Pardal Henriques investigado pela Ordem e candidato pelo partido de Marinho e Pinto

António Pedro Santos / Lusa

O vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques

O vice-presidente e porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques, vai ser o cabeça-de-lista pelo círculo de Lisboa do Partido Democrático Republicano (PDR), avança o Diário de Notícias.

De acordo com o diário, Pedro Pardal Henriques vai ser candidato a deputado pelo partido do também advogado Marinho e Pinto, que fundou a força partidária em 2014.

Por sua vez, e segundo apurou o DN, Marinho e Pinto será cabeça-de-lista no Porto.

“Não lhe posso dizer quem será ou não candidato. As listas ainda não estão definidas”, disse o líder do partido ao matutino, sem confirmar nem desmentir que Pardal Henriques seja o número um por Lisboa nas legislativas.

Pedro Pardal Henriques, recorde-se, conquistou notoriedade como porta-voz do SNMMP, um dos sindicatos que ameaça bloquear o país com uma greve por tempo indeterminado marcada para a próxima segunda-feira. O advogado é também membro da obediência maçónica portuguesa Grande Oriente Lusitano, integrando a loja Simpatia e União.

Em 2015, o PDR foi o partido mais votado entre os que não conseguiram eleger deputados. Obteve 61,6 mil votos (1,14%), na mesma eleição em que o PAN conseguiu eleger um deputado com 1,39% (cerca de 75 mil votos).

O jornal Público avança também esta quinta-feira que o conselho de deontologia de Lisboa da Ordem dos Advogados(OA) abriu uma averiguação preliminar a Pardal Henriques.

Em causa está uma queixa por burla, que poderá ou não ser transformada num processo disciplinar. A possibilidade das ligações do advogado ao mundo empresarial poderem ser incompatíveis com o exercício da advocacia têm suscitado alguma apreensão de colegas, tal como explica o matutino.

O vice do SNMMO só está inscrito na Ordem há dois anos, sendo sócio de de uma firma de mediação imobiliária desde 2007. Contudo, segundo o advogado, a empresa nunca funcionou. Pardal Henriques tem ainda participações noutras empresas de trabalho temporário assim como de consultoria de gestão e saúde.

Em 2011, revelou a TVI, o advogado foi sentenciado por insolvência culposa, ficando inibido de administrar os bens de sociedades comerciais ou civis, empresas públicas e cooperativas durante sete anos.

O Público tentou, sem sucesso, contactar Pardal Henriques.

ZAP //

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Aí está uma boa notícia! Vamos ver é se tem continuidade… Na verdade, “cheira-me” que este indíviduo não só não é o que parece, como procura protagonismo!

  2. Aí está a táctica deste governo. Quando se sente acossado, pede socorro à Justiça. Porque sabe que ela está ao serviço do governo. A Joana Marques Vidal já foi substituída por uma socialista e o juiz Carlos Alexandre já está a levar a porratada. Só falta Sócrates ser recebido em ombros no Parlamento. Cuidado com as evidentes e perigosas tendências autoritárias deste governo. Está a evidenciar tiques (talvez de cariz socrático), numa forma sub-reptícia e por meio de um malabarismo calculista, sem precedentes.

  3. Aqui, o governo serve-se da Ordem dos advogados para calar pidescamente o advogado, que está no pleno exercício da sua função. Já a “ministra papagaio” para se sobrepor à bastonária dos enfermeiros, pediu socorro à justiça, para que assaltasse a Ordem e arranjasse forma de a calar. Algo de grave está a acontecer no país. O povo tem que acordar, quantos antes, para esta perigosa realidade.

    • Quem tem de acordar é quem aceita tal pessoa para representar interesses de trabalhadores! Se há pessoa cujo perfil é o mais desajustado possível para representar trabalhadores… é este senhor!

      Ser defendido num reinvindicação por um membro, ou pelo menos simpatizante, do PDR???? Só pode acontecer uma de duas coisas: ou o SNMMP o “despede” ou o PDR o expulsa!!!

      Como é que você consegue tomar o partido deste indivíduo?????????

  4. Dpois da ordem dos enfermeiros, agora o sindicato…. bem sem por nada em causa, investigue-se! Mas será … quem se mete com o governo, temos a democracia possível

  5. Segundo o que se sabe e é de conhecimento Publico, este Sr. Pardal, enfrenta algumas queixas em Tribunal, no quadro da sua actividade em tanto que Advogado. Au serem verídicas as acusações levantadas contra este Ilustre Doutor, a Ordem dos Advogados tem toda a legitimidade de investigar e eventualmente aplicar o castigo adequado. Limpo, por os vistos não está, e é nesse “Líder” em que a classe Profissional de Camionistas deposita toda a confiança. Manipulados e Felizes, mas inconscientes !

  6. Pois, se calhar o Pardal vai substituir aquele outro advogado que era o n.º 2 do PDR e que apanhou 25 anos de cadeia por matar e dissolver em ácido um antigo cliente, naquilo que ficou conhecido como máfia de Braga.
    De facto, com aquilo que se vai sabendo do Pardal, há várias semelhanças nos perfis de ambos…. resta saber se este também acabará preso pelo que fez…

  7. Isto é que vão aqui uns comentários! É pardalada por todo o lado. O contorcionismo, em alguns, é tão grande, que se vai de alhos para bogalhos. É giro apreciar estes comentários, de forma independente. Alguns até dão para rir, sobretudo pela capacidade inventivo/imaginativa, para chegar aos fins desejados, qual sobremesa para o seu ego.

Quatro defensores dos direitos humanos, indígenas e ambientais recebem "Nobel Alternativo"

Duas advogadas, do Irão e da Nicarágua, um advogado dos Estados Unidos (EUA) e um ativista da Bielorrússia foram esta quinta-feira distinguidos, em Estocolmo, com o "prémio Nobel Alternativo" que pretende "impulsionar mudanças sociais urgentes …

PJ diz que há “condições” para alargar colaboração com Rui Pinto

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu a possibilidade de a colaboração com Rui Pinto poder “ir além” da abertura dos discos encriptados e apreendidos ao criador do Football Leaks, reconheceu esta quinta-feira o inspetor José Amador. "Temos …

Netanyahu avisa que confinamento em Israel pode durar um ano

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse esta quinta-feira que o confinamento no país pode prolongar-se durante meses ou mesmo "um ano" após uma reunião em que foram debatidas novas restrições contra a propagação da …

FC Porto com City na Champions. Ronaldo volta a encontrar Messi

O FC Porto vai defrontar os ingleses do Manchester City, os gregos do Olympiacos e os franceses do Marselha no Grupo C da fase de grupos da Liga dos Campeões em futebol, ditou esta quinta-feira …

Cabrita pede abertura de inquérito a fuga de 17 migrantes. Cinco já terão sido apanhados

O ministro da Administração Interna pediu a abertura de um inquérito à fuga de 17 migrantes do norte de África que desembarcaram em setembro no Algarve e fugiram, durante a madrugada, do quartel em Tavira …

Governo chega a acordo com Madrid para alargar restrições a toda a comunidade

O Governo espanhol anunciou, esta quarta-feira, um acordo que estende medidas para combater a covid-19, já em vigor em partes da Comunidade Autónoma de Madrid, a toda a capital e várias localidades da periferia onde …

Ciclista suspenso por defender Trump

Quinn Simmons respondeu no Twitter a uma jornalista e a sua equipa suspendeu o atleta. Um "adeus" e uma mão negra na origem da polémica. Quinn Simmons foi campeão do mundo de ciclismo no ano passado, …

Bolsonaro considera "lamentável" discurso de Biden que apela ao país que pare de destruir a Amazónia

Jair Bolsonaro classificou como “lamentável” o comentário de Joe Biden durante  o debate presidencial que ocorreu na madrugada de terça-feira. O candidato democrata mostrou-se preocupado com o facto das florestas tropicais no Brasil estarem a …

Ex-responsável militar acusado de fazer compras pessoais e cobrar ao Exército

Um antigo responsável militar mandou cobrar ao Exército compras pessoais no valor de 7.600 euros, feitas ao longo de seis meses. Um antigo responsável militar no Porto mandou cobrar ao Exército compras pessoais no valor de …

American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir 32.000 funcionários

As companhias aéreas norte-americanas American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir, no total, 32.000 funcionários, situação que admitem travar se os apoios do Governo forem prorrogados.  A American Airlines anunciou que começará a despedir 19.000 …