Mobile World Congress cancelado devido ao coronavírus

O Mobile World Congress (MWC), que iria realizar-se em Barcelona com início previsto para dia 24 deste mês, foi cancelado. Esta é a primeira vez que a organização cancela o evento em 33 anos de história.

A organização do Mobile World Congress (MWC) decidiu cancelar a feira tecnológica, que estava prevista acontecer em Barcelona, entre 24 e 27 de fevereiro. A decisão de cancelar o evento aconteceu depois de uma reunião de emergência entre as autoridades de saúde espanholas e a organização da feira.

“A preocupação global em torno do surto do novo coronavírus, as preocupações associadas às viagens e outras circunstâncias relacionadas, fazem com que seja impossível que a GSMA mantenha a realização do evento”, lê-se num comunicado enviado às redações. “A GSMA e os seus parceiros na cidade [de Barcelona] vão continuar a trabalhar em uníssono e a colaborar para preparar o MWC Barcelona 2021.”

Várias empresas já tinham anunciado a sua desistência devido ao surto do novo coronavírus, que já matou 1.113 pessoas na China. Perante o cancelamento da participação de empresas como a Amazon, a Nokia ou a Vodafone, a organização decidiu cancelar a principal feira de telecomunicações do mundo.

Os responsáveis pelo evento só se iriam reunir na próxima sexta-feira, mas decidiram antecipar o encontro devido aos sucessivos cancelamentos por parte de grandes empresas que deveriam marcar presença no MWC.

Em 33 anos, esta é a primeira vez que a organização cancela o evento. O Mobile World Congress é usado por muitas empresas para apresentarem as novidades e as inovações para o setor tecnológico.

Segundo o Jornal Económico, o congresso acolhe mais de 2.500 empresas de todo o mundo, reunindo um total de cem mil participantes. Em termos económicos, o impacto é avaliado na ordem dos 492 milhões de euros.

As empresas que cancelam a sua participação perdem milhares de euros em bilhetes, além de abdicarem da exposição, mas os prejuízos não ficam por aí: o setor hoteleiro de Barcelona também se ressente, com vários hotéis e restaurantes a receberem cancelamentos de reservas.

Os dados mais recentes da Organização Mundial de Saúde (OMS) indicam que o novo coronavírus – Covid-19 – já provocou mais de 1.110 mortos na China e mais de 44 mil infetados.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …