Passos prepara governo muito político, combativo e para durar

Fernando Veludo / Lusa

O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho

O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho

Passos Coelho só deverá apresentar o novo Executivo no fim da próxima semana e haverá várias caras repetidas da anterior legislatura. Falta saber que coelhos tirará da cartola, mas é certo que será um governo “muito político e combativo”.

É esta a ideia que é deixada ao jornal Sol por “um ministro de Passos Coelho” que não é identificado.

Esta fonte destaca que o primeiro-ministro indigitado por Cavaco Silva pretende “contar com nomes fortes” num Executivo “muito político e combativo”.

Este ministro de Passos nota ainda que “terá de se partir do princípio de que é para durar e não poderá ser feito na base de um Governo de contingência”.

Perante esta ideia, surge a possibilidade de Passos Coelho procurar tentar encontrar escolhas que possam agradar ao PS, numa perspectiva de que os socialistas possam “acabar por viabilizar o programa de Governo do PSD e do CDS e até o Orçamento do Estado para 2016”, conforme sustenta o Sol.

Figuras certas no próximo Executivo deverão ser nomes como Jorge Moreira da Silva, Maria Luís Albuquerque, Luís Marques Guedes e Paulo Macedo, do lado do PSD, e Luís Pedro Mota Soares e Assunção Cristas, além de Paulo Portas, do lado do CDS.

Mas é possível que alguns destes elementos mudem de pastas.

Entretanto, caso sejam aprovadas as moções de rejeição ao novo governo prometidas pelos partidos de esquerda, o mesmo jornal garante que Passos Coelho vai recusar ficar num Governo de Gestão.

Nesse cenário, Cavaco Silva será de novo chamado a intervir e Passos Coelho espera que, então, “chame António Costa para apresentar uma alternativa de governo com o BE e com o PCP”, assegura o Sol.

ZAP

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. “Perante esta ideia, surge a possibilidade de Passos Coelho procurar tentar encontrar escolhas que possam agradar ao PS”. Uma sugestão: Ninguém do PSD nem do CDS! Isso agradará, de certeza ao PS, ao BE e á CDU (não sei o que pensa o PAN…). Treeeeeeeetaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!

  2. Estes heróis da esquerda (comentadopres daqui) (cheira-me a sornas do funcionalismo público), vão assistir a um lindo funeral.

    • Talvez tenhas razão… Mas quem perde somos TODOS NÓS!!! Até tu! Quando perderes o emprego, tiveres contas que nunca pagarás, ficares sem o carro, a casa e, por fim, emigrares… Nota: Não sou funcionário público… Isso seria sinal que não estaria desempregado juntamente com milhares (talvez milhão…) de portugueses…

  3. No parlamento europeu ámanhã PS vota contra propostas do BE e do PCP… Cá dentro dizem estão à beira de se concertarem (prostituirem políticamente) pelo poder

    • “prostituirem políticamente”? Mas está tudo cego? É o que se faz desde o inicio da democracia! E não é preciso ir muito longe… Olha a coligação (após eleições) do CDS e PSD. Até podem ter ideias diferentes, mas atacaram-se para ganhar alavancagem para o “caminho” do poder (mais no caso do Portas/CDS). E depois eram todos amigos! Prostituem-se TODOS!!! Mas, no meio desta prostituição, vai-se fazendo alguma coisa… merd… ou não, mas vai-se fazendo…

      • Não será pelos defeitos da democracia que a liberdade não deva começar onde termina a dos outros… E isso vem depois da ética em política indossiciável do relativismo moral – Quem ganha ao voto deve governar, se em maioria relativa deve ceder em concertação… O que se tem visto é politiquice de aviário. Um galo aos saltos, sob as asas de alguns lacaios, por cima de tudo e de todos pó poleiro… que se faz tarde.

RESPONDER

Setor da restauração diz que os apoios e horários estabelecidos aumentam a “escravização"

Segundo um documento da PRO.VAR, dois em cada três (66,4%), dos estabelecimentos localizados em centros comerciais, ponderam apresentar pedidos de insolvência. O trabalho tem por base um inquérito a empresas do sector realizado entre os dias …

Ucrânia diz que Rússia não responde a pedido de conversações, mas conta com o apoio da NATO

O Presidente ucraniano, Volodimir Zelenskii, disse que ainda não conseguiu falar com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, para discutir a escalada do conflito no Leste da Ucrânia. A Rússia e a Ucrânia acusam-se mutuamente de …

"O trabalho liberta." Polícia comunica pichagem nazi no Porto ao Ministério Público

A Polícia Municipal vai comunicar ao Ministério Público (MP) uma pichagem num portão da Avenida do Brasil, no Porto, com a frase nazi "o trabalho liberta". Uma pichagem num portão da Avenida do Brasil, no Porto, …

Um morto e um ferido em tiroteio junto a hospital em Paris. Atirador encontra-se em fuga

Um tiroteio numa rua no bairro 16 da capital francesa causou a morte de um segurança do hospital Henry Dunant e ferimentos muito graves numa utente. Os disparos deram-se em frente ao hospital Henry Dunant, …

Bloco de Esquerda quer plano nacional de férias de Verão financiado pelo Governo

O Bloco de Esquerda vai entregar um projeto de lei na Assembleia da República para que o Governo defina um programa de férias de Verão. Catarina Martins, coordenadora do partido, frisa que a maior parte …

Índia ultrapassa Brasil e é o segundo país mais afetado pela covid-19

A Índia é o segundo país mais afetado pela pandemia de covid-19, ultrapassando o Brasil, depois de registar um valor máximo de 168 mil novas contaminações nas últimas 24 horas. O país, com 1,3 mil milhões …

Dois anos depois, mulher de Assange pede que Reino Unido pressione EUA para acusações caírem

A mulher de Julian Assange, Stella Moris, disse que a Grã-Bretanha seria mais forte a fazer campanha contra regimes autoritários se pressionasse o Governo Biden a retirar o seu apelo para o extraditar sob acusações …

Operação Marquês. Ministério Público pede alargamento do prazo previsto na lei para recorrer

Depois da decisão instrutória tomada pelo juiz Ivo Rosa, os procuradores Rosário Teixeira e Vítor Pinto já entregaram um requerimento a pedir 120 dias para o recurso. O alargamento do prazo passaria assim a ser …

Duas mortes e 271 infetados em 24 horas. Rt continua a subir em Portugal

O boletim da DGS desta segunda-feira dá conta de mais 271 novos casos. Registaram-se ainda mais duas mortes por covid-19. Segundo a DGS existem 25.784 casos ativos, menos 176 do que na véspera, e há mais …

Maioria dos pobres em Portugal trabalha (os "três D" da pobreza e 4 perfis que são uma "supresa")

Um quinto da população portuguesa é pobre e a maior parte das pessoas em situação de pobreza trabalha, mantendo vínculos laborais sem termo. As conclusões são de um estudo promovido pela Fundação Francisco Manuel dos …