Motorista admite branqueamento (mas nunca foi a Paris)

José Goulão / Flickr

O ex-motorista do ex-primeiro-ministro terá confirmado, no interrogatório que antecedeu a sua saída para prisão domiciliária, que aceitou depositar dinheiro em numerário na sua conta e pagar despesas de José Sócrates, relata o semanário Sol na sua edição desta sexta-feira,

O ex-motorista, detido no âmbito do processo Marquês, terá “ajudado o ex-primeiro-ministro a subtrair ao controlo do fisco” parte das “verbas ilícitas que terá recebido” enquanto governante.

Para tal, segundo o Sol, o motorista terá aceite depositar na sua conta quantias que o patrão lhe entregava, para depois fazer pagamento de despesas do ex-primeiro-ministro.

Segundo o jornal apurou “de uma fonte conhecedora da investigação”, João Perna terá relatado durante o interrogatório que “tinha ordens de José Sócrates para não prestar declarações no caso de ser preso”.

O motorista confessa que aceitou fazer os depósitos na sua conta porque “achava que tinha de cumprir ordens”, e que lhe parecia normal porque “estava a trabalhar com alguém que tinha sido primeiro-ministro”.

No entanto, João Perna terá começado a “guardar as facturas das despesas”, nomeadamente os 10 mil euros do funeral do irmão de José Sócrates, porque “tanta circulação de dinheiro vivo lhe começou a levantar suspeitas”.

Ao contrário do relatado por alguns jornais, segundo o Sol o ex-motorista “nunca foi entregar dinheiro ao estrangeiro, nomeadamente a Paris”, tese defendida por João Araújo, advogado de José Sócrates.

As declarações de João Perna contrastam com o silêncio a que se remeteu inicialmente, e terão origem na mudança de advogado do arguido.

O ex-motorista foi inicialmente representado por um advogado indicado pela sociedade de Proença de Carvalho, que em diversas alturas representou José Sócrates.

Na quinta-feira, João Perna foi ouvido no DCIAP em interrogatório complementar, depois de o seu novo advogado, Ricardo Candeias, ter apresentado um requerimento a pedir a alteração da medida de coação.

Em função da “colaboração do ex-motorista com as autoridades” no âmbito do inquérito, o Ministério Público, terá sugerido ao  juiz de instrução do processo a alteração da medida de coação, de prisão preventiva para prisão domiciliária com pulseira electrónica.

O despacho de alteração da medida de coação foi emitido pelo juiz Carlos Alexandre na passada terça-feira, o que permitiu ao ex-motorista passar o Natal em casa.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …