“Tenho orgulho em ajudar”. Jennifer foi a primeira pessoa a testar vacina para a covid-19 (e conta como se sentiu)

Jennifer Haller, uma mulher norte-americana de 44 anos, foi a primeira pessoa do mundo a testar uma vacina para o SARS-CoV-2.

Em entrevista ao jornal britânico The Telegraph, Jennifer Haller, diretora operacional de uma start-up de tecnologia de Seattle, nos Estados Unidos, contou que tudo se passou como se estivesse a tomar uma simples vacina contra a gripe.

Haller teve conhecido do pedido de voluntários para o ensaio experimental de uma vacina através da rede social Facebook e não hesitou em candidatar-se. “Não havia nada que eu pudesse fazer para deter esta pandemia pelo que decidi desta forma dar o meu contributo“, confessou.

Apesar das preocupações levantadas pelos amigos e familiares, Haller submeteu-se a exames médicos e acabou por avançar.

Haller teve de assinar 45 páginas de isenções de responsabilidade. Os responsáveis pelo estudo explicaram uma série de incertezas acerca da possibilidade dos participantes poderem tornar-se mais vulneráveis ao contágio numa fase posterior.

“Havia uma tonelada de riscos envolvidos. Mas eu sou uma pessoa realmente positiva e os benefícios superaram os riscos na minha cabeça “, admitiu.

Em 16 de março, Haller soube que seria a primeira pessoa a receber a vacina experimental, chamada de ARNm-1273, que tinha dado resultados promissores ao ser testada em animais.

Many thanks to this heroic woman. Jennifer Haller has displayed such courage and compassion in volunteering to test a…

Publicado por Jennifer Haller Coronavirus Covid-19 Vaccine Pioneer & American Hero em Segunda-feira, 16 de março de 2020

O ensaio, conduzido por cientistas do Instituto de Pesquisas de Saúde em Seattle, previa que os participantes recebessem duas doses da vacina experimental com 28 dias de intervalo.

“No primeiro dia, tive um pouco de febre. No segundo dia, o meu braço estava muito dorido. Mas foi só isso. Passei bem a seguir. Foi tão simples como uma vacina contra a gripe”, garantiu Haller. “Tenho muito orgulho em ajudar”.

Jennifer Haller, acompanhada por outros 44 adultos voluntários, receberá em breve a segunda dose e ficará sob vigilância até março/abril de 2021.

Em todo o mundo, há pelo menos 115 candidatas a vacinas contra a covid-19 em desenvolvimento, 78 ativas e cinco em fase de ensaios clínicos. Do total, 37 não foram confirmadas como ativas por falta de informação disponível. Entre as 78 vacinas candidatas ativas, 73 encontram-se em fase exploratória ou pré-clínica. As restantes cinco estão a ser testadas em pessoas.

Recentemente, Sarah Gilbert, investigadora da Universidade de Oxford, no Reino Unido, mostrou-se “80% confiante” de que uma vacina que a sua equipa está a desenvolver funcione contra a covid-19 e possa estar pronta já em setembro.

Também uma equipa de investigadores israelitas está a desenvolver uma vacina, que acredita que terá pronta dentro de um prazo de três meses.

Esta terça-feira, a China aprovou duas vacinas experimentais para testadas em humanos.

Também esta terça-feira, de acordo com o semanário Expresso, as farmacêuticas GlaxoSmithKline (GSK) e Sanofi anunciaram que irão colaborar para desenvolver uma vacina para a covid-19. Os ensaios clínicos devem começar na segunda metade deste ano. Trata-se de uma colaboração sem precedentes entre duas das maiores empresas mundiais do ramo, que procurarão “mobilizar recursos para acelerar o desenvolvimento de uma vacina”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Estudo europeu releva que carros híbridos são “desastre ambiental”

Um estudo europeu chamou aos carros híbridos plug-in um "desastre ambiental" - as emissões de dióxido de carbono destes carros encontrar-se-ão acima do legalmente declarado e a associação ambientalista Zero pede o fim dos benefícios …

Fisco alerta para mensagens falsas enviadas a contribuintes

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) alertou os contribuintes, numa mensagem no portal das Finanças, para o envio de mensagens falsas para o telemóvel nas quais é pedido que se carregue em 'links' que são …

"Pandemia do medo". Crianças brincam cada vez menos e isso pode aumentar a ansiedade

A pandemia assim o obriga. Mais tempo fechadas em salas de aula e sem oportunidades para brincarem com os amigos, as crianças estão cada vez mais sedentárias e isso não é positivo para o seu …

Convívio deve ser limitado às pessoas com quem se vive, apela DGS

A diretora-geral da Saúde apelou aos portugueses, esta segunda-feira, na conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia em Portugal, para limitarem os contactos físicos às pessoas com quem vivem. "Ao conviver em presença com familiares …

"Lembranças da Lua." China prepara missão para recolher amostras do solo lunar

A China vai fazer a primeira tentativa desde os anos 70 de ir à Lua recolher rochas. A missão ficará a cargo da Chang'e 5, que será lançada esta terça-feira. A Chang'e 5 vai realizar a …

Hotéis já podem ser usados como escritórios e centros de dia

Os estabelecimentos hoteleiros, de turismo de habitação e resorts já estão autorizados a serem temporariamente usados como escritórios, showrooms e centros de dia, segundo o decreto-lei publicado em Diário da República. O diploma publicado no domingo, …

Bolsonaro critica "ataques injustificados" sobre a desflorestação da Amazónia

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, considerou durante a cimeira virtual do G20, que as críticas sobre o aumento da desflorestação são "ataques injustificados" e "demagógicos" que surgem de países "menos competitivos". “Eu apresento factos, dados …

Dois novos casos de legionella diagnosticados no Grande Porto

Mais duas pessoas foram diagnosticadas com legionella, esta segunda-feira, na região do Grande Porto, elevando para 87 o número de casos identificados desde o início do surto. Fonte da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte) …

Reformaram-se 1.649 professores este ano. É o valor mais alto desde 2013

Este ano, reformaram-se mais 1.649 professores em Portugal continental. É o valor mais alto dos últimos sete anos. De acordo com o Correio da Manhã, entre janeiro e dezembro deste ano, aposentaram-se 1.649 professores em Portugal …

Já foram assassinadas 30 mulheres este ano, metade por violência doméstica

O Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA) contabilizou 30 mulheres assassinadas entre 1 de janeiro e o dia 15 de novembro, 16 das quais em contexto de relações de intimidade, um valor abaixo das 21 registadas …