/

Novo Estado de Emergência mantém regras. Lisboa e Porto ainda são incógnitas

1

Paulo Novais / Lusa

Lisboa, Porto e mais 23 concelhos deixaram de integrar a lista dos concelhos de risco “muito elevado” de infeção por covid-19, descendo para o nível de risco “elevado”.

Esta segunda-feira, o Presidente da República esteve reunido com os partidos e, em cima da mesa, esteve a renovação do estado de emergência por mais sete dias.

Segundo avança o Expresso esta terça-feira, a intenção é manter as mesmas regras, o que faz com que esta renovação seja apenas “técnica” até haver mais dados sobre os contágios na próxima semana, de forma a ser possível decidir para um período mais alargado.

No entanto, o decreto só será fechado na reunião do Conselho de Ministros. Lisboa e Porto são dois dos concelhos que saíram do nível de risco mais elevado da lista da Direção-Geral da Saúde e cabe agora ao Governo decidir se muda os mapas de risco, se mantém as regras para estes concelhos ou se as alivia.

A decisão pode ser tomada na quinta-feira, o que faria com que estes concelhos saíssem das regras mais apertadas já no novo estado de emergência (de 7 a 14 de janeiro); ou só depois, na reavaliação que será feita com os técnicos, já com dados mais atualizados (para entrar em vigor depois de dia 14).

O Expresso sabe que este não foi um detalhe abordado nas reuniões em Belém e que Marcelo Rebelo de Sousa se cingiu à intenção de fazer esta renovação do estado de emergência por apenas sete dias. Na próxima semana, e já com mais informação, avaliar-se-á o período seguinte, que abrange as eleições presidenciais.

Fonte do Governo adiantou ao semanário que a renovação por mais sete dias “será meramente técnica para aferir” o eventual efeito dos convívios de Natal e da passagem de ano.

  ZAP //

1 Comment

  1. !ATENÇÃO!

    O novo estado de emergência só vai durar 13,5 horas!! Será, portanto, o melhor de todos os tempos.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.