OMS defende que se deve evitar cumprimentar com o cotovelo

O diretor da Organização Mundial de Saúde (OMS) defende que, além de beijos e abraços, também o cumprimento com o cotovelo deve ser evitado.

“Ao cumprimentar as outras pessoas, o melhor é evitar cotoveladas, porque estas colocam-nos a menos de um metro de distância da outra pessoa”, escreveu Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS) na rede social Twitter, de acordo com o Diário de Notícias.

Como alternativa, o responsável da OMS sugere o gesto de levar a mão ao coração, mantendo sempre uma distância de, no mínimo, 1,5 metros em relação a outra pessoa.

Carlos Fuente Lafuente, diretor do Centro de Treino de Protocolos do ISEMCO e ex-responsável pelo protocolo da Fundação Princesa das Astúrias, disse, em declarações ao jornal espanhol ABC, que “o toque de cotovelo a que temos assistido tanto, na minha opinião, é uma saudação de mau gosto, anti-higiénica, que não cumpre as normas sobre o distanciamento social”.

Quando se fala do cumprimento com o cotovelo, descarta-se também todas as outras formas de cumprimento que não respeitem a distância de segurança, como um toque com os pés ou com os punhos fechados.

Com isto, pretende-se que as pessoas reduzam, ao máximo, o contacto físico, que é uma tendência natural humana. Segundo especialistas, deve ser suficiente para cumprimentar alguém nos próximos tempos.

Em Portugal, esta sexta-feira, durante a conferência de imprensa onde é feito um balanço da situação epidemiológica portuguesa, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, apelou à diminuição do convívio. Graça Freitas pediu mais distanciamento, mesmo entre familiares que não vivam juntos.

Nas últimas três semanas, o ritmo de propagação do vírus cresceu, atingindo valores registados em abril, nas primeiras semanas do confinamento.

Esta sexta-feira, foram confirmadas mais três mortes e 687 novas infeções pelo novo coronavírus.

ZAP //

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. Os muçulmanos é que se andam de cara coberta como agora se vê com as máscaras e cumprimentam com a mão no coração.
    Esta pandemia da treta chamada Covid não passa de uma virose com aspirações comerciais a pandemia. Sem dúvida o negócio do século!

  2. Mas alguém ainda ouve a OMS? É preciso vir uma alma iluminada da OMS para dizer se podemos ou não cumprimentar com o cotovelo? O papel da OMS deveria ter sido, em Novembro, alertar o mundo, e em dezembro sugerir medidas para isolar o vírus na China, em vez de encobrir a China. Ao invés, em fevereiro estavam mais preocupados em chamar o Trump de alarmista e xenófobo por querer cancelar viagens aéreas, primeiro de/para China, depois de/para Europa, para em março decidir que afinal é melhor fechar os aeroportos, preocupados depois em criticar o Trump por ter desvalorizado e reagido tarde com o vírus. Desde que a OMS se tornou um braço político da China, perdeu a sua utilidade e credibilidade. Pelo contrário. É nociva e perigosa.

  3. Ahhhhhhh, finalmente alguém com juízo!

    Sempre achei uma idiotice essa de cumprimentar chocando cotovelos. Não sei quem inventou essa, mas nesse dia mais valia ter ido para a praia.

    Finalmente se reconhece que isso não tem sentido e, por que isso, é perigoso!

    Acabemos com a cotovelada, já!

  4. Finalmente alguém “me ouviu”.
    Mão no coração é bonitinho. O Pedro Abrunhosa tinha um do género 🙂
    Ou então a vénia Japonesa, essa também não exige contacto.

  5. Bem Fez o Trump de se ter desligado desta OMS, que não sabe o que diz, nem diz o que sabe, e toas as ovelhas do Planeta vão atrás. É uma tristeza, ver como se manobram as pessoas e depois os governos.Alarmar, criar o máximo de medo, e já está. Estão no ponto de completo domínio, e prontos para fazerem os que eles querem, nomeadamente os laboratórios, principais interessados em todo este esquema. Nunca terão ganho e continuarão ganhando tanto como com esta coisa alarmista, que não mais irá desaparecer com ou sem vacinas. Os medrosos, que pensam que ficam cá para semente, são os que até morrerem, irão continuar a alimentar os laboratórios.

  6. Os “cordeirinhos ” obedecem, foi assim com o cotovelo e vai ser rapidamente assim com a mão no coração e outras práticas que certamente se seguirão. Imitar é mais fácil do que ser original e simplesmente evitar o cumprimento físico para aqueles que já estão reféns do medo.

RESPONDER

Nova tecnologia microondas permite "ver" através das paredes

Investigadores do US National Institute of Standards and Technology (NIST), nos Estados Unidos, desenvolveram um novo sistema de radar que pode produzir imagens em tempo real de objetos que se encontram atrás de paredes ou …

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …