Morreram 2209 pessoas em 15 acidentes aéreos nos últimos 10 anos

(cv) Euronews / YouTube

O acidente registado com o Boeing 737-800 Max da Ethiopian Airlines, em que seguiam 157 pessoas, não é um caso pontual. Outras tragédias aéreas aconteceram na última década, levando à morte de 2209 pessoas.

O avião pode ser considerado o meio de transporte mais seguro do mundo, mas o mediatismo à volta dos acidentes aéreos tende a alarmar as pessoas. O desastre da Ethiopian Airlines foi o caso mais recente.

O Boeing 737-800 Max perdeu contato com a torre de controlo 6 minutos após levantar voo. A aeronave é do mesmo modelo do da Lion Air que caiu no mar na Indonésia em outubro do ano passado, 13 minutos depois de ter descolado de Jacarta, causando 189 mortes.

As causa da queda do avião da Ethiopian Airlines ainda não foram determinadas, mas já foi encontrada uma das caixas negras do avião despenhado. Para além da caixa negra e dos registos digitais do voo, foi recuperado ainda o gravador alojado no cockpit onde constarão as comunicações dos pilotos.

15 acidentes em 10 anos

Em maio de 2018, morreram 112 pessoas de um Boeing 737 da Cubana de Aviación. De forma semelhante à aeronave etíope, o avião cubano caiu poucos minutos após ter levantado voo.

Em 2015, morreram os 150 ocupantes do Airbus A320, da companhia Germanwings, que se despenhou nos Alpes franceses. O avião partiu de Barcelona com destino a Dusseldorf, na Alemanha. A aeronave teria uma avaria significativa.

O ano de 2014 ficou marcado por quatro grandes acidentes aéreos. Em março, desapareceram 239 pessoas a bordo do Boeing 777-200 da Malaysia Airlines; em julho, um outro avião da Malaysia Airlines, também um Boeing 777-200, despenhou-se na Ucrânia, abatido por um míssil disparado de terra, provocando a morte de 298 pessoas.

No mesmo mês, morreram os 116 ocupantes do avião MD83 de companhia aérea espanhola Swiftair, operada pela Air Algerie; e em dezembro faleceram os 162 ocupantes do Airbus 320-200 da AirAsia.

 

Dois anos antes, registou-se a morte de 138 pessoas com a queda do Boeing 737 da companhia aérea paquistanesa Bhoja, em abril de 2012. No mesmo ano, em junho, morreram 163 pessoas após o DC-9 da companhia aérea Dana Airair se despenhar.

Nos últimos dez anos, 2010 foi dos anos mais drásticos, registando-se quatro acidentes aéreos com um elevado número de mortes. Em abril, morre o chefe de Estado da Polónia, Lech Kaczynski, e outras 95 pessoas, com a queda de um Tupolev-154.

No mês seguinte, aconteceram duas grande quedas. Morreram 103 passageiros do Airbus A330 companhia aérea líbia Afriqiyah Airways, que se despenhou antes de aterrar no aeroporto de Tripoli; e morreram 158 pessoas após a queda de um Boeing-737 da Air India Express.

O quarto acidente de 2010 foi em julho, aquando da morte de 153 ocupantes do avião Airbus A321 da companhia Air Blue, após se despenhar perto de Islamabad, no Paquistão.

Em junho e julho de 2009, outros dois acidentes vitimaram 321 pessoas: a aeronave Airbus 310-300 da Air Yemenia (153) e um Tupolev da iraniana Caspian Airlines (168). Nas duas quedas, apenas sobreviveu uma criança.

As contas dos 15 maiores acidentes registados nos últimos dez anos revelam a morte de 2209 pessoas devido a quedas de aeronaves. O ponto positivo é que o número de grandes acidentes tem vindo a diminuir, com “apenas” três a serem registados nos últimos quatros anos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Se quer um coração saudável, desligue a televisão e tome um bom pequeno-almoço

É conhecida como a refeição mais importante do dia e não é por acaso. Os hábitos de vida que seguimos diariamente têm um impacto direto na nossa saúde vascular. Numa investigação recentemente apresentada na reunião anual …

Determinada temperatura das bebidas que aumenta risco de cancro

Cientistas da Universidade de Ciências Médicas de Teerão publicaram novas provas sobre a relação entre o consumo de bebidas quentes e o cancro do esófago. De acordo com o estudo publicado na revista International Journal of …

Descobertos 83 buracos negros supermassivos no Universo inicial

Astrónomos do Japão, de Taiwan e dos EUA descobriram 83 quasares alimentados por buracos negros supermassivos no universo distante, numa época em que o Universo tinha menos de 10% da sua idade atual. "É notável que …

Joy Milne consegue cheirar a doença de Parkinson antes de ser diagnosticada

Atualmente, não existe nenhum teste diagnóstico definitivo para o Parkinson, mas isso pode mudar graças a Joy Milne, uma mulher que consegue detetar a doença antes que os sintomas apareçam. Parece demasiado bizarro para ser verdade, …

Filho de José Eduardo dos Santos libertado da prisão. Estava preso desde setembro de 2018

O antigo presidente do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos, que se encontrava em prisão preventiva desde 24 de setembro de 2018, encontra-se já em liberdade, disse hoje à agência Lusa fonte oficial. A …

Naufrágio no Nilo é a primeira prova de que Heródoto não estava a mentir sobre os barcos egípcios

Um navio naufragado encontrado no rio Nilo pode ter permanecido inalterado durante mais de 2.500 anos. Agora, está finalmente a revelar os seus segredos: cientistas pensam que este navio revelou uma estrutura cuja existência tem …

A gravidade influencia a maneira como tomamos decisões

Todo e qualquer organismo vivo na Terra evoluiu a longo de milhares de anos sob um campo gravitacional constante, com a gravidade desempenhando um papel fundamental no comportamento e na cognição humana. Um estudo recente publicado …

"Atentado" na Disneyland Paris era apenas uma avaria nas escadas rolantes

Por volta das 21h00 em Paris, produziu-se um movimento de pânico na Disney Village, no parque de diversões francês da Disney. Rapidamente se multiplicaram mensagens sobre um "atentado". Ao jornal belga DH, uma fonte afirmou que …

Cientistas alargam limites físicos do grafeno

Até onde vão os limites físicos do grafeno? Uma equipa de cientistas do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), em Braga, respondeu a esta questão e desafiou-os. Uma equipa de investigadores dos Departamentos de Materiais Quânticos …

Ilusionista britânico diz que vai travar o Brexit com o poder da mente

Uri Geller é um ilusionista israelista, com nacionalidade britânica, que se tornou famoso nos anos 1970 em programas de televisão em que realizava demonstrações dos seus alegados poderes paranormais. Agora, Geller deixa um aviso a Theresa …