“Dêem a Portugal uma Ponte Aérea”. Escocês faz petição e diz que decisão do Reino Unido é injusta

Um escocês admirador de Portugal considera a exclusão da lista de países isentos de quarentena nas chegadas ao Reino Unido “injusta” e “pouco transparente” e por isso promoveu uma petição popular a pedir o levantamento da medida.

“Comecei a petição uma semana antes de o anúncio ser feito, quando comecei a ouvir rumores de que Portugal poderia não estar na lista, porque achei que era muito injusto usar um pequeno surto em Lisboa como razão para castigar, fechar um país inteiro”, disse Charles Barrett à agência Lusa.

A petição “Dêem a Portugal uma Ponte Aérea” já recolheu mais de 16 mil assinaturas, “metade de britânicos, metade de portugueses”, adiantou.

Diretor numa empresa de serviços para a construção civil, Barrett é um admirador do país, onde passa férias entre duas a três vezes por ano no Algarve e para onde tem viagem marcada de Manchester na próxima semana, depois de o voo inicial a partir de Glasgow ter sido cancelado.

A obrigação de cumprir duas semanas de isolamento no regresso não o demoveu, nem o facto de o ministério dos Negócios Estrangeiros britânico continuar a desaconselhar as viagens não essenciais a Portugal continental, embora tenha levantado para os Açores e Madeira.

“O conselho do Ministério invalida o seguro de viagem, mas eu tenho sorte porque estou disposto a arriscar em termos de seguro. E a maioria das pessoas também não pode ficar de quarentena duas semanas depois das férias”, reconhece.

A confiança na forma como Portugal está a lidar com a pandemia da covid-19, que tem acompanhado através dos indicadores internacionais, fez o escocês marcar já mais férias, para outubro e abril de 2021.

“Para mim, o que está em causa é o impacto que [a quarentena] vai ter na indústria turística que depende do período do verão. Não vi dados que suportem a decisão. Muitas das decisões e informações têm sido pouco transparentes e mais politicas”, lamentou.

O Governo britânico publicou na sexta-feira passada uma lista de 59 países e territórios, incluindo Alemanha, Austrália, Espanha, França, Grécia ou Macau, cujos viajantes deixam de ter de ficar em isolamento durante 14 dias à chegada ao Reino Unido a partir de 10 de julho.

A reavaliação da lista de países isentos de quarentena nas chegadas ao Reino Unido, da qual Portugal foi excluído devido aos surtos de covid-19, vai ser feita a 27 de julho.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. que a decisão britânica é injusta (e política) já se sabia. Mas Portugal – i.e., o governo, as instituições do Estado ligadas ao turismo e os operadores (agências, hotéis) – já deveria ter começado a investir em outros mercados (com menos casos de Covid do que o Reino Unido), pois a dependência de uma só fonte não é boa. Além de que, claro, os britânicos não têm culpa do que se passa na AMLisboa.

  2. Agradeço a sua intenção, mas representando muitas opiniões de portugueses, estou feliz com a decisão do seu governo. Não se incomode mais nós NÃO queremos nenhum inglês no nosso territorio nem agora nem durante muitos anos. Estou me a borrifar para os comerciantes que só pensam em vender. Herois do mar…nobre povo nação valente e imortal…..

RESPONDER

A primeira casa impressa em 3D no Canadá é inspirada na sequência de Fibonacci

Depois de ter inspirado inúmeros edifícios, a sequência de Fibonacci serviu de musa à empresa de impressão em 3D Twente Additive Manufacturing (TAM), que criou a primeira casa impressa em 3D do Canadá. A Fibonacci House é …

Marcha do Orgulho de Budapeste será um protesto contra as leis anti-LGBTQI, diz organização

A marcha do Orgulho em Budapeste, que ocorrerá no sábado, será "uma celebração, mas também um protesto", disseram os organizadores, enquanto a comunidade LGBTQI húngara se prepara para desafiar a escalada da campanha anti-homossexual do …

PSD propõe máximo de 215 deputados e divisão de grandes círculos eleitorais

O PSD apresentou, esta sexta-feira, a sua proposta para a reforma do sistema eleitoral, que fixa um máximo de 215 deputados, menos 15 do que o total atualmente em vigor. A proposta do PSD para a …

Variante Lambda: o que saber sobre a nova mutação que preocupa as autoridades

Está a ter um foco mais circunscrito à América Latina, mas já houve dois casos desta mutação em Portugal. A OMS está atenta e de momento classifica a Lambda como uma variante de interesse. Foi inicialmente …

PSD força audição de Eduardo Cabrita sobre inquérito da IGAI

O PSD recorreu à figura da audição potestativa a que os partidos têm direito a usar regimentalmente para ouvir membros do Governo e entidades públicas.  O PSD requereu esta sexta-feira a audição parlamentar obrigatória do ministro …

Nuno Graciano "disponível" para acordo com Carlos Moedas

Nuno Graciano, candidato à Câmara Municipal de Lisboa pelo Chega, disse que há "condições" para conversar com Carlos Moedas, em caso de vitória do social-democrata. Em entrevista ao Diário de Notícias, Nuno Graciano, candidato do Chega …

Jogos Olímpicos: 4 modalidades estiveram em todas as edições

Curiosamente, em Tóquio também se vão estrear quatro modalidades (mais duas vertentes). Há desportos que só estiveram nos Jogos uma vez. Os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 já arrancaram oficialmente. Depois do início de algumas modalidades, na …

Rússia "desconectada com sucesso" da Internet mundial em nova ronda de testes

A Rússia se "desconectou com sucesso" da rede mundial de Internet durante novos testes da sua tecnologia 'RuNet', informou o site de notícias RBC. De acordo com o site, que cita fontes não identificadas no setor …

Depois das cheias, Alemanha tem outra luta em mãos: limpar montanhas de lixo

Foram as cheias mais devastadoras da Alemanha nos últimos 60 anos, mas os problemas não acabaram com as chuvas. O país terá agora de lidar com montanhas de lixo, frigoríficos estragados e carros destruídos, amontoados …

Síndrome de Guillain-Barré apontada como efeito "muito raro" na vacina da Janssen

Infarmed justifica a decisão com os resultados da investigação feita pela Agência Europeia do Medicamento, iniciada após os reguladores norte-americanos terem dado o alerta para o "risco acrescido de se desenvolver uma condição neurológica rara …