OMS sobre Covid-19: O mundo “simplesmente não está pronto” para enfrentar a epidemia

Salvatore Di Nolfi / EPA

O especialista que liderou a equipa da Organização Mundial de Saúde (OMS) enviada à China disse hoje que o mundo “simplesmente não está pronto” para enfrentar a epidemia do novo coronavírus.

Bruce Aylward, médico canadiano especialista em emergência, saudou o trabalho desenvolvido por Pequim para conter a doença.

“Devemos estar prontos para gerir isto [uma epidemia] a uma grande escala, e isso deve ser feito rapidamente”, mas o mundo “simplesmente não está pronto”, disse Bruce Aylward em conferência de imprensa em Genebra, referindo-se à possibilidade de se verificar uma pandemia do novo coronavírus, Covid-19.

“Não estamos prontos como deveríamos”, tanto do ponto de vista “psicológico” quanto “material”, afirmou. A missão da OMS visitou várias cidades e províncias chinesas, incluindo Wuhan, berço da epidemia de coronavírus – batizada Covid-19 – para estudar a sua evolução e seus efeitos.

“A avaliação unânime da equipa é que eles [os chineses] mudaram o curso desta epidemia… É impressionante“, disse Bruce Aylward, um veterano na luta contra a epidemia do Ébola.

“Se tiver Covid-19, quero ser tratado na China”, acrescentou, a título de exemplo, destacando os esforços desse país para equipar hospitais e construir novos.

“A China sabe como manter vivas as pessoas com coronavírus”, disse, exortando o resto da comunidade internacional a estar mais preparado.

A epidemia do novo coronavírus atingiu o seu pico na China entre 23 de janeiro e 2 de fevereiro, diminuindo o número diário de novos casos desde então, segundo a OMS. Na China, o vírus infetou cerca de 77.000 pessoas, das quais 2.600 morreram.

O balanço provisório da epidemia do coronavírus Covid-19 é de 2.707 mortos e cerca de 80.300 pessoas infetadas, de acordo com dados reportados até hoje, por cerca de 30 países. Além de 2.665 mortos na China, onde o surto começou no final do ano, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França e Taiwan.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência internacional, e alertou para uma eventual pandemia, após um aumento repentino de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão, nos últimos dias.

Em Portugal, já houve 15 casos suspeitos, que resultaram negativos após análises, e está ainda em avaliação um homem, hospitalizado hoje, no Porto.

O único caso conhecido de um português infetado pelo novo vírus é o de um tripulante de um navio de cruzeiros que está hospitalizado no Japão.

Marcelo admite possível “problema europeu”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou hoje que o coronavírus Covid-19 pode transformar-se num “problema europeu”, dado o aumento de casos em Itália, mas alertou para a impossibilidade do fecho de fronteiras.

“Temos a noção de que há aqui um problema que se pode converter num problema europeu, porque a Itália não descobriu ainda a fonte, a origem, da cadeia que chega agora a muitas localidades e, não descobrindo, e com a circulação que existe sobretudo para os países vizinhos em termos de fronteiras da Itália, isto acaba por ir parar um pouco a toda a Europa, a uma parte significativa da Europa”, disse o Presidente.

Marcelo Rebelo de Sousa falava aos jornalistas à margem de uma visita à Academia Johnson, em Alfragide, Amadora (distrito de Lisboa), e acrescentou que “tudo o que está a ser feito para preparar a estrutura para um eventual agravamento está a ser feito de forma rápida, mas está a ser bem feito”.

Isso é impossível, fechar fronteiras. Alguns países acham que é possível fechar fronteiras, o que eles estão a fazer é controlar algumas pessoas na fronteira, e todos nós sabemos que as pessoas circulam de tal maneira na Europa, que há tantos pontos de passagem por terra, não estou a dizer por mar ou por ar, mas por terra, que é muito difícil fechar fronteiras”, considerou.

Na ótica do Presidente, a “solução é preparar para o futuro uma ação conjunta, como se está a fazer agora e estar preparado mesmo para aquilo que ninguém esperaria”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Este assunto já começa a cheirar mal, provavelmente porque não está a ter ao retorno económico a que se propuseram!
    Noticias de casos um aqui outro acolá, depois dá negativo, enfim, algo de muito grave nos ocultam as forças do mal!?!
    Vamos indo e vendo, esta novela que se desenrola a passo de caracol, onde ja se criam outras vertentes de negócio, incrível…

  2. Evitar um mal maior, uma pandemia, é possível, e sabe-se como:
    – Fechem as fronteiras, impeçam a circulação de pessoas e mercadorias, instaurem recolher obrigatório e lei marcial.
    Em pouco tempo o COVID-19 será erradicado, depois é só evitar que volte a surgir, e também se sabe como, mudando de hábitos alimentares, nomeadamente na China.
    Agora permitir que uma pandemia que por selecção natural, vai eliminar os idosos e doentes crónicos, que inviabilizam os sistemas de saúde e de pensões, é uma forma cruel de os tornar sustentável.
    É fácil dizer que isso teria implicações nas economias a nível global, mas não será pior assim?
    Sejam humanos, vejam as pessoas como ser humanos e não como números mais ou menos incómodos.

  3. Oo Marcelo deixe casa dos outros e cuide sa sua… tem ideia como fazer melhor… tem planos fale senao peca a quem sabe …

    Os politicos devem ser humildes e pedir ajuda a quem sabe e tomar medidas mais severas e mais acertivas.

    Devem trabalhar num plano mais rigoroso e mesmo tempo de ajudar a todos…. e nao bla bla porque para isso qualquer um é politico ou presidente…

    Precisamos de um Plano com difrentes areas profissionais nao existe actualmente…é urgente pensar e axigir e nao ficarem espera que isto vai regressar realidade do passsado… meu amigo mundo mudou com este virus e nao vai se ver livre tao sedo…o mulher é tratarem de planear, projetar, perguntar a quem sabe…deixem de ser orgulhos e vamos trabalhar juntos,,,,porque pais precisa as pessoas precisam e familias precisam de uma solucao….

    o passado foi….
    o futuro é preciso cabeca…ideias, planos…teem

RESPONDER

Furacão Sally fragmentou parte de uma ilha da Florida em três

A passagem do furacão Sally fragmentou parte de uma ilha na costa da Florida, no Estados Unidos, criando assim três pequenas porções de terra. Na prática, tal como explica o portal USA Today, o furação abriu …

Benfica 2-0 Moreirense | “Águia” vence e convence cónegos

Após ter perdido e empatado nas duas últimas recepções ao Moreirense, o Benfica voltou a vencer o emblema de Moreira de Cónegos na Luz. Este sábado, em duelo relativo à segunda jornada do campeonato, as “águias” …

"Surpreendente e fascinante". Descoberta pela primeira vez uma aurora sobre um cometa

A nave Rosetta da Agência Espacial Europeia (ESA) detetou uma aurora boreal sobre o cometa 67P / Churyumov-Gerasimenko (67P / C-G). Em comunicado, os cientistas envolvidos na deteção frisam que esta é a primeira vez quem …

Austrália não quer que turistas caminhem na famosa rocha sagrada Uluru (nem no Google Maps)

A Austrália pediu ao Google que remova do seu serviço Maps fotografias tiradas do topo de Uluru, o monólito aborígine sagrado que os visitantes estão proibidos de escalar desde o ano passado. De acordo com a …

NASA vai procurar aquíferos nos desertos com tecnologia já usada em Marte

Uma parceria entre a NASA e a Fundação Qatar tem como objetivo procurar as cada vez mais escassas águas que estão enterradas nos desertos do Saara e da Península Arábica. Este processo deverá ser desenvolvido …

Os aeroportos mudam o nome das pistas (e a culpa é dos pólos magnéticos da Terra)

O pólo norte magnético pode mover-se até 64 quilómetros por ano. Isto pode ser um problema para os pilotos de aviões. A pista 17L/35R, no Aeroporto Internacional de Austin-Bergstrom, no estado norte-americano do Texas, não terá …

Rússia quer ultrapassar Tom Cruise e ser a primeira a gravar um filme no Espaço

O ator Tom Cruise quer rodar um filme no Espaço, mas a Rússia quer ser a primeira, de acordo com um comunicado da agência espacial Roscosmos. Os Estados Unidos e a Rússia são, novamente, os protagonistas …

Os animais perdem o medo dos predadores depois de contactarem com o Homem

Uma nova investigação concluiu que os animais selvagens perdem rapidamente o medo dos seus predadores depois de entrarem em contacto com o Homem. A maioria dos animais selvagens, como é o caso dos leões, exibe …

Há mais 884 casos confirmados e oito óbitos por covid-19 em Portugal

De acordo com o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal regista, este sábado, mais oito óbitos e 884 novos casos de infeção pelo novo coronavírus. Assim, Portugal contabiliza, desde o início da …

Negros norte-americanos estão a comprar armas em valores recorde

O número de afro-americanos a comprar armas aumentou drasticamente. Em causa, estará uma resposta ao agravar das tensões sociais no país devido ao movimento Black Lives Matter. Nos Estados Unidos, os protestos do movimento Black Lives …