Portugal quer exportar 515 milhões de máscaras reutilizáveis para a Europa

Neil Hall / EPA

“Este produto pode salvar a economia, a partir do momento em que permite a reabertura e o regresso das pessoas às ruas e aos locais de trabalho”, disse o presidente da Associação Têxtil e Vestuário (ATP).

Segundo a edição desta segunda-feira do Jornal de Notícias, a Confederação Europeia do Têxtil e Vestuário (Euratex) pediu à Comissão Europeia que autorize a exportação, a partir de Portugal, de 515 milhões de máscaras sociais reutilizáveis.

Mário Jorge Machado, da Euratex, disse que se trata de uma “autorização para podermos exportar um produto que, estando certificado em Portugal, seja aceite noutros países.

O uso de máscaras vai passar a ser obrigatório em serviços públicos fechados e já há várias empresas portuguesas a dedicarem-se à produção nacional deste tipo de proteção. Nesse sentido, a produção deste equipamento de proteção pode ajudar muitas empresas que cessaram a produção devido à covid-19.

Há um número crescente de empresas a aderir a este processo de produção e isso também significa uma oportunidade de reduzir a necessidade de lay-off. “As máscaras permitirão uma vida quase normal, se todos as usarem, impedindo a progressão geométrica da pandemia”, disse o também presidente da ATP – Associação Têxtil e Vestuário.

O foco não é apenas nacional, mas para poderem exportar, as máscaras precisam de serem certificadas, um processo junto do Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário (CITEVE) que já está a acontecer.

Em colaboração com o Infarmed, a Direção-Geral da Saúde (DGS) e a ASAE, o CITEVE vai permitir a produção de milhões de máscaras com qualidade, que começam a estar disponíveis no mercado português a partir de maio.

O preço vai variar em função da estratégia comercial de cada empresa e das próprias características das máscaras, mas a oferta lusa será ampla. O material deve ter uma filtração de, pelo menos, 70% das partículas, no caso da população em geral, e de cerca de 90% para profissionais que contactam com o público.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Exportar 515 MILHÕES DE MÁSCARAS, quando estas não existem para consumo interno, é obra! Ou seja, os Portugueses que se amanhem com as fabricações caseiras com todo o tipo de material que têm à mão e que, de certeza, não têm a protecção necessária face à crise pandémica!

    • Tenha calma. Muito em breve teremos mais máscaras do que precisamos. Alguma indústria está neste preciso momento a converter-se. Aguarde uma ou duas semanas e verá o resultado.

  2. Isto não é uma critica porque há de certeza uma explicação que eu não compreendo por desconhecimento da matéria!
    Gostava de perceber porque razão, (depois de tantos estudos do Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário (CITEVE) em colaboração com o infarmed), conseguem criar modelos de mascaras comunitárias, em que nos 2 modelos, B e C, o tecido das mascaras, (não falando na parte estética), fica mesmo em contacto com a boca, derivado ao modelo que é completamente direito da zona do nariz ao queixo, quando nos modelos caseiros as pessoas tiveram o cuidado de criar modelos para deixar a barreira de proteção mais afastada da boca o que parece fazer sentido, criando um modelo arredondado.

    Modelo B e C do citev:
    2020-4-17-10-16-26-964__Mascara Comunitaria Reutilizável Nivel 2 e 3 – Modelo C (2).pdf
    2020-4-17-10-17-9-185__Mascara Comunitaria Reutilizável Nivel 2 e 3 – Modelo B (1).pdf

    Modelo obrigatório seguir para quem comercializar.

RESPONDER

Grupo Espírito Santo só tem verbas para pagar 2,6% das dívidas

Os credores reclamam 11,5 mil milhões de euros em dívida, mas o império Espírito Santo só tem cerca de 300 milhões de euros. De acordo com o semanário Expresso, aquilo que resta do império Espírito Santo …

CTT reclamam dívidas de 67 milhões ao Estado

Os CTT iniciaram um processo de arbitragem contra o Estado, reclamando um total de 67 milhões de euros em compensações pelo impacto da pandemia de covid-19 e pela extensão unilateral do contrato de concessão. "Os CTT …

O candidato de Costa ao Porto só durou 24 horas (e a "asneira" pode sair-lhe cara)

Está lançada a confusão no PS Porto com a escolha do candidato do partido às próximas eleições autárquicas. O secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, não resistiu às reacções negativas à sua escolha para …

Mourinho Félix ao ataque. BdP "subjugou-se" à ex-ministra das Finanças

O antigo secretário de Estado Adjunto e das Finanças criticou, esta sexta-feira, a "falha grave" do Banco de Portugal (BdP) ao se ter subjugado à antiga ministra das Finanças quanto à capitalização inicial do Novo …

Castillo obtém a maioria dos votos nas Presidenciais peruanas

Pedro Castillo obteve a maioria dos votos nas eleições presidenciais de domingo no Peru, com 50,168% dos votos, restando apenas 0,328% para contar, uma distância que a sua rival, Keiko Fujimori, não será capaz de …

Câmara de Lisboa arrisca multa de 80 milhões devido à partilha de dados

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) terá cometido quatro violações à lei da Proteção de Dados, puníveis cada uma com uma coima até aos 20 milhões de euros. Em declarações ao jornal Público, Elsa Veloso, advogada …

Joanetes e ossos partidos. A moda dos sapatos pontiagudos teve um alto custo na Inglaterra medieval

A moda dos sapatos pontiagudos na Inglaterra medieval desencadeou uma onda de joanetes, que, por sua vez, levaram a que as pessoas caíssem e partissem ossos. O século XIV assistiu à chegada de uma abundância de …

Sir António Horta Osório. Português foi condecorado pela Rainha Isabel II

O gestor português do setor da banca foi condecorado, este sábado, pela Rainha Isabel II com o grau de cavaleiro da Ordem do Império britânico, passando a ter direito ao título de "Sir" antes do …

Época balnear abre este sábado na maioria das praias (mas com regras)

A época balnear abre oficialmente este sábado na grande maioria das praias portuguesas, sujeitas pelo segundo ano consecutivo a regras para prevenção, contenção e mitigação da transmissão da infeção por covid-19. Segundo uma portaria publicada em …

Pessoas com pupilas grandes são mais inteligentes

O tamanho das nossas pupilas diz mais sobre nós do que imaginávamos. Cientistas descobriram que há uma surpreendente correlação entre o tamanho inicial da pupila e a inteligência fluida. Um novo estudo sugere que o tamanho …