Oito em cada 10 portugueses é a favor do recolher obrigatório. Metade rejeita novo confinamento

Abir Sultan / EPA

Uma sondagem da Aximage para o Jornal de Notícias e TSF concluiu que a maioria dos portugueses é favor de que Portugal adote o recolher obrigatório, mas é contra um novo confinamento.

De acordo com a sondagem para o Jornal de Notícias e TSF, 81% dos inquiridos é a favor de regras que obrigam a ficar em casa à noite, como já acontece noutros países.

Esta opinião é partilhada por inquiridos de todas as idades, regiões e partidos. Apenas 19% discordam desta eventual medida.

Em relação ao cenário de um novo período de confinamento, metade dos inquiridos (50%) rejeita a ideia e 39% considera que seria uma medida acertada. A oposição é maior entre os mais velhos.

Caso se avançasse para um novo confinamento, as opiniões dividem-se entre quem defende um confinamento “igual ao anterior” (33%), “mais exigente” (31%) e “menos exigente” (31%).

A sondagem revela ainda que mais de metade dos inquiridos consideram que é baixa (40%) ou muito baixa (16%) a possibilidade de serem infetados, tendo em conta os locais que frequentam, as pessoas com quem convivem e os cuidados que têm.

As festas, grandes ajuntamentos e transportes públicos são os locais apontados como de “maior risco”, mas regista-se uma subida da perceção de risco associada a hospitais, cafés, restaurantes e lojas. No fundo da tabela estão as farmácias e as escolas.

Metade dos inquiridos nesta sondagem conhecem alguém que tem ou já teve covid 19. 48% responde que não.

A sondagem resultou de 694 entrevistas e foi realizada entre os dias 22 a 26 de setembro – antes de os autarcas da área metropolitana do Porto virem a público defender a medida e depois de o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter admitido a possibilidade caso haja um “agravamento brutal da situação”.

Esta quarta-feira, o primeiro-ministro marcou reuniões com os partidos na sexta-feira e convocou para sábado um Conselho de Ministros extraordinário para definir novas “ações imediatas” para o controlo da pandemia de covid-19 em Portugal.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se houvessem cérebros em vez de mentecaptos, o recolher obrigatório teria sido decretado logo aquando do início da 2ª vaga e ter-se-iam evitado muitos ajuntamentos (uns conhecidos, mas a maioria certamente ignorada) com consequências de que estaremos a ser vítimas. MAS ISSO ERA SE TIVÉSSEMOS BONS GOVERNANTES.

RESPONDER

Voo humanitário para o Brasil chegou a custar mais de 1.350 euros

O Público avança que o bilhete de um "voo humanitário" da TAP para o Brasil estava a ser vendido por 837 euros no início desta terça-feira. Horas depois, os "últimos lugares" estavam a ser disponibilizados …

Afinal, grupo de trabalho para a vacinação no Parlamento não vai existir

Afinal, ao contrário do que foi avançado esta terça-feira, o grupo de trabalho que devia coordenar o processo de vacinação dos deputados não vai existir. A Assembleia da República esclareceu esta tarde, em comunicado, que não …

Novo estudo indica que coronavírus pode sobreviver na roupa até 72 horas

De acordo com um estudo britânico, o novo coronavírus pode sobreviver na roupa ao longo de até 72 horas. Os especialistas alertam que pode ainda ser transferido da roupa para outras superfícies. Um estudo da universidade …

Polícia espanhola apreende 387 quilos de cocaína em navio chegado do Brasil

A polícia espanhola apreendeu 387 quilos de cocaína no porto de Santa Cruz de Tenerife, nas ilhas Canárias, numa inspeção feita a um camião que viajava num navio chegado do Brasil. O Ministério do Interior (Administração …

SEF detém suspeito de auxiliar pessoas a emigrar ilegalmente para a Irlanda

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, na segunda-feira, um cidadão europeu por suspeitas da prática do crime de auxílio à imigração ilegal. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Lisboa, um cidadão …

Afinal, primeira morte por covid-19 na Europa foi na Sérvia

Um trabalhador da construção civil morreu de covid-19 em fevereiro de 2020 em Belgrado, 10 dias antes de outra pessoa ter morrido em França, podendo ter sido afinal a primeira morte pela doença no continente, …

Vacina da Johnson & Johnson considerada eficaz pelos Estados Unidos

O regulador norte-americano, a Food and Drug Administration, aprovou a vacina produzida pela Johnson & Johnson para utilização de emergência em todo o país. A vacina de dose única da Johnson & Johnson contra a covid-19 …

Banco de Portugal alerta sobre investimento em Bitcoin e outras criptomoedas

O Banco de Portugal (BdP) lançou esta quarta-feira um novo aviso aos consumidores sobre os riscos relativos ao investimento em bitcoin e outras criptomoedas, devido à "recente volatilidade observada nos preços de determinados ativos virtuais". "Não …

Sismo de magnitude 5,7 perto da capital da Islândia

O epicentro do terramoto, registado às 10:05 (mesma hora em Lisboa), situa-se perto do Monte Keilir, na Islândia. Um sismo de magnitude 5,6 abalou esta manhã o sudoeste da Islândia, incluindo a capital, Reiquejavique, sem vítimas …

Portugal terá de pedir mais fundos a Bruxelas, diz Durão Barroso

O antigo primeiro-ministro e antigo presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, acredita que Portugal terá de pedir mais fundos a Bruxelas, considerando que a crise será mais grave que o que está atualmente previsto. Em entrevista …