Morreram 2209 pessoas em 15 acidentes aéreos nos últimos 10 anos

(cv) Euronews / YouTube

O acidente registado com o Boeing 737-800 Max da Ethiopian Airlines, em que seguiam 157 pessoas, não é um caso pontual. Outras tragédias aéreas aconteceram na última década, levando à morte de 2209 pessoas.

O avião pode ser considerado o meio de transporte mais seguro do mundo, mas o mediatismo à volta dos acidentes aéreos tende a alarmar as pessoas. O desastre da Ethiopian Airlines foi o caso mais recente.

O Boeing 737-800 Max perdeu contato com a torre de controlo 6 minutos após levantar voo. A aeronave é do mesmo modelo do da Lion Air que caiu no mar na Indonésia em outubro do ano passado, 13 minutos depois de ter descolado de Jacarta, causando 189 mortes.

As causa da queda do avião da Ethiopian Airlines ainda não foram determinadas, mas já foi encontrada uma das caixas negras do avião despenhado. Para além da caixa negra e dos registos digitais do voo, foi recuperado ainda o gravador alojado no cockpit onde constarão as comunicações dos pilotos.

15 acidentes em 10 anos

Em maio de 2018, morreram 112 pessoas de um Boeing 737 da Cubana de Aviación. De forma semelhante à aeronave etíope, o avião cubano caiu poucos minutos após ter levantado voo.

Em 2015, morreram os 150 ocupantes do Airbus A320, da companhia Germanwings, que se despenhou nos Alpes franceses. O avião partiu de Barcelona com destino a Dusseldorf, na Alemanha. A aeronave teria uma avaria significativa.

O ano de 2014 ficou marcado por quatro grandes acidentes aéreos. Em março, desapareceram 239 pessoas a bordo do Boeing 777-200 da Malaysia Airlines; em julho, um outro avião da Malaysia Airlines, também um Boeing 777-200, despenhou-se na Ucrânia, abatido por um míssil disparado de terra, provocando a morte de 298 pessoas.

No mesmo mês, morreram os 116 ocupantes do avião MD83 de companhia aérea espanhola Swiftair, operada pela Air Algerie; e em dezembro faleceram os 162 ocupantes do Airbus 320-200 da AirAsia.

 

Dois anos antes, registou-se a morte de 138 pessoas com a queda do Boeing 737 da companhia aérea paquistanesa Bhoja, em abril de 2012. No mesmo ano, em junho, morreram 163 pessoas após o DC-9 da companhia aérea Dana Airair se despenhar.

Nos últimos dez anos, 2010 foi dos anos mais drásticos, registando-se quatro acidentes aéreos com um elevado número de mortes. Em abril, morre o chefe de Estado da Polónia, Lech Kaczynski, e outras 95 pessoas, com a queda de um Tupolev-154.

No mês seguinte, aconteceram duas grande quedas. Morreram 103 passageiros do Airbus A330 companhia aérea líbia Afriqiyah Airways, que se despenhou antes de aterrar no aeroporto de Tripoli; e morreram 158 pessoas após a queda de um Boeing-737 da Air India Express.

O quarto acidente de 2010 foi em julho, aquando da morte de 153 ocupantes do avião Airbus A321 da companhia Air Blue, após se despenhar perto de Islamabad, no Paquistão.

Em junho e julho de 2009, outros dois acidentes vitimaram 321 pessoas: a aeronave Airbus 310-300 da Air Yemenia (153) e um Tupolev da iraniana Caspian Airlines (168). Nas duas quedas, apenas sobreviveu uma criança.

As contas dos 15 maiores acidentes registados nos últimos dez anos revelam a morte de 2209 pessoas devido a quedas de aeronaves. O ponto positivo é que o número de grandes acidentes tem vindo a diminuir, com “apenas” três a serem registados nos últimos quatros anos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

PSD assegura que sem contrapartidas proposta de redução do IVA da eletricidade "não será votada"

O deputado do PSD Duarte Pacheco assegurou hoje que a proposta do partido para reduzir o IVA da eletricidade para consumo doméstico "não será votada" se não lhe estiver associada qualquer contrapartida de compensação da …

Português nos EUA queixa-se de roubo de raspadinha de 4 milhões de dólares

Imigrante pensava que o bilhete só valia quatro mil euros e alega ter sido enganado por duas mulheres. Um português imigrante em New Bedford, Estados Unidos, queixa-se em tribunal de ser vítima de um "esquema de …

Diego Miranda é o primeiro português a atuar no palco principal do Tomorrowland

Diego Miranda vai ser o primeiro DJ português a atuar no palco principal do festival de música eletrónica Tomorrowland. Este será a quinta presença consecutiva do artista. O DJ e produtor Diego Miranda vai ser o …

Bruno Fernandes assina pelo Manchester United. Sporting pode encaixar 80 milhões de euros

Bruno Fernandes assinou pelo Manchester United e viaja para Inglaterra esta quarta-feira. O Sporting recebe 55 milhões de euros a pronto, com o negócio a poder atingir os 80 milhões mediante o cumprimento de certos …

China ultrapassa a Rússia e torna-se o segundo maior vendedor de armas do mundo

A China tornou-se, em 2017, o segundo maior exportador mundial de armas, de acordo com um novo relatório do Instituto Internacional de Pesquisa para a Paz de Estocolmo (SIPRI), publicado na segunda-feira. O país ultrapassou …

Antero Henrique perto de se mudar para o Manchester United

Depois de passar pelo FC Porto e pelo Paris Saint-Germain, Antero Henrique está perto de assumir um cargo na direção desportiva do Manchester United. Antero Henrique, antigo diretor desportivo do Paris Saint-Germain, pode estar perto de …

Moedas de um e de dois cêntimos podem vir a acabar

A Comissão Europeia pretende pôr fim às moedas de um e dois cêntimos. A proposta vai ser apresentada e adotada pela comissão de Ursula von der Leyen esta quarta-feira. Esta é uma das medidas de …

PSD pretende que os próximos serviços públicos sejam criados no interior do país

O PSD pretende que o Governo localize no interior todos os serviços públicos que venha a criar, segundo uma proposta de aditamento ao Orçamento do Estado de 2020 (OE2020) entregue na segunda-feira na Assembleia da …

Ventura propõe que "Joacine seja devolvida ao seu país de origem"

Ventura não apreciou a proposta do Livre de devolver o património das ex-colónias. Numa publicação nas redes sociais sugeriu que Joacine "seja devolvida ao seu país de origem". André Ventura partilhou uma publicação nas redes sociais …

Alberto II da Bélgica assume filha de uma relação extraconjugal

O antigo Rei da Bélgica assumiu ser pai de uma mulher de 51 anos, que nasceu de uma relação extraconjugal, depois de um processo que se arrastou na justiça belga durante sete anos. Uma ordem de …