Secretário de Estado vendeu ao sobrinho participação nas Produções Fictícias

Nuno Artur Silva, futuro secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media vendeu a sua participação na produtora de conteúdos Produções Fictícias. Desta forma, o indigitado secretário de Estado já não tem participações em empresas do setor.

Fundador da Produções Fictícias e futuro secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media, Nuno Artur Silva, vendeu toda a sua participação na empresa ao seu sobrinho, André Caldeira, e a Michelle Costa Adrião. A produtora de conteúdos é também detentora do Canal Q.

A notícia avançada esta quarta-feira pelo jornal Público destaca que este procedimento é completamente legal. “Não se verificam quaisquer incompatibilidades e impedimentos ao exercício do cargo”, reiterou Nuno Artur Silva.

“Já não sou accionista das Produções Fictícias e, consequentemente, também já não sou accionista do Canal Q. Não tenho [agora] nenhuma participação em qualquer empresa de audiovisual, de media ou de comunicação social”, explicou ao matutino.

Nos últimos dias levantou-se uma polémica devido a um eventual conflito de interesses devido ao seu cargo no Governo e a sua participação numa empresa do setor. Em declarações à TSF, garante que vendeu a empresa “às pessoas que a geriram nos últimos anos”.

Com André Caldeira na liderança da empresa, a Produções Fictícias pode fazer negócios com o Estado, já que, ao abrigo da nova lei, sobrinhos não estão abrangidos por qualquer restrição na participação de contratos ou concursos públicos.

Num comunicado enviado por Nuno Artur Silva ao Público, o próprio explica que “o futuro Secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Média não irá intervir nas decisões relativas à negociação, celebração e execução de contratos referentes à programação e conteúdos” da RTP e da Lusa – ambas detidas pelo Estado.

Os valores da venda não foram dados a conhecer publicamente. De acordo com o site da empresa, André Caldeira é o o responsável pela direção geral da produtora, enquanto Michelle Costa Adrião é responsável pela direção financeira.

ZAP //

PARTILHAR

21 COMENTÁRIOS

      • já não é a 1ª vez que esta avécula inculta se insurge contra os meus comentários. Apenas tenho a dizer que eu não lhe passo cartão. Como diria Bruno de Carvalho vá Bardamerda evá para a escola aprender a escrever,não se escreve custume mas costume, não se escreve indiganados mas sim indignados e colecivismo nem existe no dicionário. Para ter um mínimo de educação deixe as pessoas expressarem as suas opiniões e não meta o Gadelho onde não é chamado.

        • Concordo com tudo. Só fiquei baralhado com uma coisa: “não meta o Gadelho”?! Não seria o bedelho?!
          Quanto ao resto, sou sempre a favor de porrada no Eu!

          • Claro; os fracos juntam-se todos mas, nem todos juntos, chegam para um valente!
            .
            E, não percebeste logo que a “avécula” não não terminou o ensino básico?

            • Se queres saber o que é Gadelho vai ao dicionário e podes ter a certeza que pessoalmente não insultarias metade nem a mim nem aos outros a quem ofendes porque provavelmente ficarias sem metade dos dentes.

        • Não “passas cartão” e estás responder?..
          Citar personagens como o Bruno de Carvalho, também mostra que és muito inteligente…
          “avécula inculta”?!
          Oh abécula; escreve-se “abécula”!…
          Enfim… saíste-nos cá um “professor…
          .
          Eu insurjo-me principalmente contra comentários de palermas que falam do que não sabem e depois só fazem cenas…
          Aqui ninguém é impedido de dar opiniões – mesmo que sejam ignorantes e estúpidas, como a tua!!
          .
          Mas, já sabes que o sujeito não é político?
          Ainda ainda nem a essa parte chegaste?

          • O Ignorante, sabe muito.
            O Inteligente, sabe pouco.
            O Sábio, diz que não sabe nada.
            Mas o Imbecil? Ah! Esse sabe sempre tudo.

    • Fica tudo em família, aliás este Governo é um governo muito familiar, ela e filha, ele sobrinho, ele é filho, é um fartote familiar.
      Agora este “vendeu” a empresa ao sobrinho, é só ficção das Produções Fictícias.

  1. esta malta do colectivismo é sempre muito esperta, burros são aqueles que lhes continuam a aturar estas espertezas saloias.

    são primos, sobrinhos, filhas, filhos, mulheres…. fica sempre tudo em casa, pergunto-me pq dizem sempre ser muito republicanos qd no fundo isto não passa de uma monarquia de espertos de esquerda e extrema.

    este sr é um dos exemplos acabados do cinismo e hipocrisia que temos de aturar no desgoverno deste país.

    • Mais um… não fazes a mínima ideia de quem se trata e vens logo com a tus “cassete” do custume – que usas para tudo/todos!
      Bla-bla-blá, esquerda… blá bla bla colecivismo…

      • Meu caro,
        Podes falar lá com o secretário de estado para me vender a Empresa a mim.
        talvez fosse mais claro. Uma vergonha não vale nada ele nem quem o nomeou.
        E quanto a ti vê se trabalhas e deixas estes comentários para depois do trabalho.

        • Bem… errar é uma coisa, insistir no erro é outra!…
          Vergonha, falta de cultura e de educação é falares de quem, claramente, NADA conheces!!
          Ele não é político e, se queres assim tanto, vai lá fazer uma proposta – pode ser que te venda a empresa…
          .
          “E quanto a ti vê se trabalhas e deixas estes comentários para depois do trabalho.”
          És tu, mãezinha?!…
          Mas, tu também me conheces?
          Sabes o meu horário de trabalho?
          Enfim…

  2. A política deste país que se diz republicano me parece mais com um país monárquico.
    São todos elementos da corte e as cortes são sediadas em Lisboa.
    Mais um novo membro da suposta ( suposta está na moda ) corte…
    Viva Portugal

  3. Outra xuxa, com experiência em negociatas. Este já fez os psicotécnicos, sob o tema “arte de vigarice”, e ficou aprovado. Por isso, Costa meteu-o no governo.

  4. Não entendo a matéria em causa.
    Se tivesse é porque tinha. Vendeu é porque vendeu. Neste país as pessoas têm que ser miseráveis para poderem exercer qualquer cargo público.

    • O problema são os “indiganados de tasca” – aqueles ignorantes broncos que não conhecem nada, mas disparam contra tudo e todos – resultado: às vezes acertam, noutras (como nesta), falham redondamente porque a “vítima” nem sequer é politico!…
      Já dizia o provérbio: “O ignorante é pouco tolerante”!!

Em 2100, seis em cada dez idosos vão ser dependentes

Quase seis em cada dez portugueses idosos vão ser dependentes de pessoas em idade ativa no ano de 2100. A estimativa é do Eurostat. De acordo com uma estimativa recente do Eurostat, seis em cada dez …

Sete detidos em megaoperação policial em Viana do Castelo e no Porto

A PSP deteve, esta terça-feira, sete homens, com idades entre os 20 e os 30 anos, todos do concelho de Viana do Castelo, apreendeu “droga diversa” e material ligado ao tráfico e consumo de estupefacientes. Em …

China acusa EUA de sabotarem paz regional após posição sobre Mar do Sul da China

A China reivindica quase toda a área do mar do Sul da China e opõe-se, frequentemente, a qualquer manobra ou ação militar dos Estados Unidos na região. Esta terça-feira, a China acusou os Estados Unidos de …

45% da população ativa da Madeira está em lay-off ou no desemprego

A pandemia de covid-19 teve efeitos desastrosos no turismo e no mercado laboral da Região Autónoma da Madeira. No arquipélago, um terço da população ativa está em lay-off e o desemprego subiu 10% face a …

Líder da oposição da Nova Zelândia demite-se. "Tornou-se insustentável em termos de saúde"

O chefe da oposição da Nova Zelândia, Todd Muller, está demissionário, deixando o Partido Nacional sem liderança antes das eleições legislativas em que o centro-direita tem de defrontar a primeira-ministra Jacinda Ardern. Através de um breve comunicado, …

Costa sai de Haia sem promessas e deixa achega ao primeiro-ministro holandês

"Ou saímos todos ao mesmo tempo deste problema, ou ficamos todos no problema", disse António Costa após a reunião com o primeiro-ministro holandês sobre o plano de recuperação europeu. O primeiro-ministro, António Costa, disse esta segunda-feira …

Deputados do PS foram os mais faltosos. Iniciativa Liberal com zero faltas

A esquerda lidera o absentismo parlamentar nesta primeira sessão legislativa da XIV legislatura, prestes a terminar. De acordo com uma contabilização do Diário de Notícias, os deputados do PS foram os que mais faltaram aos 75 …

Telemóvel de líder catalão terá sido espiado por software governamental (e não foi o único)

O telemóvel do independentista Roger Torrent, presidente do parlamento da região espanhola da Catalunha, terá sido atacado por um software de espionagem exclusivo dos Governos. De acordo com uma investigação conjunta do jornal espanhol El País …

Papagaio bate 21 estudantes de Harvard num jogo clássico de memória

Griffin, um papagaio-cinzento africano (Psittacus erithacus), bateu 21 estudantes da prestigiada Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, num clássico jogo de memória, revela um novo estudo. Esta espécie, recorda o portal Live Science que avança …

"Desconfinar não é desarmar". Jovens não respeitam regras e estão a propagar covid-19 em Setúbal

O coordenador da Proteção Civil Municipal de Setúbal, José Luís Bucho, manifestou-se esta segunda-feira preocupado com os excessos cometidos pela população jovem no concelho, que acusa de desrespeitar as regras e propagar a doença covid-19. "As …