Há um país que já está livre da covid-19. Pode ser o primeiro do mundo a ficar totalmente vacinado

Um aglomerado de ilhas no Oceano Pacífico é um dos poucos locais no planeta Terra que se encontra totalmente livre da covid-19 e, por isso, pode tornar-se num dos primeiros países do mundo a ter a população totalmente vacinada contra a doença.

A República de Palau, um arquipélago que conta com cerca de 18 mil habitantes, recebeu no passado sábado a primeira remessa da vacina desenvolvida pela empresa farmacêutica americana Moderna. O processo de vacinação começou no dia seguinte, anunciou o Ministério da Saúde de Palau no Twitter.

A primeira remessa incluiu 2800 doses da vacina, que serão administradas em duas injeções, com o intervalo de 28 dias. Os profissionais de saúde, os funcionários que trabalham na linha da frente e os grupos mais vulneráveis serão os primeiros a receber a vacina, revela a CNN.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, até ao momento, Palau não registou um único caso de coronavírus, nem nenhuma morte relacionada com a doença.

Em janeiro, quando o vírus começou a espalhar-se pela Ásia e Pacífico, Palau foi um dos primeiros países a implementar medidas de controlo das fronteiras. Estas foram totalmente fechadas em março e a nação começou a testar os cidadãos com o objetivo de detetar o vírus o mais rápido possível e, dessa forma, encontrar uma maneira que evitasse a sua disseminação.

Uma das grandes vantagens deste arquipélago é o seu tamanho, factor que pode ter sido crucial no facto do vírus não ter conseguido lá chegar. A República do Palau cobre uma área de apenas 459 quilómetros quadrados – o que representa cerca de um sexto do tamanho de Rhode Island, o menor estado dos EUA.

O tamanho reduzido também coloca Palau numa posição privilegiada para estar entre os primeiros países a serem vacinados contra a covid-19, de acordo com o ministro da Saúde no país, Ritter Udui.

“Temos sorte de estar numa posição onde temos acesso às vacinas através do OWS, e o  nosso tamanho também torna mais fácil implantarmos o programa”, disse Udui, tendo em conta que Palau tem acesso ao programa de vacinação da covid-19 dos Estados Unidos, conhecido como Operation Warp Speed.

“Não é obrigatório receber a vacina, por isso a nossa meta é vacinar pelo menos cerca de 80% da população. Esperamos assim obter imunidade de grupo”, revelou Udui.

Palau planeou, inicialmente, ter o processo de vacinação concluído até maio, mas Udui prevê que esse prazo “provavelmente será estendido” devido a uma desaceleração na distribuição dos EUA.

A ilha do Pacífico escolheu a vacina da Moderna para iniciar o processo de vacinação porque esta pode ser armazenada numa arca frigorífica comum, disse o ministro da Saúde.

Inicialmente, a ilha não tinha condições para armazenar a vacina da Pfizer devido às temperaturas que esta exige, no entanto, Udui confirmou que Palau recebeu pelo menos uma unidade de armazenamento refrigerado no final de dezembro, que tem capacidade para armazenar até 5000 doses desta injeção.

Ana Isabel Moura Ana Moura, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Uma pequena ilha, uma pequena experiência com inocentes cobaias. E se todos os vacinados morrerem ou ficarem incapacitados? Tudo isto é sinistro…

Responder a Xico Cancelar resposta

Chega vai questionar Governo sobre "despesas supérfluas" da presidência da UE

O deputado único do Chega anunciou, no domingo, que vai questionar esta segunda-feira o gabinete do primeiro-ministro acerca das "despesas supérfluas" da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Em comunicado, André Ventura, que foi reeleito …

Ministra da Saúde alerta para continuidade de “três ameaças” da pandemia

A pandemia de covid-19 em Portugal continua a apresentar “três ameaças” apesar das medidas de restrição em vigor, adiantou hoje a ministra da Saúde, reservando o anúncio de eventuais medidas de desconfinamento para quinta-feira. Em declarações …

Portugal está "em condições invejáveis" de produzir hidrogénio verde, diz ministro do ambiente

"Estamos mesmo em condições invejáveis de sermos um grande produtor de hidrogénio verde", assegurou o ministro do ambiente e da ação climática, João Pedro Matos Fernandes, no terceiro de quatro debates do Expresso e da …

Biólogo defende que pandemia pode ter nascido de "erro honesto" em laboratório chinês

Professor de Princeton defende que não é possível descartar a possibilidade de que a pandemia tenha começado com uma fuga acidental num laboratório de virologia de Wuhan. A origem da pandemia de Covid-19 continua por apurar …

Israel reabre restaurantes e universidades após vacinar mais de metade da população

Israel, um dos países mais vacinados do mundo contra a covid-19, iniciou a terceira fase do desconfinamento, depois de o governo ter aprovado novas medidas que passaram a ser adotadas no domingo. Segundo avançou o Expresso, …

Mais 25 mortes e 365 novos casos nas últimas 24 horas

Os dados atualizados da Direção-Geral da Saúde (DGS) indicam que Portugal registou, nas últimas 24 horas, 25 mortes e 365 novos casos de covid-19. O boletim epidemiológico desta segunda-feira mostra que mantém-se a tendência de …

Ministra da Presidência lembra que desconfinamento será sempre "faseado e lento"

A ministra de Estado e da Presidência afirmou, este domingo, que o plano de desconfinamento será sempre "faseado e lento", dependendo da atuação do país e dos números concretos de cada momento. Em entrevista à SIC …

"Salam, salam, salam." Papa deixa Iraque após visita de três dias ao país

Terminou, esta segunda-feira, a visita de três dias do Papa Francisco ao Iraque. No fim da última missa que celebrou, disse em árabe: "Salam, salam, salam" (Paz, paz paz). O Papa Francisco deixou, esta segunda-feira, o …

Polícia filipina matou nove pessoas associadas a "grupos terroristas comunistas"

A polícia filipina apoiada por militares matou nove pessoas durante o fim de semana numa série de operações contra suspeitos de insurreição comunista, tendo as autoridades dito que os suspeitos dispararam primeiro, críticos dizem que …

Biden assina decreto para facilitar acesso ao voto. Plano de estímulo económico é "passo gigantesco"

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou um decreto para facilitar o acesso dos norte-americanos ao voto, uma medida inserida nas comemorações do 56.º aniversário do “Domingo Sangrento”, ocorrido em 1965 no Alabama. Segundo a …