Novo prazo único para entrega de IRS pode gerar ruptura no sistema

marsmet473a / Flickr

A entrega das declarações de IRS de 2016 vai efectuar-se, este ano, numa única fase, não havendo distinção de prazos de entrega para trabalhadores dependentes ou independentes.

Cerca de cinco milhões de contribuintes vão assim entregar as declarações de IRS entre 1 de Abril e 31 de Maio, o que pode gerar rupturas no sistema.

O alerta é feito por Paulo Ralha, presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI), em declarações ao Diário de Notícias.

Este responsável lembra o “caos” que se gerou no portal e-fatura, no último dia do prazo para validação das facturas das despesas de 2016, na passada quarta-feira.

O e-fatura registou, nesse dia, “o acesso de 1,445 milhões de contribuintes“, segundo aponta o DN. O número muito acima da média habitual gerou dificuldades no sistema que chegou a estar indisponível durante “cerca de dois minutos”, conforme relata ao jornal fonte oficial das Finanças.

Na prática, os contribuintes terão tido muito mais dificuldades do que aquele período limitado e Paulo Ralha alerta que as coisas podem complicar-se também aquando da entrega das declarações de IRS.

“As pessoas têm tendência para deixar a entrega para o final do prazo e como neste ano as duas fases de entrega do imposto são coincidentes, receio que o sistema informático possa entrar em ruptura”, nota ao DN o presidente do STI.

Este ano, todos os contribuintes, independentemente da fonte de rendimentos ou das respectivas categorias, terão que entregar as declarações entre 1 de Abril e 31 de Maio.

Outra novidade que se verifica no processo é a estreia das declarações automáticas que vai arrancar, para já, apenas “com os contribuintes sem dependentes, que tenham residido em Portugal durante todo o ano de 2016 e não tenham rendimentos provenientes de outro país” e que tenham ganhos apenas das “categorias A (trabalho dependente) e/ ou H (pensões) em que não haja opção pelo englobamento ou registo de pagamento de pensões de alimentos”, conforme sublinha o DN.

Relativamente à situação no e-fatura, que terminou na quarta-feira, o Ministério das Finanças indicou ontem que, quem não conseguiu validar as suas faturas, poderá apresentar uma reclamação ou fazer o preenchimento na declaração de rendimentos.

ZAP //

RESPONDER

May promete facilitar permanência de cidadãos europeus no Reino Unido

A primeira-ministra britânica prometeu, esta quinta-feira, "facilitar" a estadia dos cidadãos europeus no Reino Unido depois do Brexit, ao mesmo tempo que garantiu que o consenso com a União Europeia nesta matéria está "muito perto". Theresa …

Bruxelas deve considerar despesas dos incêndios como “excecionais”

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, defendeu esta quinta-feira que as despesas públicas resultantes dos devastadores incêndios em Portugal sejam consideradas como "circunstâncias excecionais", sem consequências na avaliação orçamental a fazer por Bruxelas. "Parece-me …

Creme anticelulite tem ingrediente proibido

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) pediu ao Infarmed a retirada do mercado do creme 'Depuralina Celulite', por conter um ingrediente proibido em cosméticos, na União Europeia, desde 2015. De acordo com um …

Benfica recebe o V. Setúbal, FC Porto o Portimonense e Sporting o Famalicão

O sorteio realizado, esta quinta-feira, na Cidade do Futebol, em Oeiras, ditou que os três grandes vão jogar em casa. Benfica e FC Porto jogam com outras duas equipas da I Liga, enquanto que o …

Líder neonazi britânico declara-se homossexual, revela ser judeu e abandona movimento

Um proeminente líder neonazi da Frente Nacional (NF) britânica deixou o movimento depois de se declarar homossexual e revelar a sua herança judaica. O líder fez as revelações sobre o seu passado violento enquanto renunciava …

Costa pediu finalmente desculpas (contrariado e só como cidadão)

"Se me quer ouvir pedir desculpas, eu peço desculpas". Eis como António Costa fez um mea culpa contrariado pelos trágicos incêndios que mataram mais de 100 pessoas, nos últimos meses, num debate parlamentar onde confessou …

Material de Tancos abre guerra entre o Ministério Público e militares

A Polícia Judiciária Militar não informou o Ministério Público nem os procuradores da Unidade Nacional de Contraterrorismo da PJ de que tinha encontrado o material de guerra roubado, em junho passado, em Tancos. Segundo o Diário …

Sócrates "usou" ministros em benefício próprio

A actual ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, e os antigos ministros Mário Lino, António Mendonça e Carlos Fonseca foram "instrumentalizados" por José Sócrates para favorecerem os seus interesses e os Grupos Lena e Espírito …

Benfica alvo de buscas por suspeitas de corrupção passiva e ativa

Elementos da Polícia Judiciária (PJ) estão a fazer buscas em instalações do Benfica, no âmbito do caso dos emails, numa investigação que se centra em suspeitas de corrupção passiva e activa. Fonte oficial do Benfica confirmou …

Ex-Comandante Nacional desviou meios do grande incêndio de Mação

A fita do tempo veio confirmar as suspeitas que o presidente da câmara de Mação, Vasco Estrela, que falava num desvio de meios e equipas no primeiro incêndio que tomou conta do concelho. No início de …