Temido admite que nenhum hospital do SNS “está livre de sofrer pressão”

Mário Cruz / Lusa

A ministra da Saúde antecipou, esta sexta-feira, que a mortalidade associada à covid-19 pode manter-se “elevada nos próximos dias” e admitiu que “nenhuma unidade do SNS está livre de sofrer pressão”.

Em declarações aos jornalistas na Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N), no Porto, depois de visitar o Hospital de Penafiel, a ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou que o aumento da mortalidade associada à covid-19 é “preocupante” e admitiu que os níveis se mantenham elevados “nos próximos dias”.

Sobre o Hospital de Penafiel, que pertence ao Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), o qual tem registado um aumento de internamentos nas últimas semanas, a governante disse que este já registou um alívio no número de internados, resultado da transferência de doentes para o Hospital da Universidade Fernando Pessoa, entre outros.

“O Hospital de Penafiel está numa área que, geograficamente, está no centro do furacão neste momento. É natural que tenha tido maior pressão. Nenhuma unidade hospitalar do SNS está livre de sofrer pressão”, cita o jornal online Observador.

A ministra reconhece que há vários hospitais na região Norte que “estão a sentir uma grande pressão de procura de doentes” e antecipa: “Não estamos livres de ter esta pressão e uma mortalidade elevada nos próximos dias”.

Não podemos baixar a guarda. Os profissionais de saúde têm feito um esforço enorme, mas continuam com ânimo. Cá fora temos de aliviar a pressão a montante. Se tivermos dez milhões de infetados, não temos capacidade de resposta”, cita a rádio TSF.

Temido admitiu ainda que o Governo tem sentido dificuldades em contratar profissionais para aumentar a capacidade no combate à pandemia. “Desde o início da pandemia temos um regime excecional de contratação que permite que sejam contratados todos os profissionais que existem no mercado”, disse.

“Neste momento, a situação com que nos deparamos é que o mercado não tem a disponibilidade que teve em outros momentos e há muitos profissionais que ficaram doentes”, acrescenta.

A governante deu ainda o exemplo de França, onde o Presidente Emmanuel Macron afirmou que o país estava com dificuldade no recrutamento de profissionais de saúde.

“Ouvi há poucos dias o Presidente Macron a referir que não há profissionais de saúde livres no mercado para serem contratados. Estamos a falar de França. Neste momento a dificuldade de recrutamento de profissionais de saúde existe em toda a Europa. Portugal não é exceção”, referiu Marta Temido.

Hoje, a Ordem dos Enfermeiros (OE) manifestou-se preocupada com o recrutamento de enfermeiros portugueses na Europa, revelando que nas últimas duas semanas se têm intensificado ofertas de países como Espanha, Reino Unido, Alemanha e Holanda.

Sem comentar diretamente esta questão, Marta Temido referiu que a tutela tem trabalhado com a OE para identificar candidatos. “Temos trabalhado com a Ordem dos Enfermeiros no sentido de identificar potenciais candidatos e vamos continuar a fazer esse trabalho”.

Portugal registou, esta sexta-feira, mais 52 mortes e 5550 novos casos nas últimas 24 horas, o maior número de sempre de infeções diárias desde o início da pandemia de covid-19.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Esta Senhora é que devia sentir a pressão de um pé no rabo (ser despedida)
    Para ministro da Saúde precisamos de alguém que perceba algo do assunto.

    • Hehehee… se a ministra, que só por acaso é especialista em administração hospitalar, não percebe do assunto; quem é que percebe?
      Os ignorantes indignados de Facebook??
      Ou será o Ventura?

RESPONDER

Robôs "burros" trabalham em conjunto para realizar tarefas complexas

Uma nova pesquisa mostra que, ao mesmo tempo que aumentam as interações magnéticas, um enxame de robôs dispersos, chamados BOBbots, pode reunir-se em aglomerados compactos para realizar tarefas complexas. Fazer com que um enxame de robôs …

O uso doméstico de carvão na China resulta em mortes prematuras

Um novo estudo indica que, na China, a poluição da queima de carvão residencial causa um número desproporcional de mortes prematuras por exposição a poluentes minúsculos inaláveis, conhecidos como PM2.5. A combustão do carvão por centrais …

Estudo alerta para níveis preocupantes de produtos químicos tóxicos no leite materno

Um novo estudo, que analisou o leite materno de mulheres americanas quanto à contaminação por PFAS, detetou o produto químico tóxico em todas as 50 amostras testadas, e em níveis quase 2.000 vezes mais altos …

Dinheiro, imóveis e arte. João Rendeiro perde fortuna para o Estado

Um milhão e meio de euros em numerário, contas e ativos bancários, obras de arte e quatro imóveis em Lisboa, Cascais e Oeiras vão ser arrestados a João Rendeiro, ex-presidente do Banco Privado Português (BPP). Segundo …

A primeira eco-casa impressa em 3D "nasceu" em Itália

A empresa de impressão 3D WASP e o Mario Cucinella Architects concluíram a casa TECLA. É o primeiro modelo de habitação eco-sustentável a ser construído a partir de matérias-primas locais usando tecnologia de impressão 3D.  O …

Partido de Le Pen desviou 6,8 milhões de fundos europeus, segundo jornal francês

O partido francês de extrema-direita União Nacional (RN, sigla original), liderado por Marine Le Pen, terá desviado 6,8 milhões de euros de fundos do Parlamento Europeu, revela este domingo um inquérito policial noticiado pelo Le …

Proporção divina. Antiga fórmula grega pode ser responsável pelo sucesso dos musicais

Desde 1972, quando "Jesus Christ Superstar" estreou na Broadway, os mais populares musicais quase unanimemente empregaram uma fórmula centenária conhecida como “a proporção divina” - e, surpreendentemente, parecem tê-lo feito acidentalmente. A proporção divina é um …

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …

Costa entrou em “modo avestruz” e Cabrita é uma “mancha”. Líder do CSD não poupa nas críticas

Francisco Rodrigues dos Santos fez duras críticas ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Administração Interna, Eduarda Cabrita. O presidente do CDS-PP disse que o primeiro-ministro entrou "em modo avestruz no caso João Galamba" referindo-se …