No Cambodja, os aldeões usam “espantalhos mágicos” para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com “espantalhos mágicos” que espantam o vírus mortal.

Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, conhecidos localmente como “Ting Mong”, guardam o portão da sua casa na província de Kandal, perto da capital Phnom Penh, dando-lhe paz de espírito.

De acordo com o jornal britânico The Independent, a prática existe há mais de um século em algumas vilas do Cambodja, onde residentes como Ek Chan confiam na sua capacidade de afastar os maus espíritos e as doenças.

“Desde de fazer estes Ting Mongs, eles ajudaram a espantar qualquer vírus, incluindo o coronavírus, e impedir que se propagasse para a minha família”, disse Ek Chan, que tem um espantalho masculino e uma mulher. “Eu realmente acredito na magia dos espantalhos e não me preocupo em apanhar o vírus”.

Os espantalhos são fáceis de fazer, normalmente compostos de feno de arroz, bambu ou varas de madeira e vestidos com roupas velhas. Alguns até usam capacetes de motociclistas e são armados com paus e facas.

Ek Chan disse que sabe pouco sobre a ciência da covid-19 e, embora acredite no poder dos seus espantalhos, espera que uma vacina grátis esteja disponível em breve.

O Camboja está entre os países menos afetados pela pandemia de covid-19, com apenas 307 casos e nenhuma morte relatada, tendo contido surtos menores em março, julho e agosto.

No entanto, muitos habitantes do Cambodja ainda temem ficar infetados, tendo este medo aumentado no início deste mês, quando o ministro das Relações Exteriores da Hungria visitou o país e depois testou positivo.

Isso levou ao teste e isolamento de centenas de pessoas potencialmente expostas, incluindo o primeiro-ministro do Cambodja Hun Sen, e proibições temporárias de ajuntamento.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Os novos robôs da Samsung fazem pequenas tarefas domésticas (e ainda lhe servem um copo de vinho)

O Samsung Galaxy S21 não é a única surpresa que a empresa tem preparada para 2021. A Samsung apresentou algumas propostas de robôs domésticos, na primeira grande feira de tecnologia do ano. A Samsung levantou um …

Cientistas desenvolveram mini-cérebros (quase) humanos

Cientistas norte-americanos enviaram para a Estação Espacial Internacional (EEI) aglomerados de células nervosas, chamadas de mini-cérebros, que estão, agora, a desenvolver-se de formas que os investigadores não imaginavam ser possível. Os organóides foram criados a partir …

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …