Avião da Malásia abatido na Ucrânia, há 295 vítimas

Uma aeronave Boeing 777 da Malaysia Airlines caiu na Ucrânia, perto da fronteira com a Rússia, possivelmente abatido por um míssil, avança a agência noticiosa Interfax.

O voo seguia de Amesterdão, Holanda, com direcção a Kuala Lumpur, Malásia, e seguiria com 295 pessoas a bordo – 280 passageiros e 15 tripulantes.

Segundo as autoridades, seguiam a bordo 71 holandeses, 23 americanos e 9 britânicos. Cerca de 80 das passageiros eram crianças.

O aparelho perdeu a comunicação com terra na região oriental de Donetsk, perto da cidade de Shaktarsk, e palco de combates entre forças governamentais ucranianas e rebeldes federalistas pró-russos.

De acordo com a agência, citando um separatista, o avião caiu próximo de Donetsk, cidade onde decorrem combates entre forças governamentais e milícias pró-russas, tendo sido supostamente abatido por um míssil terra-ar.

De acordo com a informação recolhida, o avião terá começado a perder altitude a cerca de 50 quilómetros do espaço aéreo russo, tendo-se depois despenhado na Ucrânia, onde foi encontrado a arder.

Segundo a mesma agência, o ministro do Interior da Ucrânia confirmou não haver sobreviventes.

Este é o segundo incidente conhecido desta companhia aérea, tendo o anterior acontecido a 8 de março deste ano, num avião que seguia com 239 pessoas a bordo, cujos destroços não foram ainda encontrados.

Putin e Obama já falaram sobre queda de avião

A notícia da queda do aparelho foi já abordada entre o presidente russo Vladimir Putin e o chefe de Estado norte-americano, Barack Obama, informaram a Casa Branca e o Kremlin.

“O Presidente russo informou o Presidente dos Estados Unidos de informações de controladores aéreos que tinham chegado momentos antes da conversação telefónica e que indicavam que o avião se tinha despenhado na Ucrânia”, disse o Kremlin através de comunicado.

As linhas aéreas malaias já confirmaram que o aparelho que se despenhou, mas sem indicar as razões, segundo um comunicado do conselho de administração da empresa citado pela AFP.

Governo desconhece se há portugueses a bordo

O Governo português desconhece, por enquanto, se existiam portugueses a bordo do avião da Malaysia Airlines que se despenhou hoje no leste da Ucrânia com 295 pessoas a bordo, disse o secretário de Estado das Comunidades.

“A Direção Geral dos Assuntos Consulares está a fazer todas as diligências possíveis no sentido de saber se há portugueses ou lusodescendentes entre os passageiros do avião”, afirmou José Cesário à agência Lusa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Marte pode ter tido dois reservatórios de água (e nenhum oceano de magma)

Meteoritos marcianos analisados por cientistas sugerem que o Planeta Vermelho pode não ter tido um oceano de magma global, ao contrário da Terra. O mesmo estudo indica que Marte recebeu água de, pelo menos, duas …

Além de sermos bons ouvintes, também deveríamos tentar comunicar com extraterrestres

Desde há muito tempo que os seres humanos são fascinados pela ideia de não estarmos sozinhos no Universo. Um cientista sugere que para além de tentar escutar sinais extraterrestres, deveríamos também investir em enviar mensagens …

"Parasitas": O Melhor Filme dos Óscares chega à televisão

Parasitas vai passar na televisão esta sexta-feira (3), às 21h30, no canal TVCine Top. A produção de Bong Joon-ho angariou, nesta última award season, inúmeras nomeações, tendo sido Palma de Ouro no Festival de Cinema …

Países entram numa "guerra secreta" por ventiladores, admite agente da Mossad

Muitos países estão a utilizar os seus serviços de informações para a compra de material de saúde encomendado por outros, sobretudo ventiladores, para enfrentar a crise do novo coronavírus, disse um agente da Mossad, encarregado …

Pessoas que espalham ódio na Internet tendem a ser psicopatas

Os utilizadores da Internet que publicam comentários de ódio sobre outras pessoas tendem a ter traços psicopáticos. Por outro lado, os cientistas não encontraram uma correlação entre essa prática e narcisismo ou maquiavelismo. Estes utilizadores são …

Polícia britânica tingiu de negro uma lagoa azul para afastar visitantes

A Polícia britânica decidiu tingir de negro uma lagoa azul muito procurada na região de Derbyshire, visando assim afastar os visitantes e fazer com que estes cumpram o isolamento social exigido pelas autoridades para travar …

A maior cascata do Equador desapareceu repentinamente

A maior cascata do Equador, com cerca de 150 metros, desapareceu repentinamente por causa de uma dolina. Investigadores ainda não sabem se esta apareceu por causas naturais ou humanas. Em fevereiro, a cascata de San Rafael, …

Aprovada descida de 3% na eletricidade no mercado regulado

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou uma descida do preço da tarifa aplicada no mercado regulado de cinco euros por megawatt/hora (MWh). Contas feitas, trata-se de uma redução de aproximadamente 3% no total …

Turquemenistão proibiu o uso da palavra "coronavírus"

Enquanto o mundo luta para conter a propagação da pandemia de covid-19, no Turquemenistão os cidadãos podem ser presos só por dizerem a palavra "coronavírus". De acordo com a rádio NPR, que cita a organização não …

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …