/

Covid-19. Plano Nacional inclui testes em centros comerciais ou empresas

Guillaume Horcajuelo / EPA

O Plano Nacional para a Testagem Massiva prevê a realização generalizada de testes para deteção precoce do coronavírus, passando a estar disponível em centros comerciais, estações de transportes públicos ou empresas, e podendo pode ser solicitados para ir ao médico, espetáculos ou eventos religiosos.

Segundo noticiou esta terça-feira o Expresso, os peritos já enviaram o plano à ministra da Saúde, Marta Temido, salientando que a estratégia é “inclusiva e participativa”. O país terá agora a testagem dirigida, a programada e a generalizada.

Quando a incidência da infeção ou o risco de crescimento são elevados, será feita a testagem dirigida a estabelecimentos de educação, eventos de massa, clubes desportivos, viagens, transportes, serviços e empresas municipalizadas e outras entidades.

Em casos de risco de contágio constantemente elevado, haverá testagem programada, com o rastreio sistemático nesses locais, bem como em lares, cuidados continuados, instituições sociais de acolhimento ou apoio social, centros de acolhimento de refugiados, prisões e unidades de saúde.

Na prestação de cuidados assistenciais, os testes serão pedidos para internamentos, partos, cirurgias programadas, transferências entre serviços hospitalares e ainda aos doentes oncológicos, a alguns acompanhantes e aos profissionais de saúde mais expostos.

Para “eventos de massas”, os perito recomendam a “testagem prévia à participação”.

  Taísa Pagno //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE