembro) para efetuar marcações também para o dia 24 de dezembro, de forma a poderem realizar as suas viagens no dia 26 de dezembro”, avançou, sem precisar o número de marcações que foram efetuadas.

Os laboratórios Germano de Sousa têm sido contactados por algumas pessoas a perguntar se estão abertos por altura do Natal, mas como estão a funcionar até dia 24 e não é preciso fazer marcação ainda não observaram um aumento. “Provavelmente as pessoas que estão interessadas em fazer o teste chegarão pelo dia 22, que é o que interessa para poderem estar descansadas”, disse o patologista Germano de Sousa, prevendo um aumento da procura nessa altura.

De acordo com o semanário Expresso, também a Cruz Vermelha Portuguesa tem sentido uma “afluência muito intensa”, segundo Francisco George, presidente da organização e ex-diretor-geral da Saúde, anunciando que em Lisboa já se esgotaram as marcações para os dias 21, 22 e 23, com milhares de testes rápidos agendados.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,5 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 5.278 em Portugal.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O melhor será voltarem a fazer um novo teste ali pelos dias 22 e 23 de dezembro que até lá ninguém pode afirmar que não ficará infetado.

RESPONDER

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …