Países Baixos e Bélgica anunciam também casos de reinfeção

Paulo Novais / Lusa

Especialistas holandeses e belgas confirmaram hoje a identificação de pelo menos um caso de reinfeção pelo novo coronavírus nos respetivos países, um dia depois de investigadores de Hong Kong terem divulgado o primeiro caso deste tipo a nível mundial.

Nos Países Baixos, a virologista Marion Koopmans, assessora da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Governo holandês, confirmou que o caso identificado naquele país se trata de um cidadão holandês, um idoso com um sistema imunológico “deteriorado”, que contraiu pela segunda vez o novo coronavírus desde o início da crise pandémica em março passado.

“Todas as infeções por SARS-CoV-2 [o novo coronavírus responsável pela doença covid-19] têm uma impressão digital diferente, um código genético. As pessoas podem possuir vestígios do vírus durante muito tempo após o contágio e ocasionalmente expelir algum material genético [ácido ribonucleico, RNA – Ribonucleic Acid, no nome inglês] do vírus”, afirmou Marion Koopmans, em declarações à televisão holandesa NOS.

A virologista recusou-se, por precaução, a dar pormenores sobre os sintomas do doente reinfetado, uma vez que é necessário apurar se existem mais casos deste tipo e os contornos a eles associados.

Marion Koopmans reconheceu, porém, que o surgimento de doentes reinfetados com o SARS-CoV-2 é uma situação que “está em linha com as expectativas científicas”, apenas “não existiam provas disso”.

“As infeções respiratórias podem ocorrer duas vezes ou até com mais frequência. Sabemos que uma pessoa não está protegida para toda a vida se tiver sido infetada uma vez e é isso que esperamos da covid-19”, concluiu Koopmans.

Já o caso identificado na Bélgica é de uma mulher que conseguiu superar o novo coronavírus, mas que teve uma recaída três meses depois da primeira infeção, segundo confirmou o virologista e assessor para a área da saúde pública do Governo belga, Marc Van Ranst.

Após a realização de testes à paciente reinfetada, os investigadores concluíram que se trata de uma estirpe diferente do SARS-CoV-2, indicou Marc Van Ranst, em declarações à televisão belga VTM News.

“Trata-se de uma mulher que sofreu uma recaída três meses após a primeira infeção. Conseguimos examinar geneticamente o vírus, associado às duas situações de contágio, e temos dados suficientes para determinar que é uma outra estirpe”, disse o virologista belga.

O estado de saúde da paciente belga tem evoluído de forma favorável nos últimos dias, apresentando apenas sintomas ligeiros, sem precisar de ser hospitalizada.

Para Van Ranst, a confirmação de casos de reinfecção “não é uma boa notícia”, uma vez que a sua equipa de investigação, e com base na própria evolução do vírus, “estimava que o tempo entre (potenciais) novas infeções fosse mais amplo”.

O anúncio destes dois novos casos de reinfeção pelo novo coronavírus surge um dia depois de investigadores da Universidade de Hong Kong terem divulgado o caso de um homem de 33 anos, natural daquela região administrativa especial chinesa, que também voltou a estar infetado.

O doente em questão teve alta após ter sido declarado curado da doença covid-19 em abril passado, mas no início deste mês o homem voltou a testar positivo depois de ter regressado de uma viagem a Espanha.

Inicialmente foi equacionado que este homem poderia ser um “portador persistente” do SARS-CoV-2 e, como tal, mantinha o agente infeccioso no seu organismo desde a altura em que foi infetado.

No entanto, os investigadores da Universidade de Hong Kong afirmaram que as sequências genéticas das estirpes do vírus contraídas pelo homem em abril e em agosto são “claramente diferentes”.

Esta descoberta poderá representar um revés para quem defende uma estratégia contra a atual pandemia sustentada na aquisição de uma presumível imunidade de grupo após a doença ser superada.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nação Cherokee pede à Jeep que deixe de usar o nome da tribo nos seus carros

"É hora de a Jeep reconsiderar chamar os seus SUVs Cherokee e Grand Cherokee". Pela primeira vez, a tribo norte-americana Nação Cherokee pediu diretamente à Jeep para parar de usar o seu nome nos seus …

PCP quer apoios a 100% para pais "imediatamente e com efeitos retroativos"

O secretário-geral do PCP pediu ao Governo, este sábado, apoios a 100% para os trabalhadores que estão em casa com os filhos, pagos "imediatamente e com efeitos retroativos", e defendeu um plano de desconfinamento "setor …

Naufrágio grego que levava partes do Partenon está a revelar os seus segredos

A última expedição de mergulhadores ao navio grego Mentor, que naufragou perto da ilha Citera em 1802, recuperou várias peças do cordame, moedas, a sola de couro de um sapato, uma fivela de metal, uma …

Chega vai reagir "muito veementemente" na rua à tentativa de ilegalização

O líder do Chega disse, este sábado, que o partido vai responder "muito veementemente" e com "presença na rua", já em março, à tentativa de ilegalização da estrutura promovida por Ana Gomes. "Quero deixar claro aqui, …

Procura-se candidato para dormir. Site oferece 1650 euros e uma noite num resort

Este pode ser, literalmente, um emprego de sonho: fazer dinheiro enquanto se dorme, incluindo uma noite num resort de 5 estrelas. O site Sleep Standards, que se dedica a dar informação sobre pesquisas e produtos relacionados …

Catarina Martins faz apelo a Costa. "Moratórias têm de ser estendidas já"

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez um apelo direto ao primeiro-ministro, este sábado, para que não espere que "seja tarde demais" e decida já estender as moratórias, evitando assim uma vaga de despejos e …

Toronto apresenta providência cautelar contra projeto que constrói "casas" para os sem-abrigo

Um carpinteiro canadiano decidiu construir abrigos para as pessoas que vivem nas ruas de Toronto. A autarquia considerou que são perigosos e apresentou uma providência cautelar. De acordo com a empresa de media Vice, Khaleel Seivwright, carpinteiro …

Trinta anos depois, MI6 pede desculpa por ter banido espiões gays

Richard Moore pediu desculpa " pela forma como colegas e concidadãos LGBT+ foram tratados", tendo-lhes sido negada a oportunidade de servir o país no MI6. O chefe do MI6, o serviço secreto de inteligência do Reino …

Já foram administradas 837.887 vacinas em Portugal

Um total de 837.887 vacinas contra a covid-19 foram administradas em Portugal desde 27 de dezembro, quando foi dada a primeira dose, indicou o Ministério da Saúde este sábado. Num comunicado de balanço do processo de …

Pintura de Van Gogh de Paris nunca antes vista exibida pela primeira vez

Uma pintura de Vincent Van Gogh de uma rua de Paris foi exposta pela primeira vez depois de passar mais de 100 anos "escondida" pelos seus proprietários. Uma cena de rua em Montmartre, em Paris, pertenceu …