Nostradamus profetizou para 2016 uma grande guerra e a morte dos ricos

Tenha sido um profeta, vidente, adivinho ou charlatão, há quem diga que ao fim de quase 500 anos as profecias do médico e astrólogo francês de origem judia Michel de Nostredame são válidas – e que muitas delas até já se cumpriram.

Mais conhecido como Nostradamus, o boticário nascido em 1505 em Provence deixou ao mundo em 1555 uma série de profecias envoltas em metáforas, cifradas de forma difusa e geralmente pouco específicas.

Certo é que ao longo dos anos, muitas das profecias do vidente foram sendo interpretadas como válidas e apresentadas como tendo antecedido em séculos os eventos que alegadamente descreviam – seja o ataque ao World Trade Center em 2001 ou a ascensão de Napoleão e Hitler.

Mais certo ainda é que sempre que um fim de ano se aproxima, logo meio mundo corre a tentar entrever nas palavras de Nostradamus as profecias para o novo ano que se aproxima.

Tal é o caso do diário mexicano Excelsior, que recolheu das palavras do profeta as previsões para o ano de 2016. E venham elas a revelar-se verdadeiras, muita razão temos todos para nos alarmar.

Segundo o jornal, Nostradamus previu para 2016 uma guerra mundial em grande escala, com uso de armas nucleares, que duraria 27 anos.

Como se não bastasse, no auge desse conflito terá lugar um evento astronómico de grandes proporções – mais concretamente, a aproximação à Terra de um gigantesco planeta – que dará origem a grandes catástrofes naturais.

Segundo o profeta, o Vesúvio acordará finalmente do seu sono profundo e entrará em erupção – uma das mais desastrosas da história, seguida de uma série de terramotos, que causarão milhares de mortos.

Também os Estados Unidos serão atingidos pelo maior terramoto da sua história, tão potente que afectará toda a região.

O boticário francês profetizou ainda para 2016 que “os ricos vão morrer muitas vezes” – ou, como acreditam os seguidores do profeta, que a economia mundial terá um colapso global.

O adivinho previu também o aquecimento global e o buraco do ozono, num sinal de que não acreditava na eficácia do acordo alcançado na Cimeira do Clima de Paris. “Os Reis roubam os bosques, o céu abrir-se-á e os campos serão queimados pelo calor“, disse Nostradamus.

Mas nem tudo será mau. A medicina registará enormes avanços em 2016, que permitirão à Humanidade aumentar a esperança de vida – se descontarmos a tal guerra nuclear dos 27 anos, claro.

Globalmente, o futuro do planeta em 2016 apresenta-se sombrio. Mas nem todas As Profecias de Nostradamus (ou as suas interpretações) vieram de facto a concretizar-se. Por exemplo, o profeta garantiu que em 2015 os impostos iriam acabar.

E, como muito bem sabemos, tal não aconteceu.

AJB, ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

    • Se tivesse visto um filme que foi feito sobre Nostradamus e as suas profecias apresentado por Orson Wells, no mínimo ficaria com muitas dúvidas se Nostradamus não saberia muito bem aquilo que estava a escrever… É impressionante a quantidade de previsões que se realizaram, e mais impressionante ainda aquilo que ele previu para o n/ futuro. E o pior é que faz sentido. Veja bem que a guerra que ele previu teria inicio com um príncipe árabe que lançaria um ataque contra o “Novo Mundo”. Isso não lhe diz nada? Nessa altura ainda não havia Estados Unidos (Novo Mundo) nem conflitos entre muçulmanos e cristãos … E que a guerra se estenderia a todo o mundo, e não ficaria pedra sobre pedra…

  1. Maioria dos videntes falam por metáforas, na língua materna. Traduções sobre traduções é nisto que dá: mensagens deturpadas e a descrença. Quem sabe ao certo o que este senhor previu e o que quis dizer?

  2. Até os jornalistas ficam confusos com Nostradamus. No sumario é médico, mas no inicio da noticia já é boticário (farmacêutico)…..Confuso tal como Nostradamus 🙂

  3. Previu coisa nenhuma. O livro dele é uma confusão de estrofes sem sentido que não querem dizer nada, apenas que o autor era louco. Como tal, teve seguidores ao longo destes séculos…

  4. Existe um filme (suponho dos anos 80) com o titulo de Nostradamus em que retrata as previsões de Nostradamus. O filme tem um “antes” e um “depois” da data em que foi feito. O “depois” são as previsões à data. Lembro-me perfeitamente que no filme está retratado o atentado 11 de setembro – o realizador refere-se como um atentado com 4 misseis aos USA em que um é destruido e os outros 3 atingem os alvos (no caso real 2 aviões atingem as torres gemeas, outro atinge o pentagono e outro despenha-se). Fala também no aparecimento de um anti-cristo árabe (bin laden) e de uma guerra na europa (associo à guerra na Servia). Lembro-me de o ter visto numa das salas do então Cinema Lumiere no Porto.

  5. Eu acredito em tudo. Só não acredito numa guerra nuclear de 27 anos.
    Basta apenas 1 dia e desaparecemos todos da face da terra. 🙂

Turistas voltam a viajar, mas optam pelo low-cost

Mesmo num contexto de pandemia mundial o desejo de ir de férias continua vivo. Os turistas voltaram a procurar voos, contudo as opções recaem em percursos de curta distância e mais económicos. Ao longo dos últimos …

Ventura anuncia recandidatura ao Chega e só sai do parlamento quando “metade daquela esquerda" sair

André Ventura anunciou esta noite a recandidatura à liderança do Chega, numa cerimónia em Leiria em que disse que só vai sair do parlamento “quando metade daquela esquerda sair”. “Estamos a fazer uma revolução democrática e …

Esqueletos revelam que fosso entre ricos e pobres começou a abrir-se há 6.600 anos

A análise a ossos encontrados numa sepultura na Polónia mostram que o fosse entre ricos e pobres na Europa começou a abrir-se muito antes daquilo que se pensava. O desaparecimento da classe média é um problema …

Super-Terras quentes podem ter atmosferas metálicas brilhantes

Os cientistas querem perceber porque é que as super-Terras quentes possuem um brilho tão chamativo - e já há uma hipótese em cima da mesa. Os exoplanetas, chamados de super-Terras quentes, podem ser particularmente brilhantes e …

As larvas de peixe-sol são adoráveis (mas crescem e tornam-se gigantescos "nadadores")

Uma equipa de cientistas australianos e neozelandeses descobriram as fases iniciais da larva gigante de peixe-sol. Pela primeira vez, o sequenciamento de ADN identificou as larvas do peixe-sol (Mola alexandrini). O peixe-sol, conhecido cientificamente como Mola …

Telescópio Webb vai estudar Júpiter, os seus anéis e duas intrigantes luas

Júpiter, que tem o nome do rei dos antigos deuses romanos, comanda a sua própria miniversão do nosso Sistema Solar de satélites circundantes; os seus movimentos convenceram Galileu Galileu de que a Terra não era …

Turista danifica escultura do século XIX enquanto posa para fotografia (e é apanhado pelas câmaras de vigilância)

A polícia italiana identificou um austríaco de 50 anos que danificou uma estátua do século XIX num museu em Itália, enquanto posava para uma fotografia. O incidente ocorreu no passado dia 31 de junho, segundo …

Covid-19: Brasil supera as 100.000 mortes

O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 100.000 mortes associadas à covid-19, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro óbito no país, indicam dados oficiais divulgados pelas secretarias regionais de Saúde. Segundo os mais recentes …

As vacas leiteiras têm relações complexas (que se alteram quando mudam de grupo)

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Chile e dos Estados Unidos concluiu que as vacas leiteiras vivem em redes sociais complexas que se alteram quando estes animais são movidos para outros grupos.  Para …

Virgin Galactic quer desenvolver avião comercial supersónico (que promete superar a velocidade do som)

A Virgin Galactic vai aliar-se à Rolls-Royce para criar um avião comercial supersónico, ainda mais rápido do que o mítico Concorde. A empresa de turismo espacial Virgin Galactic anunciou uma parceria com a Rolls-Royce para desenvolver …