Avião da Malásia abatido na Ucrânia, há 295 vítimas

Uma aeronave Boeing 777 da Malaysia Airlines caiu na Ucrânia, perto da fronteira com a Rússia, possivelmente abatido por um míssil, avança a agência noticiosa Interfax.

O voo seguia de Amesterdão, Holanda, com direcção a Kuala Lumpur, Malásia, e seguiria com 295 pessoas a bordo – 280 passageiros e 15 tripulantes.

Segundo as autoridades, seguiam a bordo 71 holandeses, 23 americanos e 9 britânicos. Cerca de 80 das passageiros eram crianças.

O aparelho perdeu a comunicação com terra na região oriental de Donetsk, perto da cidade de Shaktarsk, e palco de combates entre forças governamentais ucranianas e rebeldes federalistas pró-russos.

De acordo com a agência, citando um separatista, o avião caiu próximo de Donetsk, cidade onde decorrem combates entre forças governamentais e milícias pró-russas, tendo sido supostamente abatido por um míssil terra-ar.

De acordo com a informação recolhida, o avião terá começado a perder altitude a cerca de 50 quilómetros do espaço aéreo russo, tendo-se depois despenhado na Ucrânia, onde foi encontrado a arder.

Segundo a mesma agência, o ministro do Interior da Ucrânia confirmou não haver sobreviventes.

Este é o segundo incidente conhecido desta companhia aérea, tendo o anterior acontecido a 8 de março deste ano, num avião que seguia com 239 pessoas a bordo, cujos destroços não foram ainda encontrados.

Putin e Obama já falaram sobre queda de avião

A notícia da queda do aparelho foi já abordada entre o presidente russo Vladimir Putin e o chefe de Estado norte-americano, Barack Obama, informaram a Casa Branca e o Kremlin.

“O Presidente russo informou o Presidente dos Estados Unidos de informações de controladores aéreos que tinham chegado momentos antes da conversação telefónica e que indicavam que o avião se tinha despenhado na Ucrânia”, disse o Kremlin através de comunicado.

As linhas aéreas malaias já confirmaram que o aparelho que se despenhou, mas sem indicar as razões, segundo um comunicado do conselho de administração da empresa citado pela AFP.

Governo desconhece se há portugueses a bordo

O Governo português desconhece, por enquanto, se existiam portugueses a bordo do avião da Malaysia Airlines que se despenhou hoje no leste da Ucrânia com 295 pessoas a bordo, disse o secretário de Estado das Comunidades.

“A Direção Geral dos Assuntos Consulares está a fazer todas as diligências possíveis no sentido de saber se há portugueses ou lusodescendentes entre os passageiros do avião”, afirmou José Cesário à agência Lusa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Limitação dos apoios a sócios-gerentes não é "justa", diz Confederação das empresas

A Confederação das Micro, Pequenas e Médias Empresas não entende a razão para limitar a ajuda a sócios-gerentes ao valor de 1.905 euros, proposta que não consideram justa. Em entrevista à Rádio Observador na quinta-feira, o …

Devolução de manuais. Diretores acusam políticos de "brincar às escolinhas"

Os diretores escolares criticaram hoje o 'timing' da proposta de suspensão de devolução de manuais escolares, acusando os políticos de andar a “brincar às escolinhas” sem perceberem o trabalho que implica reutilizar milhões de livros. O …

Passageiros dos EUA e PALOP têm de apresentar teste negativo de covid-19

O Governo prorrogou várias medidas restritivas do tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal, com novas orientações e exceções, num despacho publicado terça-feira em Diário da República. Segundo noticiou o Expresso, um comunicado do …

PGR angolana diz que Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal

Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal ou noutro país com acordos judiciários com Angola, no âmbito do processo-crime por alegada má gestão e desvio de fundos da Sonangol, disse à Lusa fonte da …

Autoridades descartam participação da milícia "Escritório do Crime" no caso Marielle Franco

O envolvimento da milícia conhecida como "Escritório do Crime" no homicídio da vereadora e ativista Marielle Franco chegou a ser investigado, mas foi descartado pela polícia brasileira. O delegado brasileiro Daniel Rosa, da cidade do Rio …

Desconfinamento não foi suficiente. Desemprego volta a subir em Espanha para valores de 2016

O número de desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego em Espanha voltou a aumentar em 5.107 pessoas em junho, uma desaceleração em relação a maio, atingindo um total de 3.862.883 espanhóis. De acordo com os …

Governo vai monitorizar discurso de ódio na Internet

O Governo vai monitorizar o discurso de ódio nas plataformas online, estando "em vias" de dar início à contratação pública de um projeto que deverá traduzir-se num barómetro mensal de acompanhamento e identificação de sites. Segundo …

Tribunal britânico decide que é Guaidó (e não Maduro) quem manda nas reservas de ouro da Venezuela

A justiça britânica decidiu esta quinta-feira que é o líder da oposição venezuelana Juan Guaidó e não o Presidente Nicolás Maduro quem tem autoridade sobre as reservas de ouro da Venezuela depositadas no Banco de …

Mistério resolvido. Cientistas descobriram como é que as cobras "voam"

Nem todas as cobras se movem arrastando-se discretamente pelo chão. Há uma cobra do género Chrysopelea que parece voar de árvore em árvore. Agora, os cientistas descobriram como é que estes animais se movem pelo …

Mais de 80 mil pessoas registaram-se na Segurança Social desde janeiro

O programa “Segurança Social na Hora”, criado em janeiro deste ano, abrangeu até ao momento 80.700 pessoas, de acordo com os dados divulgados pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS). Ana Mendes Godinho avançou …