Nova capa do Charlie Hebdo indigna Bélgica

(dr) Charlie Hebdo

-

A nova capa da publicação satírica francesa é dedicada aos recentes atentados na capital belga e, como seria de esperar, voltou a gerar polémica.

A última edição do jornal Charlie Hebdo chegou às bancas esta quarta-feira e em pouco tempo conseguiu levantar uma nova polémica.

A publicação satírica francesa decidiu dedicar a sua capa aos atentados de Bruxelas que, no passado dia 22, provocaram a morte de 35 pessoas e mais de 300 feridos.

Para ilustrar o acontecimento, o caricaturista Riss optou por um cartoon que coloca em destaque um dos embaixadores da Bélgica, o rapper, compositor e produtor belga Paul Van Haver, mais conhecido por Stromae.

A caricatura surge no meio de partes de um corpo humano que voam pelo ar, enquanto o cantor de 31 anos anda à procura do pai, numa referência óbvia ao seu tema “Papa où t’es?” (“Pai onde estás?” em português).

À pergunta lançada por Stromae, os vários membros arrancados de um corpo respondem: “Aqui”, “Ali” ou “E ali também”. A mesma capa é ainda acompanhada pela frase “Bélgica desorientada”.

Rapidamente, a capa do Charlie Hebdo gerou uma onda de indignação nas redes sociais, com vários utilizadores a mostrarem-se chocados com este tipo de humor.

Também os media belgas contestaram a capa do jornal satírico, considerando que a publicação ultrapassou os limites.

O jornal, que foi alvo de um atentado em janeiro do ano passado por ter caricaturado Maomé, é conhecida pelo seu humor negro e sarcástico.

Além dos ataques na capital belga, outros acontecimentos motivaram muitas outras capas que não foram recebidas com bons olhos pelo mundo em geral.

Um dos casos mais recentes foram os vários retratos de Aylan Kurdi, o menino sírio que perdeu a vida numa praia turca, e as caricaturas sobre a queda do Airbus A321 russo no deserto do Sinai, em que morreram 224 pessoas.

ZAP / Move

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Bom aqui acho mesmo nojento e de muito maus gosto!Talvez tenha perdido todo o valor que tinha, pelo menos para mim!A falta de respeito tem limites e aqui foram todos mais que ultrapassados!!!

  2. As pessoas só são “Je suis Charlie” enquanto a sátira é direccionada para as crenças dos outros… Hipócritas!

  3. Esta publicação sempre foi uma treta. Fazer piadas reles com a desgraça dos outros?! Independentemente da raça, credo ou o que quer que seja, esta publicação apenas ofende e nada mais. E isso não é caricaturar e muito menos fazer rir. É apenas simples parvoíce de gente menor cujo intelecto não lhe permite deixar obra maior.

  4. “Je suis Charlie” caro Estevão Ferreira é acreditar que ser morto não é uma pena justa para o mau gosto… Mais uma vez eles demonstraram que o mau gosto não tem limites, mais uma vez eu acho que não devem ser mortos por isso, só ignorados… Ninguém devia comprar uma revista que parece que tenta fazer humor com o que não deve, na minha opinião se isso acontecesse eles acabavam rapido…

  5. Então? Não são todos ” Je suis Charlie”?
    Talvez assim “todos” aprendam que há limites… Mesmo para fazer humor.
    Mesmo sendo contra tudo o que é atentado, eu não sou “Je suis Charlie”.
    Há limites para tudo!

  6. Os maiores culpados são aqueles que (ainda) compram o “jornal”. Já era de muito mau gosto antes do atentado ao “jornal” (que acabou por provocar o mesmo ataque…) e continua a ser. Vende porque as pessoas gostam de ser chocadas… E “eles” sabem disso… Façam um boicote ao jornal!… Não comprem! NUNCA!

  7. Então e o que é feito da “liberdade de expressão” que todos defendiam à um ano atrás? Entretanto já acabou? Ou só há liberdade de expressão enquanto é para falar mal dos temas que convém? Há pois, a hipocrisia é muita.

RESPONDER

Marcelo. O que os portugueses querem (e o que não querem)

No seu discurso de vitória após as eleições presidenciais deste domingo, Marcelo Rebelo de Sousa começou por recordar as vítimas da pandemia de Covid-19 em Portugal. "Deixem-me dizer, de coração aberto, como me sinto profundamente honrado …

Entre o "contributo singular" de João Ferreira e a "onda liberal" de Mayan, Marisa Matias assume derrota

Marisa Matias foi uma das grandes derrotadas da noite de eleições presidenciais, ficando-se pelo quinto lugar, atrás de João Ferreira, o candidato do PCP. Já Tiago Mayan Gonçalves ficou no sexto lugar, à frente de …

Ana Gomes aponta o dedo a Costa e à esquerda e diz que travou Ventura sozinha

Ana Gomes considera que a sua candidatura conseguiu travar "a progressão da extrema direita" quando os partidos de esquerda se preocuparam apenas com as suas "agendas políticas". No rescaldo da reeleição de Marcelo Rebelo de …

De diferentes cidades, mas com o mesmo nome. Quatro estranhos chamados Paul O'Sullivan formaram uma banda

A banda Paul O'Sullivan apresenta Paul O'Sullivan no baixo, guitarra, bateria e voz. Porém, não é uma banda de um homem só. Cada membro é um músico diferente com o mesmo nome: Paul O'Sullivan. "Uma noite, …

Ventura celebrou "noite histórica", demitiu-se do Chega e avisou o PSD

André Ventura começou por assinalar a "noite histórica" face aos resultados que obteve nas eleições presidenciais 2021. Mas como ficou em 3º lugar, atrás de Ana Gomes, anunciou a demissão do Chega. "Fiquei aquém dos 15% …

Região italiana da Lombardia esteve confinada durante uma semana por engano

A Lombardia, coração económico do norte de Itália, foi confinada e classificada como zona vermelha por engano durante uma semana, devido a estatísticas erradas sobre covid-19, e só ontem um decreto governamental retificou a situação. Devido …

Rio destaca "esmagamento da esquerda" e pede a Marcelo para ser "um bocadinho mais exigente"

"A marca mais forte" destas eleições presidenciais é "a derrota do PS". A análise é de Rui Rio, presidente do PSD, que fala do "esmagamento da esquerda" e da "vitória do candidato do centro", apelando …

Há uma nova explicação para o facto de bebés amamentados terem sistemas imunitários mais saudáveis

Um novo estudo realizado por investigadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, descobriu que o leite materno promove o crescimento de importantes células imunitárias que ajudam a controlar eventuais inflamações. De acordo com o site …

PS diz que Marcelo deve vitória aos socialistas (e cobra-lhe apoio em tempos difíceis)

"A democracia venceu na primeira volta e o extremismo de direita foi derrotado". É desta forma que o presidente do PS, Carlos César, comenta os resultados das eleições presidenciais ganhas por Marcelo Rebelo de Sousa, …

"Liberdade para a Dinamarca". Novos incidentes em manifestação contra restrições

Uma manifestação contra as restrições impostas para conter a pandemia, organizada por um grupo radical, em Copenhaga, originou novos incidentes na noite de sábado e resultou em cinco detenções, relataram a polícia e os meios …