Queda de Boeing 737-800 Max na Etiópia faz 157 mortes

Aero Icarus / Flickr

Boeing 787-800 Dreamliner da Ethiopian Airlines

Um Boeing 737-800 da companhia Ethiopian Airlines, que voava de Adis Abeba para Nairobi, no Quénia, caiu este domingo, provocando a morte de 149 passageiros e oito tripulantes.

De acordo com um comunicado divulgado pela companhia aérea, as buscas já começaram, mas para já não há informações sobre a identidade das vítimas, que, segundo informações da companhia, são de 33 nacionalidades diferentes. Não há sobreviventes.

Segundo um porta-voz da Ethiopian Airlines, o acidente com o voo ET 302 aconteceu por volta das 8h38. O Boeing partiu do aeroporto internacional de Bole, na capital etíope, Adis Abeba, e perdeu contato com a torre de controlo 6 minutos mais tarde. A queda aconteceu próximo da cidade de Bishotfu.

A companhia adiantou que vai enviar funcionários ao local do acidente para ajudar as equipes de resgate. Um centro de informações e um número de telefone foi colocado à disposição dos familiares das vítimas. O primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmed, publicou no Twitter uma mensagem enviando as suas condolências às famílias.

A Ethiopian Airlines mantém linhas para muitos destinos em África, o que a torna uma empresa popular num continente onde muitas companhias voam apenas dos seus países para destinos fora da África.

A transportadora tem boa reputação no que diz respeito a questões de segurança. O último acidente grave de um avião da companhia etíope aconteceu em 2010, quando um aparelho explodiu depois de ter partido de Beirute, no Líbano, matando 90 pessoas. A aeronave tinha sido sequestrada por três etíopes que exigiam asilo na Austrália.

Modelo da aeronave é igual ao da Lion Air

O Boeing 737-800 Max da Ethiopian Airlines envolvido no acidente deste domingo é um modelo relativamente novo, lançado em 2016. Foi adicionado à frota da Ethiopian Airlines no ano passado.

A aeronave é do mesmo modelo do avião da Lion Air que caiu no mar na Indonésia em outubro do ano passado, 13 minutos depois de ter descolado de Jacarta, causando 189 mortes.

Após o acidente fatal na Indonésia, a Boeing divulgou aviso de segurança sobre os sensores do 737 Max, com instruções sobre como lidar com potenciais erros nos sensores da aeronave.

Investigadores do Comité Nacional de Segurança de Transporte da Indonésia, que  averiguaram o acidente, descobriram que um dos sensores do “ângulo de ataque” do avião tinha avariado e fornecido dados imprecisos. Segundo concluiu entretanto o Comité, o avião da Lion Air não devia ter sido autorizado a levantar voo.

ZAP // RFI / BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Netflix responde a senadores norte-americanos e avança com série

Na passada sexta-feira, a Netflix respondeu aos cinco senadores do Partido Republicano dos Estados Unidos da América que, numa carta, questionaram a decisão de adaptar a trilogia O Problema dos Três Corpos, a série literária …

Há sobras de comida que sabem realmente melhor no dia seguinte (e os cientistas já sabem porquê)

Não é mito. Existem realmente sobras de comida que sabem melhor no dia seguinte e um especialista da Universidade de Oxford (Reino Unido) - que adora caril - explica o porquê à luz da Ciência. …

Teme-se que a violência doméstica dispare depois dos incêndios da Califórnia

Teme-se que os casos de violência doméstica disparem depois de os incêndios da Califórnia serem extintos, avança a revista norte-americana Vice, que ouviu responsáveis por espaços de abrigo para as vítimas. Desastres naturais de grandes …

Comunidade Vida e Paz ajudou 420 pessoas por dia no ano passado

Em 2019, a Comunidade Vida e Paz apoiou cerca de 420 pessoas em situação de sem-abrigo por dia e distribuiu 138 mil refeições. Além disso, a organização ajudou regularmente 26 famílias carenciadas, entre 78 adultos …

Realidade Virtual dá nova vida ao Mayflower, o navio que levou os ingleses para o Novo Mundo

Mayflower foi o famoso navio que, em 1620, transportou os chamados Peregrinos, do porto de Southampton, Inglaterra, para o Novo Mundo. A Realidade Virtual ajudou a trazê-lo de volta à vida. Os Peregrinos do Mayflower foram …

Iniciativa Liberal recorre à lei para exigir que plano de liquidez da TAP seja enviado às Finanças

O deputado da Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim Figueiredo, exigiu que o ministro das Finanças, João Leão, remeta o plano de liquidez da TAP à Comissão de Orçamento e Finanças, no prazo de dez dias, ao abrigo …

Museu britânico deixa de exibir coleção de cabeças humanas

O Museu Pitt Rivers em Oxford, no Reino Unido, decidiu retirar da sua exposição permanente crânios e cabeças humanas encolhidas (tsantsas), que terão sido encontradas por exploradores europeus nas suas viagens às Américas e à …

Lactogal assume derrame de leite no rio UI

A empresa agroalimentar Lactogal, de Oliveira de Azeméis, assumiu esta segunda-feira que o derrame de leite no rio Ul, afluente do rio Antuã, se deveu ao colapso de um dos seus tanques e que estão …

O James Bond da vida real foi um arquivista na Polónia comunista (e pode ter enganado os caçadores de espiões)

O James Bond da vida real foi um arquivista e diplomata britânico que viveu na Polónia comunista na década de 1960, revelam documentos esta semana partilhados pelo Instituto Polaco da Memória Nacional. O diplomata James …

Japão mantém plano original. Tocha olímpica passará pelas 47 prefeituras do país

O percurso da tocha olímpica, que se iniciará em março de 2021, manterá o trajeto inicialmente previsto, um ano após o plano original, informou esta segunda-feira o Comité Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A tocha …